• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Ferrovia: Alstom anuncia aquisição da divisão ferroviária da Bombardier


A Alstom anunciou a assinatura de um acordo com a Bombardier Inc., para a aquisição de todas as ações da Bombardier Transport, a divisão ferroviária da Bombardier.


A Alstom pagará um preço entre 5.800 e 6.200 milhões de euros. Segundo o contrato, o pagamento será feito em parte em dinheiro e o restante em novas ações da Alstom no valor de 5.000 milhões de euros, o que tornará o CDPQ canadense o primeiro acionista da empresa, com aproximadamente 18% de seu capital.



Além disso, o CDPG se comprometeu a investir cerca de 2,7 bilhões de euros na Alstom. Bouygues manterá uma participação de 10% no capital da Alstom. A Bombardier renuncia à atividade ferroviária e se concentra na construção aeronáutica.


A compra implica, de acordo com a Alstom, um reforço de sua posição em um mercado global de mobilidade em forte crescimento e sua presença internacional ampliará sua capacidade de responder a uma demanda crescente por soluções inteligentes e sustentáveis ​​no setor de transportes.


A Bombardier Transport fornecerá à Alstom complementaridade geográfica e industrial com acesso a mercados importantes, como Alemanha, Reino Unido, China e Estados Unidos, e plataformas de tecnologia adicionais, como monotrilhos ou sistemas de transporte automáticos "people move".


Os catálogos de produtos de ambas as empresas são complementados em todos os segmentos do mercado ferroviário, como material circulante e sinalização, e aumentam as possibilidades de inovação e oferecem serviços de manutenção em uma ampla rede geográfica.


Alstom e Bombardier

A Alstom possui uma carteira de pedidos de 40.000 milhões de euros e um faturamento anual de 8.100 milhões. No período 2016-2019, o faturamento aumentou a uma taxa média anual de mais de 5,5% e seus lucros ficaram em 7,5% do faturamento. A Bombardier Transport possui uma carteira de pedidos de 32.000 milhões e um faturamento anual de 7.400 milhões.



A Alstom criptografou o valor das sinergias geradas pela aquisição em cerca de 400 milhões de euros a partir do quarto ou quinto ano após a operação e um aumento no lucro líquido por ação da empresa para porcentagens de dois dígitos a partir do segundo ano.


Calendário

O acordo assinado prevê um processo de informação e consulta na Alstom e na Bombardier que resultará em uma assembleia geral dos acionistas da Alstom antes de 31 de outubro e submeterá a operação às autoridades da concorrência com o objetivo de torná-la efetiva na primeira metade de 2021


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Ferrovia entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Laja Revista Publiracing