top of page

Aston Martin retorna a Le Mans para lutar pela vitória geral com o Valkyrie Hypercar


Aston Martin retorna a Le Mans para lutar pela vitória geral com o Valkyrie Hypercar

Aston Martin preparada para entrar na classe Hypercar das 24 Horas de Le Mans de 2025 com o protótipo Valkyrie.


Através do apoio do parceiro vencedor do campeonato de corridas de resistência da Aston Martin, Heart of Racing [HoR], pelo menos um carro de corrida Valkyrie será inscrito pela Aston Martin na classe Hypercar de cada um dos Campeonatos de Endurance, tanto o FIA [WEC] como o IMSA WeatherTech SportsCar Championships [IMSA].


Lawrence Stroll, Presidente Executivo da Aston Martin Lagonda, disse: “O desempenho é a força vital de tudo o que fazemos na Aston Martin, e o automobilismo é a expressão máxima desta busca pela excelência. Estamos presentes em Le Mans desde os primeiros dias e, através desses esforços gloriosos, conseguimos vencer Le Mans em 1959 e fomos vencedores de nossa classe em 19 vezes nos últimos 95 anos. Agora voltamos ao cenário daqueles primeiros triunfos com o objetivo de escrever uma nova história com um protótipo de corrida inspirado no carro de produção mais rápido que a Aston Martin já construiu.
Aston Martin retorna a Le Mans para lutar pela vitória geral com o Valkyrie Hypercar

“Além da nossa presença no Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA, o retorno da Aston Martin ao topo das corridas de resistência nos permitirá construir uma conexão mais profunda com nossos clientes e comunidade, muitos dos quais encontraram sua paixão pela marca através de nosso passado de sucesso em competições como Le Mans. E, claro, a complexa base de conhecimento que estamos construindo através da nossa equipe de F1 são dados que a Aston Martin Performance Technologies pode aproveitar para aprimorar ainda mais as capacidades do carro de corrida Valkyrie em Le Mans, no WEC e no IMSA. Da mesma forma que a aprendizagem que obtemos através da competição de resistência irá alimentar diretamente os nossos programas de automóveis de estrada, melhorando ainda mais o desempenho final dos nossos produtos. Gostaria de agradecer a Gabe Newell e à Heart of Racing pela parceria com a Aston Martin neste programa e estou ansioso por trabalhar com ele e com a equipa enquanto almejamos o sucesso na maior corrida de resistência do mundo”

As corridas de carros estão no DNA da Aston Martin. O seu nome é sinónimo de glória nas corridas de resistência, com a estreia da marca em Le Mans apenas cinco anos depois da corrida ter sido disputada pela primeira vez em 1923. Desde então, os carros adornados com as famosas Asas conquistaram nada menos que 19 vitórias nas classes em que competiram no mundialmente famoso evento francês , incluindo o triunfo geral na corrida de 1959 com o icônico DBR1 pilotado por Roy Salvadori (GBR) e Carroll Shelby (EUA).

No total, mais de 240 pilotos correram com Aston Martins em Le Mans nos últimos 95 anos, em 27 combinações diferentes de chassis e motores, em praticamente todas as épocas. Assim, no ano em que a marca celebra o seu 110º aniversário, faz todo o sentido anunciar o seu regresso à maior corrida de resistência do planeta, com a expressão máxima do hipercarro mais potente alguma vez concebido.


O Valkyrie AMR Pro foi originalmente projetado e desenvolvido para atender aos regulamentos de hipercarros LMH e agora a Aston Martin Performance Technologies, situada no recém-construído AMR Technology Campus, localizado junto à sede da equipe Aston Martin Aramco Cognizant Formula One em Silverstone, começou a tarefa de desenvolver uma versão protótipo de competição do Valkyrie para corridas dentro de uma janela pré-definida de aerodinâmica e desempenho de potência que lhe dê paridade com sua competição direta no WEC. Será então homologado para as classes WEC Hypercar e IMSA GTP antes da temporada de 2025.


