top of page

CPR: Primeiro encontro para a decisão do título português de ralis


CPR: Primeiro encontro para a decisão do título português de ralis

Quando restam apenas duas provas para o termo do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), o Rali da Água Transibérico Eurocidade Chaves-Verin, este próximo fim de semana (15/16 setembro), afigura-se como a primeira “prova dos nove” dos quatro candidatos ao título de campeão absoluto de 2023: Miguel Correia, José Pedro Fontes, Ricardo Teodósio e Armindo Araújo. Ao longo de dois dias e em classificativas, algumas das quais com um traçado bastante “exigente”, que são uma novidade, a competição organizada pelo CAMI Motorsport reúne todos os ingredientes para ser… empolgante!


Para Miguel Correia (Skoda Fabia Rally2 evo), José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally2), Ricardo Teodósio (Hyundai i20 N Rally2) e Armindo Araújo (Skoda Fabia RS Rally2), os únicos ainda com hipóteses de se sagrarem campeões, só há uma estratégia: atacar para vencer o rali e, suceda o que suceder no final dos dez troços cronometrados, depois…fazem-se as contas do campeonato. De qualquer modo, e seja qual for o desfecho, será quase uma certeza que ainda não é em Chaves que vai ser conhecido o sucessor de Armindo Araújo ou mesmo se este conquistará o seu oitavo título no CPR. Aliás, o piloto de Santo Tirso, que conta menos duas pontuações (Rali Serras de Fafe e Rali Casinos do Algarve), na sequência do acidente sofrido na prova de abertura da época, é quem se encontra na posição menos favorável, dado que somará sempre menos uma [pontuação] que os seus adversários nas contas finais (as sete melhores pontuações de um total de oito), algo que é bastante penalizador.

CPR: Primeiro encontro para a decisão do título português de ralis

Esta primeira “prova dos nove” em Chaves vai fazer a seleção final dos candidatos e, muito provavelmente, o atual quarteto pode ficar reduzido a três ou a dois, para no Rali Vidreiro Centro de Portugal, em meados de outubro próximo, tudo se decidir no derradeiro exame da temporada.


Liberto da luta pelo campeonato, o britânico Kris Meeke (Hyundai i20 N Rally2) será o natural favorito à vitória na prova do CAMI Motorsport, aguardando-se com alguma expetativa os desempenhos de Bernardo Sousa (Citroen C3 Rally2) e do regressado João Barros (VW Polo GTI R5), sem esquecer outros protagonistas, como Pedro Meireles (Hyundai i20 N Rally2), Pedro Almeida (Skoda Fabia Rally2 evo), outro regresso, e Paulo Meireles (Hyundai i20 N Rally2). Numa lista bem interessante, a nível numérico, de salientar, por outro lado, a participações do espanhol Victor Senra (Skoda Fabia Rally2 evo).


À semelhança do CPR, o Campeonato de Portugal 2RM (duas rodas motrizes) também entra na sua fase decisiva e esse será mais um dos múltiplos focos de interesse do rali transmontano, no qual Hugo Lopes (Peugeot 208 Rally4) defende a liderança conquistada na Madeira a Ernesto Cunha (Peugeot 208 Rally4). A diferença entre ambos é agora de 10,5 pontos, mas Ricardo Sousa (Peugeot 208 Rally4), o terceiro classificado (a 18,5 pontos do líder), ainda não está fora da luta pelo título, tal como o jovem Gonçalo Henriques (Renault Clio Rally4).

CPR: Primeiro encontro para a decisão do título português de ralis

No Campeonato Júnior, o já referido Hugo Lopes (Peugeot 208 Rally4) tem o título na mão, bastando-lhe concluir a prova para confirmá-lo, atendendo à diferença (36 pontos) que o separa de Kevin Saraiva, piloto ausente nesta prova.


Por fim, na FPAK Júnior Team, que avança para a terceira das cinco provas da época, Rafael Rego e Pedro Pereira, vencedores, respetivamente, em Castelo Branco e no Constálica Rally Vouzela e Viseu, estão separados por cinco pontos, apresentando-se como os principais candidatos ao primeiro lugar, perante a expetativa de João Silva, enquanto Vítor Matias e Alexandre Cordeiro procuram evoluir e melhorar os desempenhos dos ralis anteriores.

CPR: Primeiro encontro para a decisão do título português de ralis

HORÁRIO/PROGRAMA


SEXTA-FEIRA (15 setembro)

Free Practice (S. Pedro de Agostem/2,93 km) 08h00/09h30

Qualificação (S. Pedro de Agostem/2,93 km) 10h00/10h30

Shakedown (S. Pedro de Agostem/2,93 km) 11h00/13h00

Escolha da Ordem de Partida (Museu Nadir Afonso) 12h45

Partida (Parque Assistência/Avenida do Estádio- Chaves) 17h04

PEC 1 – Termas de Chaves (16,14 km) 17h40

PEC 2 – Alto Tâmega (12,89 km) 18h23

Reagrupamento (Parque de Estacionamento da Lapa) 19h19/20h39

PEC 3 – Cidade de Chaves 1 (1,83 km) 20h58

Parque de Assistência (Avenida do Estádio – Chaves) 21h14/21h59

Parque Fechado (Parque de Estacionamento da Lapa) 22h03


SÁBADO (16 setembro)

Partida do Parque Fechado (Parque de Estacionamento da Lapa) 10h00

Parque de Assistência (Avenida do Estádio – Chaves) 10h04/10h19

PEC 4 – Eurocidade 1 (10,34 km) 10h45

PEC 5 – Cidade de Verin 1 (11, 48 km) 11h40

PEC 6 – Rota Termal 1 (16,74 km) 12h31

Reagrupamento (Parque de Estacionamento da Lapa) 13h17/13h37

Parque de Assistência (Avenida do Estádio – Chaves) 13h41/14h11

PEC 7 – Eurocidade 2 14h37

PEC 8 – Cidade de Verin 2 15h32

Reagrupamento (Soutelinho da Raia) 16h12/17h02

PEC 9 – Rota Termal 2 – POWER STAGE 17h16

PEC 10 – Cidade de Chaves 2 18h04

Pódio final (Parque Fechado/Praça António Ribeiro Carvalho) 20h15

 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Comentarii


350x250.gif
300.250.png
bottom of page