top of page

Ferrovia: Inicia a fase de testes da primeira unidade a hidrogênio na Espanha


Ferrovia: Inicia a fase de testes da primeira unidade a hidrogênio na Espanha

O projeto FCH2Rail, no qual um trem demonstrador bimodal movido a hidrogênio vem sendo desenvolvido pela CAF em parceria com outras importantes marcas, alcançou um marco importante na fase de testes realizados pelaao obter autorização para circular em provas pela Rede Ferroviária de Interesse Geral (RFIG), e tendo cumprido o primeiro dos objetivos programados com a chegada da unidade a histórica Estação de Canfranc, nos Pirenéus Aragoneses.


A unidade de demonstração foi a primeira a hidrogênio que atinge o referido marco, sabendo que é uma linha particularmente exigente devido às suas rampas íngremes e elevadas, que representam um grande desafio para os novos sistemas de geração de energia a bordo.


Para isso, o trem demonstrador, unidade da Renfe Cercanías, tem circulado na linha Zaragoza-Canfranc tanto em modo elétrico, na área eletrificada, quanto em modo híbrido, combinando a energia proveniente das células de hidrogênio e das baterias, nas seções sem energia pela catenária.

Ferrovia: Inicia a fase de testes da primeira unidade a hidrogênio na Espanha

Inicia-se agora uma nova fase de testes em pista com o objetivo de testar a nova tecnologia em uma ampla gama de condições de demanda de potência e energia, simulando diferentes serviços empresariais. Para isso, espera-se que o trem circule em diferentes linhas do RFIG, principalmente nas linhas de Aragão, Madrid e Galiza. Os cenários de teste incluem circulações em diferentes condições climáticas e operacionais. Isso permitirá adquirir dados importantes sobre a nova tecnologia, para posterior avaliação de fatores como desempenho e custo operacional, sugerindo uma alternativa sustentável à tração a diesel que hoje é utilizada em muitas linhas.


O projeto FCH2Rail está sendo realizado por um consórcio de empresas formado por CAF, DLR, Toyota, Renfe, Adif, CNH2, IP e Stemmann-Technik. Esta iniciativa tem como base uma unidade suburbana atual da Renfe, na qual a CAF instalou uma nova solução para a geração de energia elétrica a partir da hibridação da energia das baterias de hidrogênio, e por sua vez integrou-o ao sistema de tração já existente no veículo. Após a fase de testes estáticos na planta CAF Zaragoza e o primeiro reabastecimento de hidrogênio, testes dinâmicos começaram em meados de 2022 em uma pista fechada, que serviram para otimizar o novo sistema antes da atual fase de testes em linhas representativas do RFIG.


O início desta nova fase de testes significou a primeira autorização da Adif para a circulação de teste de um comboio a hidrogénio na malha ferroviária espanhola, superando todos os processos de análise de risco e validação de segurança inerentes a este tipo de testes. Ao mesmo tempo, os maquinistas e gerentes de trem da Renfe têm recebido o treinamento necessário para conduzir o trem CIVIA convertido em trem bimodal a hidrogênio.

Ferrovia: Inicia a fase de testes da primeira unidade a hidrogênio na Espanha

Recorde-se que este é um projeto iniciado no início de 2021 e cuja conclusão está previsto para o final de 2024. Com um orçamento de 14 milhões de euros, o projeto tem financiamento de 10 milhões de euros da Clean Hydrogen Partnership, anteriormente FCH2 JU, uma agência da Comissão Europeia dedicada a promover o desenvolvimento de hidrogênio e células de combustível.

 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio



Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente e totalmente gratuito. Saiba como apoiar aqui


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção #Ferrovia entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page