Revista Publiracing

Grupo BMW tem sexto ano consecutivo de resultados globais positivos com suas três marcas

O BMW Group alcançou em 2016, pelo sexto ano consecutivo, recorde de vendas. Com esses resultados positivos, o grupo manteve a sua posição de maior empresa de carros premium do mundo com somando suas três marcas - BMW, MINI e Rolls-Royce. Com um crescimento estável ao longo de todo o ano, a empresa vendeu um total de 2.367.603 veículos em todo o mundo, um aumento de 5,3% no comparativo com o ano anterior.

 

"À medida que nossa linha de modelos se expandiu, nossas vendas também estão crescendo", comentou dr. Ian Robertson, membro do Conselho de Administração da BMW AG, responsável pelas vendas e marketing da BMW, durante o Salão Internacional do Automóvel de Detroit. "Apesar das adversidades em alguns mercados, nossa política de vendas globais equilibradas valeu a pena, pois aumentamos nossas vendas em todo o mundo, mês a mês", explicou. “As vendas de nossos veículos elétricos têm sido particularmente positivas, com mais de 62 mil unidades entregues em 2016. Estou confiante de que podemos continuar crescendo de maneira rentável em 2017", finalizou o executivo.

 

Em 2016, a marca BMW alcançou um novo recorde de vendas com mais de dois milhões de veículos comercializados no ano inteiro. Um total de 2.003.359 veículos da marca BMW foram vendidos em todo o mundo, 5,2% a mais do que no ano anterior. A tendência mundial para aumentar as vendas de SUV foi refletida pelo sucesso contínuo da família de BMW X: de cada três BMW’s vendidos, um representava a linha X.

 

Um total de 644.992 modelos BMW X foram entregues em 2016, um aumento de 22,3% no comparativo com 2015. Outros pontos positivos do ano foram os desempenhos do BMW Série 2 (196.183 / + 24,8%) e o emblemático BMW Série 7, que viu suas vendas aumentarem em 69,2%, totalizando 61.514. O novo BMW Série 5, que será lançado em fevereiro, deverá contribuir de maneira significativa para o crescimento das vendas em 2017.

 

As vendas de veículos elétricos da BMW totalizaram 62 mil em 2016, com os números crescendo fortemente ao longo do ano à medida que outros modelos foram adicionados ao line-up. O BMW Group agora oferece um total de sete veículos elétricos, o mais amplo do setor. "Os novos modelos claramente impulsionaram nossas vendas e 2016 foi um ano em que a eletro-mobilidade cresceu mais rapidamente em mercados que apoiam ativamente a aceitação de novas tecnologias”, explica Dr. Ian Robertson. Com o lançamento dos novos BMW Série 5 e do MINI Countryman plug-in híbridos nos próximos meses, o BMW Group terá nove veículos elétricos em seu portfólio, o que deve gerar vendas na casa das 100 mil unidades em 2017.

MINI – o ano de 2016 foi o primeiro completo de vendas da MINI após o reposicionamento da marca em 2015 e também o que trouxe melhores resultados, com um total de 360.233 veículos entregues aos clientes, um aumento de 6,4% no comparativo com o ano anterior. "Esses resultados mostram que a MINI está no caminho certo, com os nossos novos modelos Cabrio e Clubman sendo os maiores impulsionadores do crescimento", disse Peter Schwarzenbauer, membro do Conselho de Administração da BMW AG, responsável pela MINI, BMW Motorrad e Rolls-Royce. "Agora, no início de 2017, vamos introduzir o novo MINI Countryman no mercado, um dos modelos mais importantes da marca, com a versão elétrica no verão do hemisfério norte. Isso completará a revisão da linha MINI e estou confiante de que veremos as vendas crescerem ainda mais nos próximos 12 meses ", projetou Schwarzenbauer.

 

Rolls-Royce - a marca anunciou vendas expressivas em um contexto de condições de mercado mais desafiadoras. Foram vendidas 4.011 unidades, um crescimento de 6%. Fortes vendas foram relatadas em todo o mundo, exceto no Oriente Médio, onde as vendas do setor de luxo como um todo foram impactadas por uma queda. O crescimento das vendas foi alcançado pelo sucesso estável do Wraith e Ghost, complementados pelo bem-sucedido lançamento do Dawn e a estreia do Wraith Black Badge e do Ghost Black Badge. Destaque para a sétima geração do Phantom, que manteve seu status como o bem de luxo mais desejável do mundo, desfrutando de uma demanda excepcional em seu último ano de produção, lançando as bases para seu tão aguardado sucessor.

As vendas anuais de BMW e MINI na Europa superaram a marca de um milhão pela primeira vez, com um total de 1.091.192 veículos entregues aos clientes em 2016, um aumento de 9,2%. Todos os mercados da região contribuíram para essa cifra recorde, com muitos com crescimento de dois dígitos. As vendas da BMW e da MINI na Itália cresceram 17,7% (83.750), enquanto a Espanha registou um aumento de 21% (55.096). Além disso, mais de um quarto de milhão de BMW e MINI’s foram entregues a clientes no Reino Unido, onde as vendas subiram 9,2% em relação ao ano anterior.

As vendas da BMW e da MINI na Ásia também tiveram um forte crescimento em 2016, com um total de 745.784 veículos entregues, consolidando um crescimento de 9% quando comparado a 2015. A China Continental registrou um crescimento de 11,3%, com um total de 516.355 veículos comercializados. Essa é a primeira vez que mais de meio milhão foram vendidos na China em um único ano. Muitos outros mercados da região atingiram um forte crescimento em 2016: Japão (74.935/ +8,3%) e Coreia do Sul (58.500/ + 7,2%) são alguns exemplos.

 

As vendas de veículos BMW e MINI em todo o ano nas Américas foram 7,2% menores do que o recorde alcançado em 2015, com um total de 458.982 unidades entregues aos clientes neste ano. Enquanto o Canadá obteve crescimento de 6,1% (44.621) e as entregas no México subiram 15,4% (34.670), as condições de mercado excepcionalmente competitivas nos EUA tiveram queda de 9,7% (365.204).

Please reload

November 17, 2019

Please reload

Rádio Sore Rodas
Aleph Bank - Abra agora sua conta