top of page

Cupra DarkRebel: Após estreia no IAA Mobility em Munique, a palavra dos criadores!


Cupra DarkRebel: Após estreia no IAA Mobility em Munique, a palavra dos criadores!

"Quando se juntou à Cupra pedi para me surpreender", recorda Wayne Griffiths com Jorge Diez. "E conseguiu!", acrescenta. Depois da apresentação da Cupra na IAA Mobility em Munique, o CEO da marca e o Diretor de Design não conseguem tirar os olhos de uma das suas maiores obsessões – o showcar DarkRebel. Juntos, partilham a viagem ao mundo físico do primeiro carro totalmente criado no espaço virtual, abraçando o que nunca foi visto.


"Digo sempre que as pessoas fazem a marca, e nós provamos isso mais do que nunca com este modelo", diz Griffiths.

O showcar DarkRebel foi criado em colaboração com a Tribo Cupra, com mais de 270.000 configurações virtuais que ajudaram a moldar a sua versão física. De acordo com o estilo não convencional da marca,

"foi um processo muito diferente de qualquer abordagem habitual, já que pela primeira vez o design deste carro foi o resultado do diálogo com a comunidade, o que o torna ainda mais forte", explica Diez. E acrescenta: "Toda a equipa trabalhou para alcançar a máxima expressão do nosso ADN Cupra, concentrando-o no modelo para ultrapassar os limites do design e da performance."


Design provocador. O resultado é um showcar que estimula emoções: "O carro tem muito movimento, sente-se a sua força, e torná-lo uma realidade tem sido um grande desafio", diz Diez. Mas a equipa conseguiu fazê-lo com sucesso, com a sua frente elegante e a utilização da luz, com a icónica assinatura luminosa triangular da marca. "E quão boa é esta enigmática cor da carroçaria? Semelhante a mercúrio?" observa Griffiths. "É sensual; com um tom violeta escuro e um efeito altamente reflexivo, evolui dependendo do ambiente circundante, como um camaleão", responde Diez. "E a parte de trás do carro? Sabe que é o que as pessoas mais vão ver, pois este carro vai estar sempre à frente delas", brinca o CEO da Cupra. "Com os ombros mais largos e o superdifusor desenhado parametricamente, é sem dúvida uma visão forte e poderosa", acrescenta Diez.


Interior inspirado em videojogos. "É igualmente incrível", diz Griffiths, sentado lá dentro, onde todos os elementos são voltados para o motorista. "Na Cupra adoramos conduzir, e este automóvel envolve-nos por completo, com a incorporação da gamificação para melhorar a experiência", responde o Diretor de Design. O veículo de dois lugares, tem uma coluna central em alumínio impresso em 3D e os bancos funcionam de forma diferente –

"estão fixos no lugar e é a coluna do volante que pode ser ajustada para a frente e para trás", revela Diez. Uma novidade que se soma às experiências de condução do Exponential Square, Exponential Cube e Exponential Infinity, que oferece a possibilidade de entrar no Metahype, o espaço da marca no metaverso, enquanto o veículo está a carregar, "para viver uma experiência única dentro do carro", salienta Diez. Porque, “isto é, Cupra, sempre surpreendente, sempre provocador", conclui Griffiths.
 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.



Comments


350x250.gif
300.250.png
AEA_SDSEC2024_CARROSSEL_01.png
bottom of page