Revista Publiracing

Labace 2019: Embraer leva jatos executivos Praetor 500 e Praetor 600

No mês em que celebra 50 anos de história, a Embraer apresentará seus novos jatos executivos Praetor 500 e Praetor 600 pela primeira vez na LABACE, maior feira de aviação executiva da América Latina. Os Praetors, mais novos lançamentos da Embraer, são as aeronaves tecnologicamente mais avançadas em suas categorias e estarão expostas de 13 a 15 de agosto no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

 

O Praetor 500 é um jato médio com alcance intercontinental de 3.250 milhas náuticas (6.019 km) e capacidade de até nove passageiros, sendo capaz de partir de São Paulo para qualquer cidade na América do Sul ou ir à Europa ou Estados Unidos com uma única parada. Já o Praetor 600 é um jato supermédio, com capacidade de até 12 passageiros, com alcance intercontinental de 4.018 milhas náuticas (7.441 km), o maior entre os seus pares, o que permite realizar voos sem escalas entre São Paulo e Miami (EUA), entre Rio de Janeiro e Fort Lauderdale (EUA), ou entre Madri (Espanha) e Recife.

 

“Com um desempenho sem precedentes, nossos novos jatos apresentam uma versatilidade única no mercado. O Praetor 600, por exemplo, é o único da categoria que consegue decolar e pousar tão curto e voar tão longe, fazendo São Paulo-Miami sem escalas. Além disso, ambos os modelos oferecem uma experiência ao cliente sem precedentes nos seus respectivos segmentos”, afirma Gustavo Teixeira, Diretor de Vendas da Embraer Aviação Executiva para a América Latina. “Com design e ergonomia superiores, o jato proporciona um voo mais confortável e a melhor altitude de cabine (5.800 pés) de sua classe, bem como um voo mais suave graças à redução de turbulência baseada na tecnologia full fly-by-wire da Embraer. A conectividade de Internet de alta velocidade está entre os atributos que propiciam mais produtividade e conforto aos nossos clientes”, acrescenta.

Destaques no mercado brasileiro

 

Além de uma importante participação no mercado mundial, com entregas que ultrapassam os 1.400 jatos executivos, a Embraer tem uma presença preponderante no mercado brasileiro. Nos últimos 10 anos, de cada dois jatos executivos entregues no Brasil, um foi fabricado pela Embraer. Essa frota, espalhada por todo o país, tem uma alta taxa utilização: em média, a cada 20 minutos decola no Brasil um avião executivo produzido pela Embraer, o que demonstra como o portfólio de produtos da empresa atende às necessidades dos mais variados perfis de cliente brasileiro, trazendo ganhos contínuos de produtividade.

 

“O jato executivo é uma ferramenta de produtividade imbatível, por esse motivo projetamos nossos aviões para fornecer aos empreendedores e empresários da região a flexibilidade desejada que permitem a eles alcançar muito mais destinos, chegando onde e quando precisam, com conectividade total durante o voo, evitando perda de tempo nos tradicionais gargalos da infraestrutura aeroportuária comercial da região, permitindo assim que façam mais negócios e tragam mais retorno para suas empresas e empreendimentos”, explica.

 

Aviões em exposição estática

Além das novas aeronaves Praetor, a Embraer também exibirá os seus jatos Phenom 100EV, correspondente à terceira geração do consagrado Phenom 100, que é o jato executivo de maior sucesso na história da aviação executiva brasileira, e o Phenom 300E, jato leve líder global de vendas da última década, com mais de 500 unidades em operação em 30 países. Como parte das comemorações de 50 anos, a Embraer também exibirá o pioneiro Bandeirante, avião turboélice bimotor que levou à criação da Companhia, em 19 de agosto de 1969, para sua produção em série.

 

Serviços & Suporte

 

Novamente neste ano, a área de serviços da Embraer levará à LABACE o Espaço TechCare com um conjunto de soluções eficientes de suporte para proporcionar a melhor experiência no pós-venda a clientes, que também podem contar com uma rede de centros de serviços próprios e autorizados espalhados pela América Latina e uma central de atendimento que funciona todos os dias da semana, 24 horas por dia.

 

A Oficina de Interiores, localizada no Centro de Serviços de Sorocaba, exibirá seu novo showroom com acessórios para personalização de aeronaves, com amostras de materiais, modificações já executadas e um aplicativo que permite testar e validar previamente várias configurações de interiores dos jatos. Para oferecer uma experiência surpreendente a clientes, a Embraer conta com duas parcerias estratégicas na América Latina: a EDO (Embraer Design Operations) traz o melhor em designs internos e externos dos jatos executivos e a F/LIST Brasil é especialista na produção de interiores de alto padrão.

 

SOBRE AS AERONAVES

 

Praetor 500

Alcance: 3.250 milhas náuticas (6.019 km)

Ocupação máxima: 7 a 9 passageiros

Preço básico: US$17 milhões

 

Praetor 600  

Alcance máximo: 4.018 milhas náuticas (7.441 km)

Ocupação máxima: 8 a 12 passageiros

Preço básico: US$21 milhões

 

Phenom 100EV 

Alcance máximo: 1.178 milhas náuticas (2.182 km)

Ocupação máxima: 4 a 7 passageiros

Preço básico: US$4,5 milhões

 

Phenom 300E 

Alcance máximo: 1.971 milhas náuticas (3.650 km)

Ocupação máxima: 6 a 10 passageiros

Preço básico: US$9,45 milhões

Bandeirante

O Bandeirante foi o avião que originou a criação da Embraer, em 1969. O bimotor começou a ser desenvolvido em junho de 1965, pela equipe chefiada pelo engenheiro Ozires Silva, em parceria com o CTA (Centro Técnico Aeroespacial). Sua criação permitiu liderar o desenvolvimento da aviação regional global, impulsionando a indústria aeronáutica brasileira ao início de uma história de sucesso que permitiu transformar ciência e tecnologia em engenharia e capacidade industrial, hoje reconhecidas em todos os continentes nos quais voam os aviões fabricados pela Embraer.

 

Para a construção do primeiro protótipo, decorreram três anos e quatro meses, entre os primeiros estudos preliminares e o voo inaugural. Para isso, foram gastos 110 mil horas de projeto, tendo sido executados 12.000 desenhos de fabricação, 22.000 horas de cálculo estrutural e aerodinâmico e 282.000 horas de fabricação do avião e do seu ferramental. Ao longo de mais de duas décadas, a Embraer produziu e entregou 498 aviões Bandeirante em diversas configurações civis e militares. Atualmente, cerca de 150 aeronaves estão em operação em linhas aéreas, táxi-aéreos, entidades governamentais e Forças Aéreas nas Américas, Ásia, Africa, Europa e Oriente Médio.

A Revista Publiracing vai acompanhar o maior evento da aviação executiva realizado na América do Sul, que vai ser realizado no aeroporto de Congonhas entre os dias 13 e 15 de Agosto.  

 

Para publicidade e parcerias na seção de Automobilismo entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Please reload

Please reload

Rádio Sore Rodas
Aleph Bank - Abra agora sua conta