• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

A Alstom vai entregar 28 trens de alta velocidade para a Amtrak


Os novos trens de alta velocidade, que serão utilizados no Corredor Nordeste, NEC, entre Boston e Washington DC vão ser fabricados pela Alstom, que também fornecerá suporte técnico e peças de reposição durante a manutenção.

O conjunto de contratos de fornecimento e manutenção das composições durante um período de quinze anos, com uma opção adicional para outros quinze foi assinado por cerca de 1.800 milhões de euros.

Os trens, Avelia Liberty, vão ser fabricados na fábrica da Alstom em Hornell, no estado de Nova York e a manutenção realizada nas oficinas da Amtrak em Boston, Washington DC, e centros de apoio Alstom em Nova York, Delaware e Illinois.

O Avelia Liberty, é a mais recente evolução da linha de trens de alta velocidade da Alstom, e é capaz de transportar 33% passageiros a mais que os atuais Acela Express, que entraram em serviço no inicio do século.

A configuração básica do Avelia Liberty é composto de uma unidade cabeça, motora, equipada com o sistema de absorção de energia Crash Energy Managment System da Alstom. A composição além da unidade motriz é composta por nove veículos de passageiros, que pode em situações de alta demanda ter um adicional de mais três veículos.

O trem pode circular a velocidades de até 300 km, embora inicialmente esteja limitado a operar a uma velocidade máxima de 257 Km e de acordo com os limites de velocidade da infraestrutura do Corredor Nordeste.

O Avelia Liberty é equipado com o sistema de pendulação Alstom Tiltronix, que permite que o trem percorra curvas a uma maior velocidade, com mais segurança e conforto para os passageiros.

O Corredor Nordeste tem cerca de 730 km de via, e rapidamente conquistou o publico, passando de 2,4 milhões de passageiros transportados em 2002 para 3,5 milhões em 2014. Foram estes dados que levaram a Amtrak a adquirir estes novos trens que vão aumentar a oferta, dar maior frequência, reduzindo os tempos de viagem e reduzindo também os custos operacionais e de consumo de energia. Em paralelo, a Amtrak continua investindo na modernização da infraestrutura da via onde os novos trens vão circular.

#ALSTOM #FERROVIA #TREM

Laja Revista Publiracing