top of page

Stock Car: Serra e Camilo dividem vitórias em Goiânia


Stock Car: Serra e Camilo dividem vitórias em Goiânia

A Stock Car Pro Series abriu a 45ª temporada da sua história em grande estilo. O Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO), foi palco de duas corridas empolgantes neste domingo (2). Em um dia de homenagens, quebra de recordes e estreia oficial da Hankook Tire como fornecedora oficial de pneus da categoria, Daniel Serra (Chevrolet Cruze da Eurofarma RC) faturou a Corrida 1 depois de largar do quinto lugar. E Thiago Camilo (Toyota Corolla da Ipiranga Racing) voltou ao topo do pódio com uma vitória duplamente emblemática na segunda prova da etapa, que levou o nome de Reinaldo Campello, um dos fundadores da Stock Car, em 1979, que perdeu a vida em março.


Oitavo colocado na Corrida 2, Daniel Serra sai de Goiânia como líder do campeonato. O tricampeão repetiu o início do caminho trilhado há exatamente seis anos. Em 2 de abril de 2017, Serrinha venceu a prova de abertura daquela temporada, iniciando uma campanha que o levaria ao seu primeiro título na Stock Car.


Para Thiago Camilo, o domingo foi emocionante em vários aspectos. O piloto correu com o número 16 e o capacete com desenho em homenagem ao ex-piloto Sergio Ruas Camilo, seu tio e grande incentivador, que faleceu em 18 de março, vítima de acidente com motocicleta. Ao cruzar a linha de chegada na frente na Corrida 2, Thiago parou o carro pouco adiante das arquibancadas, desceu emocionado para saudar a torcida e arrancou aplausos do público, que ficou de pé gritando o nome do vencedor. De quebra, Camilo tornou-se o piloto em atividade com mais vitórias na Stock Car. Com 38 primeiros lugares, Camilo ultrapassou Cacá Bueno, que segue com 37.


Entretanto, Cacá Bueno também registrou um marco na história da categoria. Com as duas largadas neste domingo, o pentacampeão realizou as provas 333 e 334 da sua carreira, superando o lendário Ingo Hoffmann — dono de 12 títulos na Stock Car e 332 largadas. Agora, Cacá é o piloto com mais corridas em todos os tempos na Stock Car Pro Series.

Daniel Serra
Daniel Serra

Corrida 1

Serra surpreende — A primeira prova da temporada 2023 teve Bruno Baptista largando da pole position. Já o segundo no grid, Ricardo Maurício, perdeu performance logo no início da corrida por conta de uma avaria na asa traseira. Com o revés do tricampeão, Ricardo Zonta e Serra subiram para segundo e terceiro, respectivamente.


Aliando forte performance, estratégia e bom trabalho nos boxes, Daniel Serra assumiu a liderança depois da janela de pit-stops, deixando Bruno Baptista em segundo e Zonta em terceiro. Os três, todos das equipes vinculadas ao engenheiro multicampeão Rosinei Campos, o ‘Meinha’, lutaram pela vitória até as voltas finais.


Daniel confirmou a 22ª vitória da sua carreira na Stock Car, a quarta em Goiânia. Zonta terminou em segundo, à frente de Bruno Baptista. Gabriel Casagrande garantiu o quarto lugar, com Nelson Piquet Jr. em quinto. Thiago Camilo foi o sexto, seguido por Ricardo Maurício, Allam Khodair, Julio Campos e Marcos Gomes fechando o top-10. Atual campeão, Rubens Barrichello foi o 14º.

Thiago Camilo
Thiago Camilo

Corrida 2

A tarde gloriosa de Camilo – A segunda corrida foi bastante movimentada desde a largada. Pela inversão do grid, Marcos Gomes largou na frente, tendo Julio Campos ao seu lado na primeira fila. Thiago Camilo largou em quinto, enquanto Barrichello teve de lutar para ganhar posições depois de iniciar a prova no meio do pelotão, em 14º.


Mas o bicampeão mostrou novamente porque é o ‘rei de Goiânia’. Com oito vitórias na capital de Goiás, Rubinho conseguiu fazer boas ultrapassagens e ganhou muitas posições, subindo para sexto em apenas seis voltas. Mas o melhor ainda estava por vir para o piloto da equipe Mobil Ale Full Time.


Marcos Gomes liderou a prova até a abertura da janela para pit-stops. Foi então que a estratégia falou mais alto e impulsionou Thiago Camilo à liderança no fechamento do período para as paradas obrigatórias. Mesmo com a asa traseira avariada — o que prejudicou a aerodinâmica do carro —, Ricardo Maurício subiu para segundo, com Rubens Barrichello em terceiro. Entretanto, o bicampeão foi punido em 5s após reclamação desportiva de Gabriel Casagrande por conta de um incidente no início da prova. Assim, Barrichello caiu de terceiro para sexto


Thiago Camilo conquistou a 38ª vitória de sua carreira, com Ricardo Maurício em segundo e Felipe Fraga herdando a terceira posição. Gaetano Di Mauro terminou em quarto, Marcos Gomes foi o quinto e Rubinho caiu para sexto, seguido por Felipe Baptista, Daniel Serra, Matías Rossi — aniversariante do dia — e Nelson Piquet Jr, em décimo.


“Minha corrida mais emocionante” – Thiago Camilo, agora na condição de maior vencedor da Stock Car em atividade, desabafou ao se mostrar muito sentido com a perda do tio.