O chassi do Valkyrie usará uma versão modificada do sensacional motor V12 de 6,5 litros de aspiração natural construído pela Cosworth, que na forma padrão atinge 11.000 rpm e desenvolve mais de 1.000 cv. A unidade de potência será aprimorada ainda mais para incorporar os requisitos críticos de equilíbrio de desempenho da classe Hypercar e desenvolvida para suportar os rigores das competições de longa distância. Tal como acontece com o carro de corrida Valkyrie AMR Pro, o sistema híbrido elétrico-bateria que aparece nas especificações de estrada Valkyrie está ausente do carro de corrida.


Fundada em 2014 pelo empresário e filantropo americano Gabe Newell, a The Heart of Racing é uma instituição de caridade que arrecada dinheiro para o Fundo de Pesquisa em Cardiologia Infantil de Seattle (entre outras causas nobres). A equipe HoR sediada nos EUA foi concebida em 2020 e tem parceria com a Aston Martin desde o seu início, competindo predominantemente com o bem-sucedido Vantage GT3 nas duas classes GTD da IMSA.


Ian James, chefe da equipe Heart of Racing, disse: “É um privilégio poder trazer a Aston Martin de volta ao topo das corridas de resistência com o Heart of Racing. Nossa equipe cresceu exponencialmente desde que começamos a correr com aquelas famosas asas em Daytona em 2020. Entendemos e estamos alinhados com o espírito da marca e desenvolvemos nossos próprios sistemas e tecnologias para extrair o máximo desempenho dos carros com os quais competimos. Nosso conhecimento da Valkyrie é forte e trabalhamos em estreita colaboração com ela por meio de nossos programas de ativação de clientes há dois anos.


Também anunciado hoje o compromisso da Aston Martin em construir e preparar carros GT3 e GT4 totalmente novos, baseados na plataforma Vantage, que estarão em conformidade com todos os conjuntos de regras GT existentes, incluindo o novo LMGT3 de 2024 que substituem a classe GTE de saída no WEC.


Este novo GT Challenger, que deverá competir no WEC, IMSA e GT World Challenge Series administrado pela SRO, bem como em vários campeonatos regionais internacionais, estará disponível para os parceiros existentes da Aston Martin Racing e clientes em potencial comprarem e competirem já para o início da temporada de corridas de 2024.


A introdução de um novo carro de corrida GT encerra um capítulo notável na história da Aston Martin Racing com a atual geração do Vantage, indiscutivelmente o carro de corrida de maior sucesso que a Aston Martin já produziu. Desde a sua estreia em 2018, o Vantage GTE registou quatro títulos mundiais, incluindo duas coroas de pilotos, uma de construtores e uma de equipas, bem como três vitórias na 24 Horas de Le Mans.


Adam Carter, chefe de Endurance Motorsport da Aston Martin, disse: “Hoje marca o início de um novo capítulo para a Aston Martin nas corridas de resistência. Como fabricante a Aston Martin tem um histórico consistente de sucesso em campeonatos mundiais e através dos esforços do Heart of Racing também agora no IMSA. O Valkyrie nos leva de volta ao topo das corridas de carros esportivos de Endurance e, junto com nossos parceiros, estamos absolutamente confiantes de que podemos entregar um carro de corrida com potencial e capacidade para lutar ao lado de máquinas de referência. Ser capaz de fazer isso em cooperação com uma operação comprovadamente vencedora de campeonatos, como a Heart of Racing, garante que temos tudo o que precisamos para competir em uma plataforma competitiva. É um programa fascinante, dado que este é o único hipercarro da classe com sinergias diretas com o seu homólogo de estrada, mas o conceito Valkyrie sempre teve a intenção de romper fronteiras, e agora temos a oportunidade de mostrar o que ele pode fazer num acompanhar. Ao confirmar também o compromisso da Aston Martin com um novo desafiante GT3 e GT4, sinalizamos a nossa intenção de competir pela vitória em todos os níveis das corridas de automóveis desportivos, agora rumo ao futuro.”

 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Comments


350x250.gif
300.250.png
AEA_SDSEC2024_CARROSSEL_01.png
bottom of page