top of page

WRC: Evans lidera após sexta feira demolidora em Portugal


WRC: Evans lidera após sexta feira demolidora em Portugal

Elfyn Evans dominou a etapa de abertura do duríssimo Vodafone Rally de Portugal para liderar a prova na frente do companheiro de equipe da Toyota Gazoo Racing, Kalle Rovanperä.


Evans venceu quatro das oito especiais em seu GR Yaris para liderar na frente do seu colega finlandês, com uma vantagem de 13,6 segundos após quase 125 km de ação.


O piloto da Toyota sem dúvida foi beneficiado por uma posição de largada após a passagem dos primeiros carros, o que representou um benefício através de uma melhor aderência em estradas limpas pelos primeiros pilotos.


Evans rebaixou Thierry Neuville, que liderou após a curta especial de quinta-feira à noite nas ruas de Coimbra, com uma vitória na especial de abertura do dia, no entanto foi impotente para deter Sébastien Loeb, que vinha com uma vantagem de 0,5 segundos e parecia largar para mais um momento de brilhantismo nas estradas portuguesas.

WRC: Evans lidera após sexta feira demolidora em Portugal
WRC: Evans lidera após sexta feira demolidora em Portugal

No entanto, Loeb bateu seu Ford Puma contra uma parede a poucos metros do inicio de uma especial, com isso, Evans voltou para o comando da prova após um dia demolidor para carros e pilotos.


“Eram condições bastante extremas”, disse ele. “Todo mundo estava tentando escolher um caminho e até certo ponto era uma loteria, mas, é claro, você também tem que tentar pilotar o mais rápido possível. Você sempre pode dizer que poderia ter ido mais rápido, mas ainda estaria aqui?”


O segundo estava além das esperanças de Rovanperä. “Estávamos pegando muita poeira no carro. Às vezes eu realmente não conseguia respirar ou ver nada”, ele sorriu.


O estreante da temporada, Dani Sordo, foi o terceiro em um Hyundai i20, meio minuto atrás. O espanhol tem 5,2 segundos de vantagem sobre Takamoto Katsuta em outro GR Yaris.

WRC: Evans lidera após sexta feira demolidora em Portugal

Já Sébastien Ogier que estava a caminho de completar um grande dia para a Toyota Gazoo Racing ao levar seu GR Yaris para o terceiro lugar acabou por ter dois furos que deixaram o francês na beira da estrada sem mais rodas sobressalentes a bordo, impossibilitando o francês de continuar.


Também por duas vezes Gus Greensmith teve um pneu saindo do aro da roda do seu Ford Puma. Seu progresso foi ainda mais sufocado quando a poeira encheu o cockpit, mas o britânico perseverou para manter o quinto lugar, a um minuto da liderança.


Se sexta-feira foi difícil, sábado é ainda mais assustador. Quase metade da distância competitiva do rali está concentrada em duas passagens pelas três especiais na Serra da Cabreira. As tripulações têm uma trégua na área de serviço no meio da perna e uma especial para terminar o dia na rua costeira da cidade doo Porto após quase 165 km de ação ao longo do sábado.


Posições do rali:

1. E Evans / S Martin GBR Toyota GR Yaris 1h 25min 43,3seg

2. K ovanperä / J Halttunen FIN Toyota GR Yaris +13,6 segundos

3. D Sordo / C Carrera ESP Hyundai i20 +44,4 seg.

4. T Katsuta / A Johnston GBR Toyota GR Yaris +49,6 segundos

5. G Greensmith / J Andersson GBR Ford Puma +1min 00,7seg

6. P-L Loubet / V Landais FRA Ford Puma +1min 15,6seg


Vídeos





Opmerkingen


350x250.gif
300.250.png
bottom of page