• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Cummins anuncia resultados do primeiro trimestre de 2019


A Cummins divulgou os resultados do primeiro trimestre de 2019. As receitas de US$ 6 bilhões no período aumentaram 8% em relação ao mesmo trimestre de 2018. O aumento da produção de caminhões na América do Norte e a demanda mais forte nos mercados de construção global e de geração de energia norte-americana impulsionaram a maior parte do aumento de receita. A moeda impactou negativamente as receitas em 2%, principalmente devido a um dólar americano mais forte. As vendas do primeiro trimestre na América do Norte cresceram 13%, enquanto as receitas internacionais aumentaram 1%.

“A empresa vendeu um número recorde de motores de caminhões na América do Norte durante o primeiro trimestre. Nossa posição de líder de mercado nesta região reflete as parcerias com os nossos clientes que confiam na Cummins para fornecer uma ampla gama de soluções de energia para suas necessidades”, afirma o presidente e CEO Tom Linebarger.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) no primeiro trimestre foi recorde de US$ 1,0 bilhão, ou 17,2% das vendas, comparado a US$ 700 milhões ou 12,6% das vendas do ano anterior. Os resultados do primeiro trimestre incluem um ganho não tributável de US$ 37 milhões (US$ 0,23 por ação diluída) relacionados relacionados relacionados ao impacto do valor justo nos ativos relacionados ao plano de benefícios não qualificados.

O lucro líquido atribuível à Cummins no primeiro trimestre foi de US$ 663 milhões (US$ 4,20 por ação diluída), comparado ao lucro líquido de US$ 325 milhões (US$ 1,96 por ação diluída), ou US$ 403 milhões (US$ 2,43 por ação diluída), excluindo o impacto da legislação tributária no primeiro trimestre de 2018.

"Alcançamos um EBITDA recorde no primeiro trimestre, enquanto celebramos nosso 100º aniversário. Estamos no caminho certo para entregar resultados recordes para o ano e devolver capital significativo aos investidores. Continuaremos a investir em todo o nosso amplo portfólio para impulsionar um futuro forte para nossos acionistas”, diz Linebarger.

Perspectivas 2019:

Com base na previsão atual, a Cummins está mantendo sua orientação de receita de 2019 para 4%, impulsionada principalmente pelo aumento da demanda nos mercados de rodovias da América do Norte. O EBITDA deverá estar na faixa de 16,25% a 16,75% das vendas, um aumento em relação ao intervalo anterior de 15,75% para 16,25% das vendas, principalmente devido aos menores custos de materiais projetados. A empresa espera devolver 75 % do fluxo de caixa operacional aos acionistas em 2019 na forma de dividendos e recompras de ações.

Destaques do primeiro trimestre de 2019

• A Cummins foi incluída, pelo décimo segundo ano consecutivo, na lista do Ethisphere das empresas mais éticas do mundo.

• A Cummins é uma das 100 empresas mais sustentáveis do ranking da revista Barron, passando do 60º lugar em 2018 para o 14º lugar em 2019.

• A Cummins alcança pontuação perfeita no Índice de Igualdade Corporativa da Campanha de Direitos Humanos

• A Amtrak, a rede ferroviária intermunicipal nos Estados Unidos, anunciou a compra de 75 locomotivas Charger para entrega a partir de 2021, que serão fornecidas com motores Cummins QSK95 Tier 4, que fornecerão energia limpa e eficiente para trens de passageiros

#CUMMINS

Laja Revista Publiracing