top of page

Fórmula E: Vergne vence primeira corrida disputada na Índia


Fórmula E: Vergne vence primeira corrida disputada na Índia
Jean-Éric Vergne (DS Penske)

Jean-Éric Vergne (DS Penske) foi o vencedor da histórica primeira corrida do Mundial de Fórmula E na Índia, depois de chegar na frente de Nick Cassidy (Envision Racing) por apenas quatro décimos no E-Prix inaugural de Hyderabad, seguido do português António Félix da Costa que conseguiu seu primeiro pódio com a equipe Porsche.


Mitch Evans (Jaguar) liderou a corrida desde o início depois de conquistar a pole position no início deste sábado, seguido por Vergne, Sébastien Buemi (Envision Racing) e Sacha Fenestraz (Nissan).


No entanto, o neozelandês caiu para a terceira posição na volta sete, depois que uma ativação equivocada do Attack Mode que permitiu que Buemi e Vergne o ultrapassassem.


A corrida iria de mal a pior para a Jaguar poucas voltas depois, quando Sam Bird, o outro piloto da equipe, colidiu com o carro de Evans, fazendo com que os dois monopostos tivessem que abandonar a competição.


Bird estava tentando ultrapassar Fenestraz para tomar o quarto lugar na curva, mas acabou tocando o carro de Evan, fazendo com que o neozelandês girasse causando danos irreversíveis aos dois Jaguars. Fenestraz, por sua vez, perdeu um terreno considerável, assim como Maximilian Gunther, da equipe Maserati, mas ambos conseguiram continuar sem danos.

Fórmula E: Vergne vence primeira corrida disputada na Índia
Jean-Éric Vergne (DS Penske)

O incidente beneficiou vários pilotos, incluindo Cassidy, que subiu para a terceira posição, ficando atrás de Buemi e Vergne.


Vergne não perdeu tempo e ultrapassou Buemi na curva da volta 15, concretizando a jogada que viria a ser o golpe de mestre para vencer a corrida. Mais tarde, o piloto suíço também acabou sendo ultrapassado por Cassidy, seu companheiro de equipe.


Cassidy tinha conseguido economizar mais energia utilizável do que Vergne, o que lhe permitiu atacar o francês no final da corrida, mas o piloto da DS Penske exibiu toda a sua experiência para manter o piloto da Envision Racing atrás e garantir uma vitória diante de mais de 25.000 espectadores.


Buemi acabou em terceiro, mas uma infração por excesso de potência o relegou para o 15º lugar devido a uma penalidade de 17 segundos, equivalente a um drive-through. Isso levou ao pódio António Félix da Costa, da Porsche, que finalizou sua 100ª corrida na categoria com um ótimo resultado, depois de ter largado em 13º. Seu companheiro de equipe, Pascal Wehrlein, cruzou a linha de chegada na quarta posição depois de ter largado do 12º lugar do grid, fechando bem o fim de semana, ele que vinha de duas vitórias.


Sérgio Sette Câmara fez uma grande corrida e subiu na classificação para alcançar o melhor resultado da equipe NIO 333 desde a 4ª temporada em Berlim, um verdadeiro feito considerando a sua largada da 15ª posição do grid.

Sérgio Sette Câmara
Sérgio Sette Câmara

Oliver Rowland, por sua vez, fez um movimento arriscado para tirar Buemi do pódio - sem saber da penalidade iminente do suíço - a uma volta do fim. Não deu certo, e ele acabou caindo para a sexta posição. Apesar disso, conquistou seus primeiros pontos da temporada na corrida local da Mahindra, equipe de origem indiana.


Norman Nato ficou em sétimo, em uma corrida onde o piloto da Nissan estabeleceu o recorde de volta, enquanto Stoffel Vandoorne (DS PENSKE), André Lotterer (Avalanche Andretti) e Edoardo Mortara (Maserati MSG Racing) completaram o top 10.


Jake Dennis, segundo no campeonato, foi vítima de uma manobra exagerada de René Rast na volta 26 na curva fechada: o piloto da NEOM McLaren freou demais e atingiu o Avalanche Andretti de Dennis por trás. Isso custou caro para o britânico, que ocupava confortavelmente a quarta posição e estava prestes a somar bons pontos para o campeonato.


Lucas di Grassi, por sua vez, terminou a corrida na 14ª posição com o segundo carro da Mahindra.


A próxima competição da Fórmula E será no dia 25 de fevereiro, quando o campeonato visita a África do Sul pela primeira vez para competir na Cidade do Cabo.


Entrevistas com o vencedor e os que falam português





 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio



Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente e totalmente gratuito.


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção #Automobilismo entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page