top of page

CPM: Entre os 1300, João Silva foi o mais forte em Boticas


João Silva - Peugeot 106 Rallye
João Silva - Peugeot 106 Rallye

O piloto do Peugeot 106 Rallye suplantou a forte oposição de Tiago Santos (Citroen AX Sport) para conquistar a primeira vitória da sua carreira no campeonato.


Com ausência de Armando Freitas e João Diogo Santos era certo que o Campeonato de Portugal de Montanha 1300 JC Group iria conhecer um novo vencedor em Boticas.


Desde a sessão inaugural de treinos, realizada no começa da atarde de sábado que se percebeu que a luta pelo triunfo seria protagonizada por um duo de dois jovens pilotos. João Silva e Tiago Santos.


Se nos treinos foram alternando a primazia, já nas subidas oficiais de prova, João Silva foi mais forte, resolvendo a contenda logo nas duas primeiras, mas não sem forte oposição de Tiago Santos que sairia de Boticas com mais um pódio conquistado na época, garantindo o 2º lugar final.


Luís Rodrigues (Fiat Punto) foi muito regular ao longo dos dois dias, sendo recompensado com o 3º posto, subindo assim ao terceiro degrau do pódio pela primeira vez na sua carreira.

Catarina Silva
Catarina Silva

Uma palavra para Catarina Silva. A jovem “rookie” da Famaconcret esteve sempre competitiva com o seu Citroen C1, vencendo a batalha que travou com Simplício Taveira (Citroen C1) nas lides dos 1000cc, almejando ainda ser quinta da geral. Com este resultado catarina Silva concluiu a sua época de estreia num excelente Top 5 do campeonato.


Na Divisão Clássicos 1300, Carlos Delgado (Ford Escort México) foi sempre o mais forte, rematando a conquista do titulo da divisão com o quinto triunfo da época.

Carlos Delgado (Ford Escort México)
Carlos Delgado (Ford Escort México)
 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page