Revista Publiracing

Após acordo em que pagará US$ 205,5 milhões, Embraer reitera todas suas estimativas financeiras e de entregas para 2016

 Como principais destaques dos números apresentados pela Embraer e referentes ao 3º trimestre de 2016 (3T16), a Embraer entregou 29 aeronaves comerciais e 25 executivas (sendo 13 jatos leves e 12 grandes);

 

A carteira de pedidos firmes (backlog) terminou o trimestre em US$ 21,4 bilhões, número ligeiramente menor que os US$ 21,9 bilhões do 2T16;

 

A Receita líquida atingiu R$ 4.913,4 milhões no 3T16, aumento de 7% em relação ao mesmo período de 2015, principalmente devido ao crescimento de receitas dos segmentos de Aviação Comercial e de Defesa & Segurança;

 

A Margem bruta consolidada atingiu 18,8%, acima dos 17,6% registrados no mesmo trimestre do ano anterior.

 

No 3T16, a Companhia provisionou R$ 18,0 milhões adicionais em Outras despesas operacionais, relacionados ao encerramento da investigação sobre alegação de não conformidade com o U.S. Foreign Corrupt Practices Act (FCPA), além de uma provisão de R$ 384,4 milhões, relacionada aos custos atrelados à primeira fase do programa de demissões voluntárias (PDV).

 

As margens EBIT e EBITDA ajustadas, excluindo-se o impacto de ambas as provisões, atingiram 6,2% e 12,3%, respectivamente no 3T16. O EBIT e o EBITDA ajustados ficaram em R$ 306,0 milhões e R$ 606,7 milhões, respectivamente.

 

O prejuízo líquido atribuído aos acionistas da Embraer, que foi de R$ 111,4 milhões e o Prejuízo por ação foi de R$ 0,1526 no 3T16.

 

Lucro líquido ajustado, excluídos o Imposto de renda e contribuição social diferidos relacionado ao impacto da variação cambial sobre os ativos não monetários e também as provisões mencionadas anteriormente, foi de R$ 255,9 milhões no 3T16. O Lucro por ação ajustado foi de R$ 0,3508 no 3T16.

 

Referencia ainda para o fato de a Embraer ter divulgado no dia 24 de outubro de 2016 os termos do acordo para o encerramento da investigação pelas autoridades norte-americanas e brasileiras das acusações de ter pago propina para conseguir contratos para a venda de aeronaves nos EUA. Como parte do acordo, a companhia pagará US$ 205,5 milhões a essas autoridades.  Além disso, uma vez cumpridas as disposições acordadas, no prazo determinado, nenhuma acusação mais contra a Embraer será formalizada.

Please reload

Please reload

Rádio Sore Rodas
Aleph Bank - Abra agora sua conta