“Estou no automobilismo graças ao meu pai e meu tio, os dois incentivadores da minha carreira, me apoiaram desde o início. Fazendo um breve resumo, se não fosse por eles não estaria aqui. Doeu muito essa perda para mim. Uma semana antes de começar o campeonato... e eu que sempre costumo me preparar bem, senti de fato. Uma perda irreparável. Com certeza, meu tio estava comigo nessa corrida”, afirmou o piloto, quase sem voz. “Foi a corrida mais emocionante da minha vida e a vitória mais simbólica, a que me marcou como o maior vencedor da Stock Car em atividade”, complementou.

Com os resultados deste domingo, Daniel Serra é o líder do campeonato, com 43 pontos. O tricampeão revelou que não esperava a vitória, sobretudo considerando sua posição no grid de largada. “É muito difícil sair de quinto para primeiro. E não esperava sair dessa posição para vencer a Corrida 1, mas o carro estava muito bom. Conseguimos melhorá-lo de ontem para hoje, e o ‘Meinha’ tem essa facilidade de entender o que preciso. A equipe também fez um trabalho sensacional no pit-stop. Tudo isso mostra o quanto o time é capacitado. Tanto o segundo como o terceiro colocados foram também de carros da nossa equipe coirmã. Temos de aproveitar esse momento. Claro que teremos o lastro na próxima, mas é bom ter porque estamos na liderança. Agora é começar a nos preparar para a próxima corrida”, disse.


A Stock Car volta a acelerar dentro de três semanas para a segunda etapa do campeonato, entre os dias 21 e 23 de abril, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).


Stock Car Pro Series, etapa 1, Goiânia, Corrida 1:

1º - Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), 21 voltas em 31min45s189

2º - Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 2s177

3º - Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 2s569

4º - Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze), a 9s075

5º - Nelson Piquet Jr. (Crown Racing/TMG/Toyota Corolla), a 12s537

6º - Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 14s687

7º - Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 16s649

8º - Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 18s348

9º - Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze), a 22s199

10º - Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 22s346

11º - Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 22s462

12º - Sergio Jimenez (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 23s387

13º - Lucas Foresti (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze), a 30s034

14º - Rubens Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 36s518

15º - Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 40s616

16º - Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 40s963

17º - Lucas Kohl (Hot Car Competições/Chevrolet Cruze), a 45s499

18º - Rodrigo Baptista (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 47s621

19º - Matías Rossi (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 52s908

20º - Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 53s881

21º - Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze), a 55s381

22º - Enzo Elias (Crown Racing/TMG/Chevrolet Cruze), a 55s815

23º - Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla), a 56s954

24º - Gianluca Petecof (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 1min04s760

25º - Átila Abreu (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 1min06s712

26º - Felipe Baptista (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 1min07s080

27º - Raphael Teixeira (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 1 volta


Não completaram

Rafael Suzuki (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 5 voltas

Gaetano Di Mauro (Hot Car Competições/Chevrolet Cruze), a 8 voltas

Cacá Bueno (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 12 voltas

Felipe Fraga (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 15 voltas


Corrida 2:

1º - Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), 21 voltas em 32min00s011

2º - Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 0s957

3º - Felipe Fraga (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 1s723

4º - Gaetano Di Mauro (Hot Car Competições/Chevrolet Cruze), a 2s195

5º - Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 3s408

6º - Rubens Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 6s444

7º - Felipe Baptista (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 7s037

8º - Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 7s968

9º - Matías Rossi (Full Time Sports/Toyota Corolla),a 13s610

10º - Nelson Piquet Jr. (Crown Racing/TMG/Toyota Corolla), a 13s962

11º - Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 16s041

12º - Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 17s572

13º - Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 18s721

14º - Lucas Foresti (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze), a 19s672

15º - Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 20s417

16º - Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 22s544

17º - Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 27s726

18º - Gianluca Petecof (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 29s474

19º - Cacá Bueno (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 29s813

20º - Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze), a 34s061

21º - Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 43s453

22º - Sergio Jimenez (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla). A 45s123

23º - Lucas Kohl (Hot Car Competições/Chevrolet Cruze), a 57s390

24º - Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze), a 6 voltas


Não completaram

Átila Abreu (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 13 voltas

Raphael Teixeira (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 15 voltas

Rafael Suzuki (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 16 voltas

Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze), a 17 voltas

Enzo Elias (Crown Racing/TMG/Chevrolet Cruze), a 19 voltas

Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla), a 20 voltas

Rodrigo Baptista (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 20 voltas


Classificação do campeonato depois de uma etapa:

1º - Daniel Serra, 43 pontos

2º - Thiago Camilo, 39

3º - Ricardo Maurício, 34

4º - Bruno Baptista, 28

5º - Nelson Piquet Jr., 28

6º - Marcos Gomes, 27

7º - Ricardo Zonta, 26

8º - Rubens Barrichello, 22

9º - Allam Khodair, 22

10º - Gabriel Casagrande, 19

11º - Felipe Fraga, 17

12º - Gaetano Di Mauro, 16

13º - Denis Navarro, 15

14º - Cesar Ramos, 15

15º - Lucas Foresti, 15

16º - Felipe Baptista, 14

17º - Matías Rossi, 14

18º - Dudu Barrichello, 14

19º - Julio Campos, 13

20º - Sergio Jimenez, 9

21º - Guilherme Salas, 7

22º - Lucas Kohl, 4

23º - Gianluca Petecof, 3

24º - Rodrigo Baptista, 3

25º - Cacá Bueno, 2

 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio



Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente e totalmente gratuito. Saiba como apoiar aqui


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção #Automobilismo entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comentarios


350x250.gif
300.250.png
bottom of page