top of page

WEC: André Negrão vence as 1000 Milhas de Sebring com a Alpine


WEC: André Negrão vence as 1000 Milhas de Sebring com a Alpine

André Negrão conquistou sua primeira vitória geral no FIA WEC, o Mundial de Endurance. O piloto, ao lado de Nicolas Lapierre e Matthieu Vaxiviere, ajudou a Alpine a vencer as 1000 Milhas de Sebring, corrida que abriu a temporada 2022 no circuito localizado no estado americano da Flórida, na sexta-feira (18). É a primeira vitória da Alpine na classe principal do Mundial de Endurance e a primeira vitória de um brasileiro na classificação geral desde 2020, quando Bruno Senna venceu no Circuito das Américas, também nos Estados Unidos.

WEC: André Negrão vence as 1000 Milhas de Sebring com a Alpine

O time conquistou a pole position, na noite da quinta-feira, a segunda da Alpine desde a subida para a divisão dos Hypercars, no ano passado, e se manteve na frente ao longo das oito horas de disputa em Sebring, exceto nos momentos em que precisou ir aos boxes. Negrão foi o responsável por conduzir o A480 entre a quarta e a sexta horas, mantendo o time francês na ponta da corrida.


A prova foi encerrada em bandeira amarela após dois períodos de interrupção com bandeira vermelha por conta dos raios que atingiam a região onde fica localizado o circuito de Sebring. Antes disso, uma outra paralisação ocorreu após um forte acidente com José María López, que capotou com um Toyota. O argentino passa bem, apesar da violência da colisão.

Negrão, que tem no currículo duas vitórias nas 24 Horas de Le Mans na classe LMP2 e um título mundial nesta classe com a Alpine, comemorou a primeira vitória nos Hypercars e a consequente liderança do campeonato. “Foi uma corrida dura, esperamos por isso por toda a temporada passada. Uma corrida difícil para todos, com algumas bandeiras vermelhas. Agradeço aos meus companheiros e a todos da equipe Alpine pelo grande trabalho feito ao longo da semana”, disse o piloto após a corrida.

WEC: André Negrão vence as 1000 Milhas de Sebring com a Alpine

A segunda posição geral e da classe dos Hypercars ficou com o Toyota conduzido por Sébastien Buemi, Brendon Hartley e Ryo Hirakawa, que se mantiveram na volta do líder ao longo de toda a prova. A Glickenhaus, time de tem como pilotos Olivier Pla, Romain Dumas e Ryan Briscoe, completou o pódio na etapa.



Na LMP2, A United Autosport saiu com a vitória após oito horas de prova, com o trio formado por Paul di Resta, Oliver Jarvis e Joshua Person. Na mesma classe, Felipe Nasr ajudou a Penske a terminar com a sétima colocação ao lado de Emmanuel Collard e Dane Cameron. Michael Christensen e Kevin Estre venceram na classe LMGTE-Pro com um Porsche 911 RSR-19, enquanto David Pittard, Paul Dalla Lana e Nicki Thiim venceram com um Aston Martin Vantage AMR na LMGTE-Am.


A segunda etapa do FIA WEC será disputada no dia 7 de maio, com a realização das 6 Horas de Spa-Francorchamps.


 

Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio



 

Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente.


Utilize a chave PIX - comercial@revistapubliracing.com.br e seja nosso parceiro -

O valor, você escolhe!


Conta Jurídica: (ARTUR JORGE SEMEDO, EDIÇÃO DE JORNAIS E REVISTAS).

Se preferir outra forma de contribuição (cartões), acesse aqui


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Automobilismo entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page