top of page

Expressas: Corte sueca condena homem por espionagem da fabricante de caminhões Scania


Nesta 4ª feira a Corte Sueca condenou um homem de 47 anos a 3 anos de prisão por vender informações industriais secretas da fabricante de caminhões Scania para um diplomata da embaixada Russa.


O acusado transferiu material de computadores para pen-drives, bem como fotografias das telas. O homem foi preso em um restaurante após ter recebido 27.800 coroas suecas (US$ 3.240) do diplomata russo.


O agora condenado trabalhou na Scania de 2018 a 2019 até ser preso, sendo que entre 2016 a 2017 também fez trabalhos para a fabricante Volvo, mas não há provas concretas de espionagem neste período.


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Expressas entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br



Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page