Revista Publiracing

Mustang Mach-E, o novo SUV elétrico que propõe um novo conceito para o histórico nome

A Ford apresentou em Los Angeles, nos EUA, o Mustang Mach-E, novo SUV elétrico que traz o famoso “muscle car” para a era da eletricidade – a primeira ampliação da família Mustang em 55 anos, usando os mesmos conceitos que inspiraram a criação do cupê esportivo mais vendido do mundo.

 

Quando foi lançado em 1964, o primeiro Mustang rapidamente conquistou o mundo e passou a representar o melhor do espírito americano: liberdade, progresso e alto desempenho com um toque de rebeldia. Agora, ele está pronto para reinventar essas ideias e criar um futuro elétrico poderoso, com atualizações sem fio que permitem continuar aprimorando o veículo para atender as crescentes necessidades dos clientes.

 

“No primeiro Salão de Detroit, Henry Ford disse que estava trabalhando em algo que teria o impacto de um raio”, disse Bill Ford, presidente do Conselho da Ford. “Era o Modelo T. Hoje, a Ford se orgulha de novamente apresentar um carro que tem a potência de um raio: o novíssimo Mustang Mach-E elétrico. Um carro rápido, divertido e um símbolo de liberdade para a nova geração de fãs do Mustang.”

 

Desenvolvido em um edifício centenário a alguns quarteirões da primeira fábrica de Henry Ford em Detroit, o Mustang Mach-E nasceu de um projeto totalmente centrado nas necessidades e desejos dos consumidores. O resultado é um SUV bonito e elegante, que proporciona uma direção inspirada e traz o estado da arte da tecnologia de conectividade, que permite atualizações para se tornar ainda melhor com o tempo.

 

O Mustang Mach-E chega ao mercado norte-americano no final de 2020, com as opções de bateria padrão ou de longo alcance e tração traseira ou nas quatro rodas, acionada por motores de ímã permanente. Com bateria de longo alcance e tração traseira, o Mach-E terá um autonomia de pelo menos 480 km (padrão EPA). Na versão com tração integral, terá uma potência estimada de 336 cavalos e torque de 57 kgfm, com aceleração de 0 a 100 km/h mais rápida que a versão básica do Porsche Macan.

 

A Ford vai oferecer também duas versões especiais de performance do SUV. O Mustang Mach-E GT deve acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos – mais rápido que um Porsche Macan Turbo. Já o GT Performance Edition deve chegar aos 100 km/h em cerca de 3 segundos, mesmo tempo de um Porsche 911 GTS. Ambos os modelos GT terão uma potência estimada de 465 cv e torque de 84,6 kgfm.

“O Mustang Mach-E acaba com a noção de que os veículos elétricos são bons apenas para reduzir o consumo de combustível”, diz Hau Thai-Tang, diretor de Desenvolvimento do Produto e Compras da Ford. “As pessoas querem um carro que seja emocionante de dirigir, que seja lindo e possa se adaptar facilmente ao seu estilo de vida. O Mustang Mach-E oferece tudo isso com um estilo incomparável.”

 

A Ford iniciou um programa de reserva do Mustang Mach-E pela internet, disponível para clientes na América do Norte e na Europa mediante um depósito de 500 dólares (Mustang Mach-E reservation site). O veículo terá também uma edição inicial limitada, a First Edition, com tração integral, autonomia estendida e detalhes de estilo diferenciados, como pinças de freio pintadas de vermelho. O Mach-E GT também já pode ser reservado para entrega a partir do segundo trimestre de 2021.

 

Além de aceleração empolgante, o Mustang Mach-E poderá ser equipado com as novas pinças de alumínio Flexira, da Brembo, que combinam a funcionalidade de uma pinça fixa com as dimensões de uma pinça flutuante. O GT Performance Edition é equipado também com a tecnologia de suspensão adaptativa MagneRide Damping System, que proporciona uma rodagem emocionante e confortável com excepcional estabilidade.

 

Um novo significado para “eletrizante”

 

O Mustang Mach-E tem três modos de direção – Whisper (“Sussurro”), Engage (“Engajado”) e Unbridled (“Desenfreado”) –, cada um com uma dinâmica de direção diferente para proporcionar uma experiência sensorial única. Seus recursos permitem personalizar as respostas do veículo, como controles de direção mais esportivos, iluminação ambiente e sons ajustados para uma experiência elétrica autêntica, além de animações no painel que acompanham o estilo de dirigir do motorista.

 

O veículo terá como opção um inédito sistema de tração nas quatro rodas (eAWD) que pode distribuir o torque nos eixos dianteiro e traseiro de forma independente, proporcionando aceleração impressionante e uma condução mais refinada. O sistema foi rigorosamente testado para aumentar o controle em condições escorregadias, em terreno molhado e na neve. O Mach-E é o primeiro veículo de série tunado pela equipe da Ford Performance usando o simulador de corrida da marca na Carolina do Norte, EUA.

 

“O Mach-E cria uma experiência de direção única, seja se você realmente quiser sentir todo o seu desempenho ou procura a atmosfera tranquila de um veículo elétrico, mantendo a inconfundível sensação de liberdade do Mustang”, diz Ted Cannis, diretor da Linha de Produtos Enterprise e Eletrificação Global da Ford.

Tecnologia adaptada ao estilo de vida

O Mach-E marca também a estreia da central multimídia SYNC de nova geração da Ford, com uma interface elegante e moderna que usa o aprendizado de máquina para conhecer rapidamente as preferências do motorista e receber atualizações sem fio. O novo SYNC tem tela de 15,5 polegadas e uma interface simples que substitui os menus complicados, controlada por toque como os smartphones.

