top of page

Franceses lideram primeiras horas em Fronteira


Franceses lideram primeiras horas em Fronteira

Milhares de pessoas assistiram, hoje, ao arranque da BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira, com quase oito dezenas de equipas em pista, nos 25 anos da maratona do Automóvel Club de Portugal. Já o jovem Gonçalo Guerreiro estreou-se a ganhar na competição das 4 Horas SSV, na frente do vencedor de 2022, Pedro Santinho Mendes. Festival de música com os Xutos & Pontapés promete celebração pela noite dentro no Terródromo de Fronteira.


A enchente que se viu este sábado, no Terródromo de Fronteira, faz antever uma das melhores edições de sempre da BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira, que celebra 25 anos de história. Dentro da pista, já se viveram as primeiras emoções de uma longa maratona de 24 horas, com altos e baixos, alegrias e desilusões, um desafio que faz da prova do ACP um fenómeno único na Europa.


Eram 15h00 quando um total de 79 equipas partiram para os 1.440 minutos mais duros e imprevisíveis do todo-o-terreno em Portugal, uma fórmula onde, tradicionalmente, as equipas francófonas são as grandes favoritas à vitória. E a 25.ª edição está a confirmar isso mesmo, pois a formação de Franck Cuisinier, vencedora em 2022, assumiu logo o comando da prova, com o protótipo MMP. O carro francês colocou-se na frente do pelotão, enquanto a equipa Andrade Competition, recordista de vitórias em Fronteira, foi subindo lugares até chegar ao segundo posto, com o novo Proto AC Clio V6. A máquina pilotada por Alexandre Andrade chegou ao final das primeiras duas horas de corrida a mais de quatro minutos dos seus compatriotas. Logo atrás seguia o Can-Am X3 inscrito por outro francês, Jean-Philippe Beziat, equipa que foi segunda classificada em 2022 e onde está o português Marco Pereira.

Franceses lideram primeiras horas em Fronteira

Entre as formações 100 por cento nacionais, destaque para os problemas na Toyota do Team Transfradelos, que partiu da pole-position. A caixa de velocidades cedeu logo na primeira volta e obrigou o campeão nacional Tiago Reis a entrar nas boxes para uma longa reparação.


Segue-se o sempre desafiante período noturno, que costuma testar os limites de resistência de pilotos e máquinas.


Gonçalo Guerreiro estreia-se a ganhar BP Ultimate 4 Horas SSV de Fronteira

Como já é habitual, a BP Ultimate 4 Horas SSV abriram o programa competitivo de sábado, numa prova com 33 concorrentes e pontuável também para o Challenge da FMP. Vencedor da corrida do ACP no ano passado, Pedro Santinho Mendes (Can-Am) conseguiu a pole-position, mas Gonçalo Guerreiro fez um arranque-canhão e colocou-se na liderança do pelotão logo na primeira curva.


O jovem piloto de Cascais comandou grande parte da corrida e só perdeu a liderança nas paragens nas boxes. Foi nessa altura que João Monteiro (Can-Am) e Pedro Santinho Mendes passaram pelo primeiro lugar, mas Guerreiro viria a recuperar a liderança já nos últimos 10 minutos e estreou-se a ganhar em Fronteira, após ter subido ao pódio em 2021 e 2022. Uma vitória emotiva, pois o piloto da JB Racing Polaris deveria ter sido acompanhado pelo irmão, Tiago Guerreiro, que teve de abdicar da corrida à última hora, devido a um imprevisto familiar.

Franceses lideram primeiras horas em Fronteira

“Estou mesmo muito contente, Fronteira é especial e torna-se muito gratificante ver milhares e milhares de pessoas ao longo da pista, tantas pessoas que gostam deste desporto. Ganhar aqui é a melhor forma de terminar um ano difícil, um ano de mudança, mas eu, o carro, os mecânicos e a equipa fizemos a diferença. Muito obrigado a todos! O meu irmão deveria ter corrido comigo, mas teve de ir para casa porque tivemos um pequeno problema de saúde com a minha sobrinha. Felizmente está tudo bem”, referiu Gonçalo Guerreiro, que também conseguiu a volta mais rápida aos 16,4 quilómetros do Terródromo, com um tempo de 10m15,441s.


Pedro Santinho Mendes foi o principal opositor do campeão nacional de 2022, colocando pressão até à fase decisiva, mas acabando a 2m37s do vencedor, na frente de Alexandre Pinto, que fez uma prova de recuperação, com outro Can-Am. O top 5 ficou completo com Marco Pereira (Can-Am) e Wilson Galo (Can-Am), que tinha arrancado do segundo lugar da grelha.


Registo ainda para o sétimo lugar do veterano António Baiona, o primeiro vencedor da Baja Portalegre 500 e que há 25 anos subiu ao pódio das primeiras 24 Horas TT de Fronteira. Baiona foi agora acompanhado pelo filho, Pedro Baiona, ao volante de um Can-Am. Já o campeão nacional SSV em título, João Monteiro, teve problemas e terminou fora do top 20, numa altura em que prepara a sua estreia no Dakar.

Franceses lideram primeiras horas em Fronteira

Resultados online – clique aqui


Da Suíça a Fronteira: 2.000 quilómetros com amor

A paixão especial que move muitos adeptos das BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira é exemplificada por Pedro Ribeiro. Emigrante na Suíça, Pedro Ribeiro marca férias no seu emprego para poder estar todos os anos nas 24 Horas TT. São 2.000 quilómetros ao volante, entre Lausanne e Fronteira, para viver a experiência das 24 Horas integrado no grupo 'Duros de Fronteira', com adeptos de várias proveniências e gerações. E a mascote do grupo é um dragão barbudo, de nome Zila (diminutivo de Godzilla).


"Já faço isto há mais de 10 anos. Sou motorista nos transportes públicos de Lausanne, mas quando sai a data das 24 Horas, marco logo uma semana de férias para poder estar aqui", revela Pedro Ribeiro. "Não me importo de fazer a viagem, temos um grupo que se reúne para acampar em Fronteira na semana da prova e o convívio é fantástico. Ainda ontem estivemos com a equipa Andrade num restaurante e foi fantástico. Eles são os meus ídolos nesta prova, até porque o Mário Andrade também representa os nossos emigrantes com todo o orgulho. Foi um momento espetacular", afirmou, acompanhado pelos entusiastas dos 'Duros de Fronteira'. E com o Zila na primeira fila.

Xutos & Pontapés pela noite dentro

Para celebrar os 25 anos de história da prova, o Município de Fronteira promoveu um festival de música que atraiu largos milhares de pessoas no primeiro dia de concertos, ontem. O cartaz de hoje é encabeçado pelos Xutos & Pontapés, num programa que também inclui atuações de David Antunes, Smells Like The 90s e Carlos Manaça.

 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.



350x250.gif
300.250.png
bottom of page