top of page

Cupra Tavascan – Uma viagem às suas origens


Cupra Tavascan – Uma viagem às suas origens

A poucos quilómetros da fronteira com França, a aldeia de Tavascan ergue-se imponente no coração dos Pirenéus. O Cupra Tavascan, que se inspira na aldeia, parte numa viagem às suas origens. Lá, as duas realidades encontram-se, para descobrir que partilham muito mais do que apenas um nome.


Com uma potência de 250 kW (340 cv), o Cupra Tavascan é o primeiro SUV coupé totalmente elétrico da marca e faz jus ao seu homónimo, que alberga uma das centrais hidroelétricas mais “não convencionais” do território. Localizada a 500 metros de profundidade dentro das montanhas e com uma das cascatas mais importantes da Europa, mudou completamente a vida na aldeia. Este objetivo é partilhado pela Cupra, que pretende reinventar a eletrificação com o Tavascan, e provar que os carros elétricos podem proporcionar uma elevada performance desportiva.


Com as suas paredes de pedra e telhados de madeira, a aldeia de Tavascan mistura-se com o ambiente natural circundante, a equipa de design da Cupra inspirou-se profundamente na natureza no seu estado mais puro ao criar o carro.

Cupra Tavascan – Uma viagem às suas origens
Cupra Tavascan – Uma viagem às suas origens

"Queríamos dar ao modelo integridade genuína, com matérias-primas, cores, texturas e elementos gráficos que lhe conferem sofisticação em sintonia com a natureza", explica Francesca Sangalli, Diretora de Cores&Materiais, Conceito&Estratégia da Cupra.


Grande parte dos recursos naturais de Tavascan, como os seus mais de 50 lagos, são utilizados para a produção de energia verde. Este compromisso com a eletrificação e a sustentabilidade é partilhado pela Cupra. O percurso da marca rumo à eletrificação é o seu impulso imparável, e o Tavascan não é uma resposta à mudança; é o veículo que o cria. Para além da sua potência eléctrica, a utilização do design paramétrico tem também um papel importante na proteção do ambiente.

"Desta forma podemos criar uma estrutura mais leve e destacar as peças pelo que são, sem necessidade de ocultá-las; desta forma, reduzimos a nossa pegada de carbono”, conclui Francesca.
 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Comments


350x250.gif
300.250.png
AEA_SDSEC2024_CARROSSEL_01.png
bottom of page