 

“O SYNC de nova geração começa a se adaptar a você assim que você começa a usá-lo, aprendendo rapidamente as suas preferências e fazendo sugestões personalizadas”, diz Darren Palmer, diretor global de Veículos Elétricos da Ford. “Ele pode sugerir ir para a academia se aprender que segunda-feira é dia de treinar ou ligar para casa se você fizer isso todos os dias depois do trabalho. É um assistente conectado na nuvem, com interface intuitiva, bonita e pronta para o futuro graças às atualizações rápidas sem fio.”

 

Assim como o SYNC de nova geração, o Mach-E é capaz de receber atualizações sem fio para melhorar o desempenho do veículo ou mesmo adicionar recursos totalmente novos.

 

Uma nova maneira de ver o Mustang

Usando a nova arquitetura elétrica da Ford, com baterias instaladas na parte inferior do veículo, os engenheiros e designers da Ford criaram um SUV que não só é fiel ao Mustang como otimiza o espaço para cinco passageiros e bagagem.

 

“Graças aos avanços na tecnologia de baterias, o Mustang Mach-E é o tipo de carro que empolga as pessoas ao dirigir, com uma silhueta esportiva e incrível, raramente vista em SUVs”, diz Ron Heiser, engenheiro-chefe do programa.

 

O Mach-E é instantaneamente reconhecido como um Mustang, graças a elementos de assinatura como o capô longo e poderoso, o design da traseira, os faróis agressivos e as lanternas traseiras de três barras. O design inteligente cria um espaço surpreendente no banco traseiro e no porta-malas.

Junto com o novo sistema de propulsão, o Mach-E traz outra surpresa sob o capô: um compartimento de carga com dreno. Com 136 litros, ele oferece espaço suficiente para acomodar uma mala de mão. E, por ter um dreno, pode-se usá-lo para transportar gelo e manter as bebidas favoritas geladas – perfeito para um passeio na praia.

Por dentro do Mach-E

Para realmente aproveitar o espaço extra liberado pela eletrificação, os designers da Ford trabalharam extensivamente com os clientes para entender como eles preferem usar o interior do veículo. O SUV foi projetado para acomodar confortavelmente cinco adultos, com muito espaço para os amigos, crianças e bagagem.

 

O porta-malas traseiro do Mach-E tem 821 litros, que com o banco traseiro rebaixado chegam a 1.687 litros – espaço mais que suficiente para acomodar bagagem, equipamentos de camping e outros tipos de carga.

 

Em toda a cabine, o design do Mach-E faz uma fusão de modernidade e elegância com funcionalidade inteligente. Os alto-falantes premium da Bang & Olufsen, opcionais, são perfeitamente integrados ao painel, flutuando sobre as saídas de ar como uma barra de som. O apoio de braço flutuante e articulado abriga também um compartimento para bolsa ou carteira. Elementos de design tradicionais do Mustang, como o painel de duplo domo, também estão presentes no interior.

 

Até o teto solar panorâmico de vidro fixo, opcional, tem um segredo: um revestimento especial no vidro com proteção contra raios infravermelhos ajuda a manter o interior mais fresco no verão e mais quente no inverno. Uma camada interna no vidro também ajuda a proteger contra raios UV.

 

Entrar e dar partida no veículo também é fácil com a tecnologia “Phone as a Key” (“Telefone como Chave”) que estreia na linha Ford com o Mustang Mach-E. Por meio do Bluetooth, o veículo detecta o smartphone do motorista quando ele se aproxima e destrava o Mach-E, permitindo que ele comece a dirigir sem precisar tirar o celular do bolso ou usar a chave. Há também um código de segurança que pode ser inserido na tela do veículo se a bateria do telefone acabar.

Soluções simples de recarga

O Mustang Mach-E será oferecido com a opção de duas avançadas baterias de íons de lítio: com autonomia padrão (bateria de 75,7 kWh de 288 células) ou autonomia estendida (bateria de 98,8 kWh de 376 células), esta última com capacidade de pelo menos 480 km no padrão EPA, com tração traseira.

 

A bateria do Mach-E foi projetada para facilitar a fabricação e fica instalada no piso entre os dois eixos do veículo. Testada em temperaturas extremas de 40°C negativos, ela fica alojada em um compartimento à prova d’água e protegido para absorção de impactos. Conta também com um sistema de arrefecimento por líquido para otimizar o desempenho em condições climáticas extremas e melhorar os tempos de recarga.

 

Os usuários típicos de veículos elétricos realizam 80% da recarga em casa. A Ford oferece uma estação de recarga, a Ford Connected Charging, que adiciona em média 51 km de autonomia por hora de carregamento em uma tomada de 240 V, usando uma bateria de alcance estendido e tração traseira. O carregador móvel Ford, incluído no veículo, adiciona em média 35 km de autonomia por hora de carregamento em uma tomada de 240 V. A Ford fez uma parceria com a Amazon Home para facilitar a instalação da estação na casa do cliente, com eletricistas licenciados.

 

O sistema de navegação do veículo permite localizar estações públicas de recarga em viagens e indica os pontos mais convenientes para que o motorista não precise se preocupar com a autonomia.

 

A Ford também facilita a recarga do veículo em trânsito, dando aos clientes acesso à maior rede pública de carregamento dos EUA, a FordPass Charging Network, com mais de 12.000 estações (e mais de 35.000 plugues).

Usando uma estação de carga rápida em corrente contínua de 150 kW, o Mustang Mach-E com bateria de autonomia estendida e tração traseira pode ganhar uma autonomia de cerca de 75 km em 10 minutos. O Mustang Mach-E com autonomia padrã pode atingir até 80% da carga em cerca de 38 minutos usando uma estação de carga rápida.

 

Informações gentilmente cedidas pela Ford

 

Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Automóveis entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Please reload

Please reload

Rádio Sore Rodas