top of page

Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

Atualizado: 8 de mar. de 2022


Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

Ficha técnica Citroën C4 Cactus Shine Pack
Ficha técnica Citroën C4 Cactus Shine Pack

Nossa equipe recebeu para teste de alguns dias o modelo que vem sendo responsável pela recuperação da Citroën no mercado brasileiro. O C4 Cactus vem apresentando desempenho comercial bem interessante fruto de uma série de fatores como um novo posicionamento da marca, agora pertencente ao grupo Stellantis, disponibilidade do produto, mas também o acordar do público brasileiro para uma nova realidade da marca no país, deixando para trás estereótipos ultrapassados e se apresentando como marca jovem, com preços de produtos competitivos, tudo isso aliado e um pós venda muito mais dinâmico e comprometido.


Com todos estes aspectos ajudando, o modelo testado por nós saltou das 9 576 unidades vendidas em 2020 para 19 552 no ano de 2021, fechando Dezembro com 2721 unidades. Já em 2022 foram 2 283 veículos emplacados em Janeiro e 1 587 unidades em Fevereiro, de acordo com os dados da Fenabrave, e puxando a Citroën para uma recuperação sustentada. Dezembro foi o melhor mês da marca desde 2015, e para o C4 Cactus um aumento de 105% no acumulado de 2021 se comparado com o desempenho comercial do modelo no ano anterior.

Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos
Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

Mas ainda antes de falar detalhadamente do Citroën C4 Cactus Shine Pack, a versão topo de linha do modelo no Brasil, aproveitamos para agradecer desde já a vossa leitura, deixando o espaço de comentários à disposição para interagirem conosco através da vossa opinião e agradecendo também o compartilhamento da matéria com conhecidos, amigos e família. Outro convite é para que se inscrevam em nosso canal de vídeo no youtube, além de sugerir que sigam as nossas mídias sociais no Facebook, Instagram e Twitter.


Vocês também podem encaminhar vossas dúvidas sobre os modelos que testamos para o e-mail redacao@revistapubliracing.com.br, que nossa equipe terá o maior prazer em elucidar todas elas.

Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

Design moderno e atraente

O Citroën C4 Cactus se apresenta muito mais como um Crossover que propriamente um SUV. No entanto, algumas marcas fazem questão de classificar erradamente seu produto por ser o segmento mais disputado e desejado do público brasileiro, no entanto seus produtos estão longe de ser o que originalmente se convencionou como Utilitário Esportivo, produtos de maior versatilidade, capacidade, espaço, conforto e desempenho. Algumas marcas fazem essa distinção com honestidade elogiável, caso, por exemplo, da Nissan, que não posiciona o Kicks como SUV, e sim como Crossover.


E o C4 Cactus é, sem dúvida, um dos mais interessantes modelos desde universo dos carros que não são efetivamente SUVs, mas que comercialmente foram definidos como SUVs compactos.



Um carro de linhas modernas, muito atraente e que entrega alguma versatilidade, já que na versão testada por nós ele se apresenta com 225 mm de vão livre em relação ao solo. Ainda como principais dimensões são 4170 (mm) de comprimento, 1714 de largura, 1563 de altura e 2600 mm de entre eixos. Além deste posicionamento ele ainda apresenta ângulos de entrada e saída interessantes (22° e 32°, respetivamente).


Com os habituais três níveis de faróis dianteiros, uma receita estética bem tradicional na marca, sendo o superior a elegante assinatura de condução diurna, os faróis principais ao centro e os de neblina em posição inferior. Destaque ainda para o fato do sistema de iluminação ter acendimento automático, através do sensor de luminosidade, e as lanternas traseiras terem um elegante efeito 3D.

Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos
Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

O C4 Cactus tem ainda um design de carroceria que permite que o efeito da aplicação dos dois tons chame muito a atenção pela elegância e esportividade. Com a cor de carroceria prata e o preto brilhante sendo utilizado no teto, friso superior das janelas, barras longitudinais (bem originais por sinal), espelhos retrovisores (com sinalizadores de mudança de direção), além das maçanetas das portas e spoiler traseiro, que alonga o teto na área da terceira coluna, e que com um design muito feliz, contribui para que o modelo da Citroën seja um dos mais jovens e atraentes veículos neste segmento.


