• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Produção de motocicletas no Brasil cresceu 6,8 em 2019


A produção de motocicletas fechou 2019 em alta. De acordo com dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – Abraciclo, de janeiro a dezembro do ano passado foram fabricadas 1.107.758 unidades no Polo Industrial de Manaus – PIM, correspondendo a uma elevação de 6,8% ante as 1.036.788 unidades de 2018.


Para 2020, a Abraciclo projeta novo crescimento. O volume total estimado para a produção é de 1.175.000 motocicletas, o que representaria avanço de 6,1% em relação a 2019.


“Os motivos para esta expectativa de crescimento estão no aumento da confiança do consumidor, maior oferta de crédito, lançamento de novos produtos com tecnologias mais avançadas e evolução da demanda por veículos de duas rodas para mobilidade, por serem mais econômicos, flexíveis e ágeis”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.


Caso a estimativa se confirme, 2020 será o terceiro ano consecutivo em que o segmento ultrapassará a marca de 1 milhão de unidades produzidas, o que comprova o aquecimento contínuo de negócios no mercado de motocicletas. “É um resultado a se comemorar, mas também é importante lembrar que ainda assim estaremos bem distantes do nosso recorde de 2011, quando chegamos a 2,1 milhões de motocicletas produzidas no Brasil”, diz Fermanian.


No acumulado de 2019, as vendas no atacado, isto é, das fábricas para as concessionárias, somaram 1.084.639 de unidades, o que representou crescimento de 13,2% ante ao volume de 2018, de 957.764 motocicletas. Para 2020, a Abraciclo projeta para o atacado um novo crescimento de 5,7%, totalizando 1.147.000 unidades.


No varejo, o crescimento de 2019 foi de 14,6%, com o licenciamento de 1.077.234 motocicletas – em 2018 foram 940.108 unidades. Para 2020, a projeção da Abraciclo para as vendas no varejo indica alta de 5,8%, com o emplacamento de 1.140.000 motocicletas.


A média diária de vendas em 2019 também superou a de 2018. No ano passado foram emplacadas 4.292 unidades/dia em 251 dias úteis. Em 2018, o volume médio diário foi de 3.760 unidades, com 250 dias úteis.


O único segmento que registrou queda no balanço de 2019 foi o de exportação. No ano passado, a baixa foi de 43,3%, com 38.614 unidades embarcadas; em 2018 foram 68.073 unidades. Para 2020, a previsão é de nova queda, de 27,5%, com 28.000 unidades enviadas ao exterior.


DESEMPENHO EM DEZEMBRO

Na análise isolada do mês de dezembro saíram das linhas de montagem do PIM 69.062 unidades, alta de 1,8% na comparação com o mesmo mês de 2018 (67.812 unidades) e recuo de 25,8% em relação a novembro de 2019 (93.128 unidades).


As vendas no atacado somaram 71.672 unidades, aumento de 6,9% em relação a dezembro de 2018 (67.027 unidades). Na comparação com novembro de 2019 houve queda de 24% (94.358 unidades) no atacado.


Na avaliação do desempenho por categorias no atacado em dezembro, a Street foi a mais produzida com 33.406 unidades, o que representa quase metade de participação com 46,6%. Na sequência, vieram Trail (15.052 unidades e 21% de participação), Motoneta (9.452 unidades e 13,2%), Scooter (7.709 unidades e 10,8%) e Naked (2.095 unidades e 2,9%).


Na avaliação das vendas no varejo, de acordo com dados do Renavam, os licenciamentos em dezembro de 2019 totalizaram 94.086 unidades, alta de 11,9% em relação ao volume de dezembro de 2018 (84.063 unidades) e de 6,5% na comparação com novembro de 2019 (88.384 unidades).


Em dezembro foram contabilizados 19 dias úteis com média diária de vendas de 4.952 unidades, aumento de 17,8% em relação ao mesmo mês de 2018, que registrou 20 dias úteis e média diária de 4.203 unidades. Na comparação com novembro de 2019 (4.419 unidades), que teve 20 dias úteis, a alta chegou a 12,1%.


Na análise das exportações, em dezembro de 2019 o volume exportado foi de 3.054 motocicletas, alta de 1,4% na comparação com o mesmo mês de 2018 (3.011 unidades) e queda de 6,8% em relação ao volume de novembro de 2019 (3.276 unidades). Para a Argentina foram enviadas 1.572 unidades, o que representou 49% do total exportado. Para os Estados Unidos foram embarcadas 780 motocicletas (24,3%) e para a Colômbia, 600 unidades (18,7%).


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Motocicletas entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !