top of page

Indústria portuguesa de componentes para automóveis fortalece parcerias em Madrid


Indústria portuguesa de componentes para automóveis fortalece parcerias em Madrid

A AFIA – Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel, no âmbito do acordo de colaboração para a promoção internacional da indústria portuguesa de componentes para automóveis celebrado com a AEP – Associação Empresarial de Portugal, promoveu a participação nacional no Automotive Manufacturing Meetings Madrid, evento realizado esta semana e que contou com o apoio de mídia da Revista Publiracing.


Nos dias 10 e 11 de outubro, a IFEMA – Feria de Madrid acolheu a 2.ª edição dos Automotive Manufacturing Meetings Madrid, um evento internacional com o objetivo de promover as relações entre todos os atores da cadeia de fornecimento da indústria automóvel, do qual participaram mais de 200 empresas, oriundas de 13 países.


O evento foi organizado pela ABE – Advanced Business Events, entidade especializada neste tipo de encontros a nível internacional, em colaboração com a SERNAUTO, associação espanhola dos fornecedores da indústria automóvel (entidade congénere da AFIA).


O figurino deste certame é baseado em reuniões de negócios bilaterais (B2B) previamente agendadas entre os diferentes atores da cadeia de valor da indústria automóvel, com o objetivo de fabricantes, fornecedores e prestadores de serviços darem a conhecer os seus produtos, serviços e soluções para potenciais clientes.


A AFIA/AEP apoiaram 6 empresas neste processo de fortalecimento de parcerias e angariação de novos negócios: AHENRIQUES, BRAMP, CS PLASTIC, J.PRIOR, MAXIPLÁS e SOPAIS.


Até ao final de 2023 a AFIA em colaboração com a AEP promoverá, ainda, a participação coletiva portuguesa na Global Automotive Components & Suppliers Expo, Estugarda (Alemanha), entre os dias 5 a 7 de dezembro.


A indústria de componentes automóveis muito tem contribuído para a consolidação da economia portuguesa. Até agosto de 2023 as exportações de componentes aumentaram 18,4% quando comparadas com o período homólogo de 2022. Estes números são bastante significativos, na medida em que no ano de 2022 as exportações de componentes automóveis atingiram o seu máximo histórico de 10.800 milhões de euros. A indústria de componentes automóveis é responsável por 14% das exportações portuguesas de bens transacionáveis, ou seja, por cada 100 euros que Portugal vende ao exterior, 14 euros são componentes automóveis.

 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.



Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page