São ainda destaques no exterior, as rodas de liga leve de 17 polegadas, onde são instalados pneus de medida 205/55 R17, além dos protetores laterais das portas, bem tradicionais em alguns modelos/versões da marca, os chamados Airbumps. Não poderíamos deixar de referir a harmonia conseguida entre as peças de plástico que percorrem toda a área inferior da carroceria passando pelas caixas de rodas e a área metálica da carroceria, entregando o necessário toque aventureiro ao modelo, e também a elegante “assinatura” na tampa do porta malas através do logo da Citroën de grandes dimensões.

Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos
Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

Interior prático e sem luxos

O acesso ao interior do C4 Cactus nesta versão topo de linha é realizado pelo sistema de abertura e travamento das portas sem chave, abrindo nosso olhar para um habitáculo prático e sem luxos. Apesar da simplicidade, não faltam alguns dos importantes itens de segurança e tecnologia que se exigem a um produto que tem preço de referência a partir de R$ 137.990.


Podemos referir os cintos de segurança dianteiros e traseiros de três pontos com sistema de Isofix e Top Tether, os apoios de cabeça para todas as posições, partida sem chave com botão Start/Stop, regulador e limitador de velocidade, volante de regulagem em altura e profundidade, ar condicionado digital além de todos os vidros elétricos com a função “um toque”.



No acabamento é utilizado o revestimento em couro, tanto nos bancos quanto no volante (com comandos), sendo ainda destaque o bom posicionamento da central multimídia touchscreen de 7”, que disponibiliza as imagens da câmera de ré e fica conectada ao ótimo sistema de áudio com 4 alto falantes e 2 tweeters além de permitir conexão com os sistemas Android Auto e Appe Car Play.


Logo abaixo da tela, fica uma fina área com alguns botões, e o chamado Grip Control, que nada mais é que um botão rotativo que altera parâmetros e ajustes de motor e câmbio de acordo com o terreno escolhido, e exclusividade da versão topo de linha do Cactus.


Já os comandos do ar condicionado são todos digitais e na tela da multimídia, deixando ainda mais limpo a área central do painel.


Além de diversos espaços para objetos no console central, notado ainda o painel de instrumentos digital que se apresenta bem simples, com destaque para a indicação de velocidade numérica e de grandes dimensões.


O habitáculo é confortável e com espaço interessante, especialmente nos lugares da frente, entregando 320L de volume para bagagem no porta-malas, o que é um dos menores do segmento.



Se a simplicidade do interior é observada por nós como uma característica, muito conectada com a essência do modelo, jovem e prática, já a ausência do teto panorâmico ou de um simples teto solar, fica na lista dos itens que pode condicionar na hora da compra, já que falamos da versão mais completa no lineup do modelo no Brasil, um item que amplia muito a sensação de conforto e sofisticação dos modelos e muito buscada pelo público, não por acaso todos os SUVs compactos que aparecem na lista dos mais vendidos no Brasil oferecem versões com este importante acabamento e carroceria. Ainda uma nota positiva para a evolução que observamos no acabamento dos modelos da marca produzidos no Brasil, com uma melhor integração entre as diversas peças, proporcionando menos ruídos além de um isolamento acústico mais eficiente.

Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

O mais dinâmico SUV compacto do mercado brasileiro

Mas é no dinamismo que o C4 Cactus se diferencia positivamente da concorrência. Com um dos melhores conjuntos mecânicos do segmento, esta versão trás o quatro cilindros 1.6 turbo (1598 cm³) de injeção direta, que entrega 173 cv com etanol ou 166 com gasolina nas 6.000 rpm, e torque de 24,5 kgfm com ambos os combustíveis e logo a partir das iniciais 1.400 rpm.


A este ótimo “cartão de visita” se junta um não menos eficiente sistema de transmissão automático de 6 machas da competente marca japonesa Aisin, conjunto de elogiável configuração que permite disponibilidade e dinamismo numa ampla faixa de utilização. Um câmbio de rara inteligência, que interpreta a intensidade do pé direito no acelerador de forma muito eficaz e de modo a proporcionar uma condução não só prazerosa e divertida, mas também muito eficiente.


Em condução urbana ele é capaz de acelerar de forma pronta sem subir muito o giro do motor, o que obviamente vai beneficiar de forma direta o consumo de combustível, já em estrada, a elasticidade e capacidade para entrega de respostas rápidas é motivo para uma sensação de segurança muito agradável.

Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

Ainda com participação direta no bom comportamento do veículo, falamos da suspensão, independente do tipo McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira, conjunto ao qual a engenharia conseguiu realizar um ajuste bem equilibrado entre estabilidade e conforto.


É notória a harmonia do conjunto de molas e amortecedores e toda a estrutura do veículo, com isso o Cactus não perde facilmente o contato com o solo, principalmente em situações de fortes acelerações, sabendo que estamos a falar de um veículo extremamente leve (1214 kg), sendo bem mais “no chão” que seu irmão Peugeot 2008 Turbo (com mecânica idêntica). Esta dinâmica é sentida no deslocamento do peso para a traseira quando tiramos partido da sua capacidade de aceleração, com isso aquela tendência da frente e das rodas direcionais perderem o contato com o chão é bem menos sentido que no modelo da Peugeot, mostrando uma proposta bem mais focada na esportividade no caso do Cactus.


Também contribuindo para a entrega de um produto de ótima dirigibilidade falamos agora da direção de assistência elétrica, que é leve e precisa no dia a dia urbano, entregando também muita eficácia em alta velocidade.


Já em relação aos freios, a Citroën teve o cuidado de evoluir os recursos da versão de acordo com a sua performance, afinal um SUV compacto que é capaz de ir da imobilidade aos 100 km/h em penas 7,3s necessita de itens que façam do pacote uma proposta segura. Assim os freios são naturalmente ABS de disco nas quatro rodas, com os dianteiros ventilados e os traseiros de disco sólido. Com isso o C4 Cactus é muito equilibrado em termos de frenagem, entregando recursos para frear com eficácia nas mais diversas situações em que testamos sua capacidade.



Já que falamos em segurança, e praticamente terminando nosso texto, referir que o pacote de itens tecnológicos é de bom nível, com destaque para os 6 Air Bags (frontais, laterais e cortina), controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, sensor de pressão dos pneus, e ainda o chamado Citroën Advanced Drive que inclui os alertas de saída de faixa e de colisão, com sistema de frenagem automática em caso de não ação do condutor.


Terminamos com a referência ao consumo do C4 Cactus, reiterando que ficou difícil para nós segurar o entusiasmo no dia a dia com o modelo, tal a sua capacidade para entregar reações rápidas. Uma rotina bem divertida que entregou ao final do nosso teste uma média de 10,9 km/l com nosso Cactus abastecido com gasolina e percorrendo o habitual circuito misto que percorre uma quilometragem idêntica, tanto em condução urbana, como em estrada.

Avaliação: Citroën C4 Cactus Shine Pack, é um dos mais atraentes e dinâmicos SUVs compactos

Conclusão do Editor – O Citroën C4 Cactus na versão Shine Pack, topo de linha, é talvez a mais dinâmica proposta entre os modelos disponibilizados para a o mercado brasileiro no segmento de SUVs compactos. Motor e câmbio de muita qualidade e capacidade, e uma estrutura extremamente leve entregam um automóvel de rara capacidade. Já seu design atraente chama a atenção de um publico mais jovem, mais prático, e menos preocupado com luxo, situação observada nos detalhes do interior, limpo de pormenores que nos remetam a sofisticação.


Apesar disso, o C4 Cactus entrega um nível de conforto, tecnologia e conectividade bem interessantes, sendo sua ausência mais notada o teto panorâmico que a Peugeot, por exemplo, disponibiliza em algumas das versões do 2008, seu irmão bem próximo no agora grupo Stellantis.


Definimos o publico do C4 Cactus como alguém de personalidade, que não compra o “carro da moda”, mas que compra um ótimo automóvel quando falando especificamente desta versão. Produto que claramente se distancia do conceito da grande maioria dos modelos no segmento, mas que entrega um nível de esportividade apaixonante.



 

Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio



 

Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente. Utilize a chave PIX - comercial@revistapubliracing.com.br e seja nosso parceiro - O valor, você escolhe!

Conta Jurídica: (ARTUR JORGE SEMEDO, EDIÇÃO DE JORNAIS E REVISTAS).

Se preferir outra forma de contribuição (cartões), acesse aqui


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Testes e Comparativos entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
AEA_SDSEC2024_CARROSSEL_01.png
bottom of page