• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Automobilismo: Guilherme Samaia, o sonho segue na Inglaterra


A paixão de Guilherme Samaia por carros e motos começou cedo. O ronco dos motores sempre chamou a atenção do garoto e os melhores presentes que tem lembrança da infância são todos ligados à ação e velocidade, como carrinhos de controle remoto e mini bugies.

Aos 9 anos, ele sentiu pela primeira vez a emoção de estar literalmente dentro de um carro de corrida. Foi quando foi com a família assistir o pai (Claudio Samaia) andar de kart em uma corrida indoor. Ficou fascinado e pediu para andar também.

Com o passar dos anos, o interesse foi crescendo e as visitas ao kartódromo se tornaram frequentes. O primeiro campeonato veio em 2009, quando Guilherme disputou o certame paulista e venceu. Em 2012, aos 13 anos, já correndo na categoria Shifter Junior (em que o kart tem marchas e um motor de até 58cv), terminou a temporada em primeiro lugar. No ano seguinte, conquistou o bicampeonato. O que antes era encarado como hobby foi ficando cada vez mais sério.

Em 2015, prestes a completar 18 anos, convenceu os pais a ganhar de presente um campeonato de Fórmula 3 Light. Ele sabia que podia vencer e venceu. Foram oito corridas de 16 em primeiro lugar, dois segundo lugares e dois terceiro lugares. Liderou 15 corridas e estabeleceu quatro voltas mais rápidas.

Em 2016 estreou na Fórmula 3 A. Precisou passar por grandes adaptações pela diferença entre carros da Light e da A (peso, aerodinâmica e uma série de diferenças que eram novidades), mas se deu muito bem. Só que dessa vez o carro não ajudou e depois de uma série de problemas que lhe custaram a primeira posição, acabou a temporada como vice-campeão.

Este ano de 2017, continua na Fórmula 3 A e participa também da Fórmula 3 inglesa. Hoje, Guilherme mora em Londres, onde treina quase diariamente para somar experiência em pista e competição. Vem ao Brasil mensalmente para disputar o campeonato de F3 A e volta para o campeonato de F3 na Inglaterra. O piloto ainda tem a sua disposição uma equipe de profissionais responsáveis pelos cuidados com sua alimentação, treinamento e mente.

#AUTOMOBILISMO #FÓRMULA3

Laja Revista Publiracing