• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

PSA fecha ano com 3,5 milhões de veículos vendidos globalmente


O Groupe PSA já lançou 10 novos modelos híbridos recarregáveis ou totalmente elétricos, em linha com seu objetivo de oferecer uma gama 100% eletrificada a partir de 2025, sendo 50% até o fim de 2021, com 13 modelos eletrificados adicionais.


Em 2019, o Grupo vendeu 765 mil veículos utilitários leves consolidando assim sua posição, com participação de mercado de 25,1% , principalmente graças à renovação da linha de furgões pequenos e médios ao longo dos três últimos anos.


Versões inteiramente elétricas dos Peugeot Expert, Citroën Jumpy e Opel Vivaro já estarão disponíveis a partir de 2020 e toda a linha de VULs (e suas versões de veículos de passageiros) será eletrificada até 2021.


O desenvolvimento dos VULs do Grupo tem avançado em um bom ritmo na América Latina, com o lançamento de uma gama completa de produtos e serviços VUL, bem como na Eurásia, com os modelos de furgões médios da Peugeot, Citroën e Opel.


Europa: foco no desempenho

O Grupo conseguiu manter sua posição, com uma participação de 16,8% em um mercado em leve alta (+1,3%), evoluindo nos principais mercados, especialmente na Itália (+0,5%) e na Espanha (+0,2 %), mantendo sua participação de mercado na França e no Reino Unido e caindo ligeiramente na Alemanha (-0,6 %).


O ano de 2019 foi de consolidação para a Peugeot. A marca renovou inteiramente sua oferta de produtos do segmento B para sustentar seu crescimento de vendas em 2020. A nova gama eletrificada, impulsionada pelos Peugeot e-208 e-2008 e pelas versões híbridas dos modelos 3008 e 508 sedã e SW, está totalmente disponível para os clientes B2B e B2C, com emissões de CO2 situadas entre as mais baixas do mercado.


A Citroën registrou o maior crescimento entre as 12 marcas mais vendidas na Europa e sua participação cresceu nos principais mercados. Esse desempenho deve-se, essencialmente, ao SUV C5 Aircross, lançado em janeiro de 2019, cuja versão híbrida recarregável estará disponível em 2020.


As vendas da DS Automobiles tiveram um forte aumento global, sobretudo no segundo semestre (+56%), estimuladas pela gama renovada. Na França, o principal mercado da marca, os bem-sucedidos modelos DS 7 CROSSBACK e DS 3 CROSSBACK estão agora solidamente posicionados e o desempenho da marca tem melhorado com o crescimento da rede exclusiva DS, que conta atualmente com 356 pontos de venda.


A Opel/Vauxhall concentrou sua estratégia nos canais de venda e segmentos rentáveis. A implementação consistente da "Core Model Strategy” fez com que a Opel/Vauxhall avançasse no sentido da realização de seus ambiciosos objetivos futuros em emissões de CO2. Os SUVs Grandland X e Crossland X (+29% e +28%, respectivamente), assim como os modelos VUL (+20%), foram particularmente bem-sucedidos.


Oriente Médio - África: aumento da participação nos principais mercados

A participação no mercado do Grupo cresceu 0,4 %., com um aumento de 9.100 unidades em relação a 2018, embora os mercados tenham registrado uma queda de 100 mil unidades. Houve crescimentos significativos na Turquia (+2,1 %), no Egito (+6,1 %.) e no Marrocos (+2,1 %). O desempenho regional no ano de 2019 em comparação com 2018 ainda foi impactado pela suspensão das atividades no Irã em maio de 2018.


A produção teve início na fábrica de Kenitra, no Marrocos, em meados de setembro de 2019, e sua capacidade será duplicada, alcançando 200 mil veículos em meados de 2020.

China e Sudeste Asiático: transformação do business model


As prioridades da DPCA foram fixadas em um plano estratégico de seis anos apresentado em setembro e que se baseia em vendas rentáveis, em um ponto de breakeven mais baixo e no aumento progressivo dos volumes das marcas Peugeot e Citroën. A DS permanece comprometida com o mercado chinês e finaliza um novo plano estratégico. A venda das ações do Groupe PSA na joint-venture CAPSA se encaixa nesse contexto. O ano de 2020 será o primeiro da ofensiva NEV do Groupe PSA na China, com cinco modelos a serem lançados e comercializados no país .


América Latina: mercados em retração

Os mercados foram fortemente afetados pela conjuntura econômica e política na Argentina (-43%) e no Chile (-11%). As vendas do Groupe PSA, sustentadas pelo sucesso do Novo SUV C4 Cactus e pela linha de VULs, mantiveram seu vigor no México (+13%), no Brasil (+2%) e em mercados menores (Colômbia, Cuba, Equador e Uruguai).


Índia-Pacífico: vendas em alta no Japão

As vendas progrediram ligeiramente na região, apesar da queda dos mercados. O sucesso recorrente no Japão continuou, com alta de 20% das vendas. Na Índia, o Groupe PSA começou a produção de transmissões (fábrica de Hosur) em parceria com a AVTEC Ltd (uma empresa do CK Birla Group Co.) e está em dia para lançar o SUV C5 Aircross no país em 2020, e que será seguido em 2021 pelo lançamento de novos modelos disruptivos da Citroën desenvolvidos localmente.


Eurásia: o relançamento da marca Opel

As vendas cresceram na região no segundo semestre de 2019, em especial na Ucrânia e na Rússia. O crescimento do Grupo na Ucrânia foi superior ao do mercado graças às suas quatro marcas. A Opel consolidou sua presença no mercado ucraniano no começo de 2019, enquanto o lançamento da DS ocorreu no segundo semestre deste mesmo ano.


Na Rússia, onde o mercado caiu 2,3%, as vendas de VULs do Grupo progrediram graças aos modelos Peugeot Traveller/Expert e Citroën SpaceTourer/Jumpy. Além disso, o Grupo relançou recentemente a marca Opel na Rússia, começando com os modelos Zafira Life e Grandland X.


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Automóveis entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Laja Revista Publiracing
Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !