Revista Publiracing

O Projeto BY da Volkswagen que nunca ganhou as ruas

Uma das maiores lendas da indústria automobilística brasileira, o projeto de código interno BY tem gerado discussão há mais de trinta anos. Ela é a única a restar do desenvolvimento do modelo, e permaneceu guardada na Anchieta desde o cancelamento do projeto, em 1987.

 

A proposta era ter um novo veículo de entrada para a marca no País, menor do que o Gol, do qual herdava a parte dianteira da carroceria (da coluna central “B” para a frente). Mas com alguns recursos mecânicos e de construção mais modernos, à frente de seu tempo.

 

O projeto não tinha calha de teto, por exemplo – solução que no futuro se tornaria padrão para todos os veículos do mercado. Seu para-brisa seria colado à carroceria, como é o padrão atual de construção.

 

Para preservar a capacidade do porta-malas, o banco traseiro seria corrediço. Esse recurso foi aplicado ao Fox, que seria lançado em 2003. Além disso, a suspensão traseira tinha elementos do Fox exportado aos EUA, com pontos de ancoragem diferentes dos do Gol, para não invadir o compartimento traseiro.

O desenho desproporcional, uma das causas do cancelamento do projeto, era uma decorrência do motor utilizado: o mesmo AP 1.600 da “Família BX” (Gol, Voyage, Parati e Saveiro).

 

Alguns outros fatores levaram ao seu cancelamento: o custo de produção, que se tornou elevado por causa das soluções técnicas (em especial a suspensão traseira) e a proximidade do nascimento da Autolatina.

E assim o BY entrou para a história das lendas.

 

Para publicidade, patrocínio ou parcerias na seção Automóveis entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Please reload

Please reload

Rádio Sore Rodas