• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Toto Wolff fala que Fórmula 1 e a Fórmula E poderiam correr juntas


Toto Wolff fala que Fórmula 1 e a Fórmula E poderiam correr juntas

Toto Wolff, chefe da Mercedes para o automobilismo, acha que a Fórmula E poderia se juntar às corridas de Fórmula 1 em circuitos de rua como Mônaco e Cingapura.


A Fórmula 1 tem mais de 70 anos de história e tem sido uma referência no automobilismo desde o seu nascimento, enquanto a Fórmula E surgiu em 2014 como uma competição de monopostos elétricos que busca ser um laboratório de desenvolvimento para um futuro sustentável e de cuidado com o meio ambiente.


A categoria criada por Alejandro Agag tem crescido muito rapidamente, atraindo os principais fabricantes de automóveis do mundo, entre eles a Mercedes, que tem uma equipe na Fórmula E e outra na Fórmula 1, onde tem dominado nas últimas temporadas.


Toto Wolff, que dirige o dia a dia da escuderia de F1 da Mercedes, e também supervisiona a participação da marca na Fórmula E, esteve presente no último final de semana em Roma, onde a categoria elétrica disputou duas corridas, uma delas vencida pela Mercedes com Stoffel Vandoorne.


Consultado em uma entrevista exclusiva se achava inteligente uma fusão entre as duas séries, Wolff disse acreditar que o mais viável seria que elas compartilhassem circuitos no futuro.


“Não tenho certeza se poderia ser uma fusão, existem contratos legais. Mas acho que (a Fórmula E) é espetacular nos circuitos de rua, e posso realmente imaginar esses carros correndo com a Fórmula 1 em Mônaco, em Cingapura, em alguns dos circuitos urbanos (da Fórmula 1)”, comentou.


O austríaco também se referiu à contribuição que tanto a Fórmula 1 quanto a Fórmula E dão para a indústria automotiva.

Toto Wolff fala que Fórmula 1 e a Fórmula E poderiam correr juntas

“Existe uma transferência de tecnologia de ambas. Na Fórmula 1 tudo gira em torno da tecnologia híbrida, dos combustíveis sustentáveis, ​​e aqui estão os veículos elétricos, e nos esforçamos muito para fazer um bom trabalho aqui. Também há peças que são interessantes para os carros de rua”, explicou.


A Mercedes entrou na Fórmula E com sua própria equipe na temporada passada, que terminou com um sólido 1-2 na corrida final em Berlim. Na competição atual, a marca alemã já conquistou duas vitórias em quatro corridas, e promete ser uma candidata ao campeonato.


“Acho que temos um pacote sólido e sabemos que podemos vencer corridas, então sempre vamos tentar fazer isso”, disse Wolff, apesar de advertir que “com o formato de classificação o grid fica bastante misturado, o que o torna especial. Então você precisa somar pontos, isso é o mais importante”.


Após as duas corridas em Ad Diriyah e as duas corridas em Roma, a Mercedes ocupa a segunda posição no campeonato por equipes, atrás da Jaguar Racing.


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Automobilismo entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br


Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !
Coluna de André Maranhão - Veículos híbridos e eletricos