top of page

NSU Quickly: Há setenta anos foi lançado o popular modelo “moped” de duas velocidades


NSU Quickly: Há setenta anos foi lançado o popular modelo “moped” de duas velocidades

Para muitos, um clássico de culto: o Quickly. Este ciclomotor marcou o esforço da marca NSU sediada em Neckarsulm, de tornar a mobilidade possível para todos nos primeiros dias do Miracle of the Rhine, na Alemanha; a empresa começou a tornar a mudança para a mobilidade motorizada tentadora a partir de 1953, com slogans publicitários como "Nicht mehr laufen, Quickly kaufen" (em português: "Não corra mais, compre Quickly”). Nos anos seguintes, muitas variantes do NSU Quickly foram fabricadas e o veículo “moped” tornou-se extremamente popular. Nos anos 80, a sua popularidade foi reavivada graças à famosa série televisiva alemã "Irgendwie und Sowieso": o ator Ottfried Fischer fez uma bela figura no veículo “moped” como "Sir Quickly", de chapéu branco e gabardina e a série nostálgica tornou o ator num nome conhecido na Alemanha.


Outubro de 1953: realiza-se em Frankfurt am Main a The International Bicycle and Motorcycle Exhibition (IFMA). Depois da devastadora Segunda Guerra Mundial, a economia alemã estava de novo em ascensão. Cada vez mais pessoas queriam deslocar-se e tinham cada vez mais possibilidades económicas para o fazer. Seguindo esta tendência, a empresa sediada em Neckarsulm apresenta o seu mais recente produto, o NSU Quickly, na feira comercial de Frankfurt: o veículo “moped” de duas velocidades estava isento de impostos, não precisava de ser registado e podia ser conduzido sem carta de condução. Só a 1 de janeiro de 1953 é que os governantes criaram a categoria oficial para este novo tipo de veículo: veículos motorizados de duas rodas. Como era necessário um nome moderno, foi criado o termo "moped", derivado de "motor" e “pedal”. Junto ao NSU Quickly, no pavilhão da empresa, havia uma grande figura de cartão com a inscrição: "Sebastian Latsch, o último peão". O brilhante slogan de marketing da NSU, "Não corra mais, compre Quickly”, tornou-se um slogan que estava na boca de toda a gente: "Abençoados são aqueles que têm um Quickly".

NSU Quickly: Há setenta anos foi lançado o popular modelo “moped” de duas velocidades

Juntamente com os modelos Fox, Lux e Max da empresa, o Quickly completou a gama de veículos de duas rodas da NSU, substituindo o NSU Quick com o seu motor de 98cc, produzido com tecnologia anterior à guerra de 1936 a 1953. Como resultado da nova classificação legal, a NSU decidiu apresentar um modelo base mais pequeno - e chamou-lhe Quickly, inspirando-se no modelo anterior. O veículo “moped” era alimentado por um motor a dois tempos de 49 cc com uma potência de 1,4 PS e uma velocidade máxima de 40 quilómetros por hora. A nova Quickly, vendida em dois tons de Dove Gray / Light Gray, era leve, com apenas 42 kg. No lançamento, o preço base do NSU Quickly era de 525 marcos alemães, equivalente a cerca de 1,5 vezes o salário médio mensal bruto na Alemanha na altura. Um porta-bagagens, um fecho de segurança e uma bomba de ar custavam mais 15 marcos. Mais tarde, quando outras variantes do modelo Quickly foram disponibilizadas, o Quickly de base recebeu o sufixo "N". Os seus números de vendas demonstram como o NSU Quickly marcou a transição para a mobilidade motorizada para muitas pessoas: após início da produção a NSU não conseguiu satisfazer a procura, apesar de a fábrica ter reagido aumentando a produção diária para cerca de 500 unidades; mais tarde, a NSU produziu uma média de cerca de 1.000 Quicklys por dia.


Uma gama de versões de modelos: do NSU Quickly Cavallino ao NSU Quickly TT

Em 1957 a NSU lançou outra variante do modelo Quickly: o Quickly Cavallino. O nome sugeria "la dolce vita" e prometia aos compradores uma perspetiva italiana, que se refletia nas linhas desportivas e elegantes do Cavallino, no quadro de estrutura tubular aberta e no acabamento totalmente vermelho. O modelo era sofisticado para o uso quotidiano, com o estilo certo para travessias ao país que personificava a ligação dos alemães a Itália na época - para o parque de campismo NSU Lido, fundado perto de Veneza em 1955.


Se todos os 21.500 compradores do Quickly Cavallino fizeram, efetivamente, a difícil viagem através dos desfiladeiros alpinos, não foi confirmado. Em 1959, a gama de modelos Quickly aumenta para incluir o Quickly T, também conhecido como o Dream Quickly ("T" para a palavra alemã "Traum" que significa "Sonho"). De acordo com a moda da época, o modelo era revestido em chapa de metal, refrigeração por ventoinha e suspensão nas rodas traseiras. Em 1960, o desportivo NSU Quickly TT chegou ao mercado, seguido um ano mais tarde da versão renovada com arranque, o Quickly TT/K. A NSU escolheu a abreviatura "TT" como referência aos seus triunfos de corrida no Tourist Trophy na Ilha de Man: em 1954, a marca tinha obtido do 1º ao 4º lugar na categoria de ligeiros até 250cc.


Entretanto, com a prosperidade da Alemanha ainda em crescimento e as necessidades de mobilidade da população a mudar, a NSU reagiu concentrando-se principalmente no fabrico de automóveis a partir do final da década de 1950. A produção do popular ciclomotor de Neckarsulm chegou ao fim em 1966, depois de terem sido produzidas cerca de 1,2 milhões de unidades. Com a economia alemã ainda em crescimento e as necessidades de mobilidade da população a mudara NSU reagiu, centrando-se principalmente no fabrico de automóveis a partir do final da década de 1950. A produção do popular veículo “moped” de Neckarsulm chegou ao fim em 1966, após terem sido produzidas cerca de 1,2 milhões de unidades.


Todos os meses, até dezembro, a Audi Tradition apresenta um modelo NSU diferente, incluindo clássicos da marca em duas e quatro rodas, protótipos e modelos únicos. Se quiser aprofundar a história do NSU Quickly, recomendamos o livro da Audi Tradition Edition "NSU Quickly. Alle Modelle + Quick 50", escrito por Klaus Arth e publicado pela Johann Kleine Vennekate Verlag, Lemgo em 2014.

 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio



Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente e totalmente gratuito. Saiba como apoiar aqui


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção #Motocicletas entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page