top of page

WEC: Ferrari e Porsche protagonistas das primeiras horas em Le Mans

Robert Kubica deu show com a Ferrari #83 da AF Corse
Robert Kubica deu show com a Ferrari #83 da AF Corse

A 92ª edição das 24 Horas de Le Mans teve início neste sábado (15), às 11h00 do horário de Brasília (15:00 em Lisboa), no circuito de La Sarthe, na França. Os 62 carros, divididos entre as classes Hypercar, LMP2 e GT3 foram para a pista em busca da glória que representa vencer a mais famosa prova de longa duração do automobilismo mundial. A quarta etapa da temporada 2024 do FIA WEC, o Campeonato Mundial de Endurance, e precede a Rolex 6 Horas de São Paulo, a ser realizada entre os dias 12 e 14 de julho, no Autódromo de Interlagos. Os ingressos estão à venda.


Nas primeiras cinco horas de prova, Ferrari e a Porsche mostraram que estão com os carros “afiados” em busca da vitória. As fabricantes, que alternaram seus Hypercars na liderança desde a largada, confiaram na previsão de que a chuva afetaria apenas uma parte do traçado de 13.626 metros e adiaram ao máximo a troca para pneus de chuva. A decisão se provou acertada, com os carros das duas marcas superando as concorrentes Toyota e Cadillac, que preferiram fazer o procedimento rapidamente.


Nas mãos de Nielsen, a Ferrari #50 se tornou protagonista
Nas mãos de Nielsen, a Ferrari #50 se tornou protagonista

Entre os brasileiros, Pipo Derani e Felipe Nasr iniciaram a prova no volante de seus hypercars Cadillac #311 da Action Express Racing, e Porsche 963 #4 da Porsche Penske Motorsport, respectivamente. Além deles, Daniel Serra guiou a Ferrari 296 #86 da GR Racing, mostrando uma performance invejável ao ganhar boas posições na primeira volta em Le Mans. Augusto Farfus foi mais um ao volante durante os primeiros momentos do BMW M4 GT3 #31 do Team WRT. Felipe Drugovich, que é companheiro de Derani, e Nicolas Costa, piloto do McLaren 720S GT3 EVO #59 da United Autorsports, aguardaram um pouco mais para andar pela primeira vez na pista.


Momentos marcantes do início — A largada em Le Mans foi bastante movimentada, mas ocorreu sem incidentes. O Porsche #6 partiu na pole position, guiado por Laurens Vanthoor. O destaque ficou com a Ferrari #50, que, com Nicklas Nielsen no volante, avançou para a segunda posição e impôs pressão sobre a Porsche, assumindo a ponta pouco tempo depois. Nas outras categorias, a liderança permaneceu com os pole position: o carro #14 da AO by TF na LMP2, e o McLaren #70 da Inception na LMGT3.


Porsche #6 disputou liderança com as Ferrari
Porsche #6 disputou liderança com as Ferrari

A Ferrari continuou mostrando força na primeira hora de prova, dessa vez com o hypercar #51, que conseguiu chegar à vice-liderança. Ponto positivo também para a Ferrari #83, da AF Corse, que ganhou sete colocações. O Porsche 963 #12 da Hertz Team JOTA perdeu posições na primeira volta, enquanto os LMP2 #47, da COOL Racing, e #25 da Algarve Pro Racing precisaram ir para os boxes com problemas. A única bandeira amarela localizada foi causada pelo LMP2 #23 da United Autosports, que ficou parado na brita por alguns instantes. No final da hora, Porsche e Ferrari trocaram liderança e o #6 reassumiu a ponta, mas logo Nielsen recuperou a posição com o #50.


Chuva e estratégias arriscadas — A segunda hora de prova começou com ritmo mais cadenciado entre as classes. Até que veio o aviso: a chuva estava chegando. Era preciso definir qual estratégia adotar, já que a previsão era de pista molhada apenas para determinadas áreas do circuito de La Sarthe e pouco tempo de duração.


Em sua estreia, Nicolas Costa enfrentou o top-5 dos LMGT3
Em sua estreia, Nicolas Costa enfrentou o top-5 dos LMGT3

Em movimento arriscado, os hypercars de Cadillac e Toyota foram os primeiros a irem para os boxes e realizar a troca. A decisão parecia acertada, pela movimentação difícil que os carros de Ferrari e Porsche pareciam ter na pista. Porém, a pista seca predominava, e a chuva demorou alguns minutos para aumentar. Com isso, Ferrari e Porsche pararam seus carros já quase nos momentos finais de chuva.


A estratégia deu certo: os dois protótipos rodaram pouco tempo com os pneus de chuva, conseguindo trocar para os de pista seca em uma janela que garantiu a liderança da prova para as duas fabricantes. Uma disputa interessante entre o #50 da Ferrari e #83 da AF Corse ainda brindou os espectadores no final da hora, com uma boa ultrapassagem de Robert Kubica. Porém, Nielsen conseguiu retomar a ponta.


Alguns incidentes chamaram a atenção, como a batida da Ferrari 296 LMGT3 #54 da Vista AF Corse. Em seguida, Robin Frijns também saiu da pista com seu hypercar #20 BMW M da Team WRT Com mais uma zona lenta na pista, as equipes aproveitaram para chamar os carros para os boxes, e a Ferrari #83 da AF Corse assumiu a ponta entre os hypercars.


Cinco horas de ação — A corrida entrou em sua quinta hora com o Ford Mustang LMTG3 #77 da Proton Racing nos boxes com problemas. A liderança da prova foi retomada pela Ferrari #83 da AF Corse, seguido pelo #50 oficial da equipe italiana. Logo atrás, uma dupla da Porsche Penske, o carro #5 e o #4, que tem em sua tripulação o brasileiro Felipe Nasr. Além disso, Felipe Drugovich foi para a pista pela primeira vez com o Cadillac #311 da Action Express. As outras duas classes seguiram sem alterações na ponta.


Felipe Nasr teve bom momento na prova
Felipe Nasr teve bom momento na prova

A melhora da Toyota foi notável, com o hypercar #8 alcançando a quinta posição, mas chegando a disputar o top-3 em alguns momentos, guiado por Brendon Hartley. Recuperação também para o Porsche #12 da JOTA, que voltou a figurar entre os dez primeiros. Valentino Rossi, no volante do #46, manteve a ponta na LMGT3, enquanto Ryan Cullen perdeu a liderança na LMP2 para Ritomo Miyata com o #37 da COOL Racing.


Por fim, a quinta hora de prova reservou uma baixa: a Alpine #35, após quebra de motor.

Desempenho dos brasileiros — Ao longo das cinco horas já disputadas, o Brasil teve seus momentos de destaque, principalmente na classe LMGT3. Depois de uma boa largada, Daniel Serra chegou a andar entre os três primeiros colocados com seu Ferrari 296 #86. Já Nicolas Costa deu continuidade ao trabalho de Grégoire Saucy e flutuou entre o top-5, e, mesmo após uma parada, continua na briga dentro do top-10. Destaque também para Felipe Nasr com o hypercar #4 da Porsche, que foi da 19ª para o top-5.


24 Horas de Le Mans seguem até domingo (16/06)
24 Horas de Le Mans seguem até domingo (16/06)

Programação e transmissão — As 24 Horas de Le Mans estão sendo exibidas ao vivo na TV por assinatura pelo canal BandSports em determinadas janelas de transmissão ao longo da prova e integralmente por meio do canal no YouTube Esporte na Band, site da Band e no aplicativo Bandplay.


Top-10 após 5 horas de prova

Hypercar

1º - Robert Kubica (POL) / Yifei Ye (CHN) / Robert Shwartzman (ISR) - Ferrari 499P #83, AF Corse, com 80 voltas

2º - Antonio Fuoco (ITA) / Miguel Molina (ESP) / Nicklas Nielsen (DIN) - Ferrari 499P #50, Ferrari AF Corse, +17s732

3º - Matt Campbell (AUS) / Michael Christensen (DIN) / Frédéric Makowiecki (FRA) - Porsche 963 #5, Porsche Penske Motorsport, +25s013

4º - Sébastien Buemi (SUI) / Brendon Hartley (NZL) / Ryo Hirakawa (JAP) - Toyota GR010 - Hybrid #8, Toyota Gazoo Racing, +47s965

5º - José María López (ARG) / Kamui Kobayashi (JAP) / Nyck de Vries (HOL) - Toyota GR010 - Hybrid #7, Toyota Gazoo Racing, +1min43s124

6º - Antonio Giovinazzi (ITA) / Alessandro Pier Guidi (ITA) / James Calado (GBR) - Ferrari 499P #51, Ferrari AF Corse, +1min52s063

7º - Will Stevens (GBR) / Norman Nato (FRA) / Callum Ilott (GBR) - Porsche 963 #12, Hertz Team JOTA, +2min05s443

8º - Earl Bamber (NZL) / Alex Lynn (GBR)/ Álex Palou (ESP) - Cadillac V-Series.R #2, Cadillac Racing, +2min10s737

 

LMP2

1º - Ryan Cullen (GBR) / Patrick Pilet (FRA) / Stéphane Richelmi (MCO) - Vector Sport #10, 76 voltas

2º - Lorenzo Fluxa (ESP) / Malthe Jakobsen (DIN) / Ritomo Miyata (JAP) - COOL Racing #37, +6s072

3º - Oliver Jarvis (GBR) / Bijoy Garg (EUA) / Nolan Siegel (USA) - United Autosports #22, +34s926

4º - PJ Hyett (EUA) / Louis Delétraz (SUI) / Alex Quinn (GBR) - AO by TF #14, + 2min29s816

5º - Fabio Scherer (SUI) / David Heinemeier Hansson (DIN) / Kyffin Simpson (BRB) - Nielsen Racing #24, +2min53s017

6º - Jonas Ried (ALE) / Macéo Capietto (FRA) / Bent Viscaal (HOL) - Proton Competition #9, + 1 volta

7º - François Perrodo (FRA) / Bem Barnicoat (GBR) / Nicolas Varrone (ARG) - AF Corse #183, +1 volta

8º - Paul Lafargue (FRA) / Job van Uitert (HOL) / Reshad de Gérus (FRA) - IDEC Sport #28, + 1 volta

9º - Jakub Smiechowski (POL) / Vladislav Lomko / Clément Novalak (FRA) - Inter Europol Competition #34, + 1 volta

10º - John Falb (USA) / James Allen (AUS) / Jean-Baptiste Simmenauer (FRA) - Duqueine Team #30, + 1 volta

 

LMGT3

1º - Maxime Martin (BEL) / Valentino Rossi (ITA) / Ahmad Al Harthy (OMA) - BMW M4 LMGT3 #46, Team WRT, 71 voltas

2º - Klaus Bachler (AUT) / Joel Sturm (ALE) / Aliaksandr Malykhin (BLR) - Porsche 911 GT3 R LMGT3 #92, Manthey Pure Rxcing, +1 volta

3º - Richard Lietz (AUT) / Morris Schuring (HOL) / Yasser Shahin (AUS) - Porsche 911 GT3 R LMGT3 #91, Manthey EMA, + 1 volta

4º - Ian James (EUA) / Daniel Mancinelli (ITA) / Alex Riberas (ESP) - Aston Martin Vantage AMR LMGT3 #27, Heart of Racing Team, + 1 volta

5º - Augusto Farfus (BRA) / Sean Gelael (IDN) / Darren Leung (GBR) - BMW M4 LMGT3 #31, Team WRT, + 1 volta

6º - Alessio Rovera (ITA) / François Heriau (FRA) / Simon Mann (EUA) - Ferrari 296 LMGT3 #55, Vista AF Corse, + 1 volta

7º - Nicolás Pino (CHI) / Marino Sato (JAP) / Hiroshi Hamaguchi (JAP) - McLaren 720S LMGT3 Evo #95, United Autosports, + 1 volta

8º - Giacomo Petrobelli (ITA) / Larry ten Voorde (HOL) / Salih Yoluc (TUR) - Ferrari 296 LMGT3 #66, JMW Motorsport, + 1 volta

9º - Grégoire Saucy (SUI) / Nicolas Costa (BRA) / James Cottingham (GBR) - McLaren 720S LMGT3 Evo #59, United Autosports, + 1 volta

10º - Brendan Iribe (USA) / Ollie Millroy (GBR) / Frederik Schandorff (DIN) - McLaren 720S LMGT3 Evo #70, Inception Racing, + 1 volta

Kommentare


350x250.gif
300.250.png
bottom of page