• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Equipe Acciona Sainz XE, estreia no campeonato off-road Extreme-E em disputa na Arábia Saudita


Equipe Acciona Sainz XE, estreia no campeonato off-road Extreme-E em disputa na Arábia Saudita

A equipe, Acciona|Sainz XE Team, fará sua estreia neste sábado, 3 de abril, no Extreme E, novo campeonato off-road sustentável de SUVs elétricos, que tem início em Al-Ula, na Arábia Saudita.


Com esta iniciativa, a empresa que trabalha com soluções de infraestrutura sustentável e projetos de energia renovável no mundo, busca conscientizar a todos sobre o impacto das mudanças climáticas e a necessidade de acelerar a transição para uma economia de baixo carbono começando pelo mundo automobilístico.


A equipe terá Carlos Sainz e Laia Sanz como pilotos do veículo 100% elétrico da Acciona, que disputará uma nova série de corridas com um claro compromisso social. O Extreme-E visa promover o desenvolvimento sustentável e o combate às mudanças climáticas, bem como a igualdade de gênero. Valores com os quais a empresa está comprometida.

Equipe Acciona Sainz XE, estreia no campeonato off-road Extreme-E em disputa na Arábia Saudita

Carlos Sainz venceu o Campeonato Mundial de Rally duas vezes, em 1990 e 1992. Ele também ganhou três títulos do Rally Dakar e o último Prêmio Princesa das Astúrias para o Esporte. Já a piloto Laia Sanz, foi campeã mundial de Trial treze vezes e campeã mundial de Enduro cinco vezes. Ela terminou todas as edições do Rally Dakar de 2011 a 2021, na qual foi classificada onze vezes como a melhor representante feminina nas duas rodas. Sua parceria no volante do novo carro, é sua transição oficial das motocicletas para os veículos de quatro rodas.


Clima, sustentabilidade e igualdade

O time da ACCIONA vai competir contra outras oito equipes em cinco corridas ao longo de 2021. A série acontecerá em paisagens que exemplificam os ecossistemas ameaçados pelo impacto das mudanças climáticas. Por isso, o primeiro X Prix acontecerá em Al-Ula, na Arábia Saudita, que se caracteriza por terrenos áridos e rochosos, a exemplo da desertificação e da seca provocadas pelo aquecimento global.


A equipe do Extreme-E está comprometida em promover uma competição de zero carbono. Nesse sentido, todas as emissões das corridas e sua logística serão compensadas. O Extreme-E também é signatário da Estrutura de Esportes para Ação Climática das Nações Unidas.


Além disso, a competição promove a igualdade de gênero. Dessa forma, as regras estabelecem que as equipes devem ter uma divisão 50/50 de homens e mulheres, com o mesmo número de quilômetros percorridos por cada membro da equipe. As nove equipes usarão o Odyssey 21, o SUV off-road oficial da corrida, 100% elétrico, com baterias alimentadas por sistemas de hidrogênio verde.


ACCIONA na Arábia Saudita

A Arábia Saudita, com uma população de aproximadamente 33,4 milhões de pessoas, é o terceiro maior país consumidor de água do mundo. Como parte do programa de desenvolvimento sustentável, Visão 2030, o país implementou medidas para reduzir o consumo em 43% até o final da década.


Atrelado a isso, a Acciona contribui para o cumprimento dessa meta com a construção de cinco dessalinizadoras no país, que fornecerão cerca de 1,8 milhão de m3/dia de água dessalinizada por osmose reversa, a tecnologia mais eficiente e com a menor taxa de emissão de carbono do mercado.


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Automobilismo entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br


Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !
Coluna de André Maranhão - Veículos híbridos e eletricos