top of page

Vídeos: Com novos protocolos, Latin NCAP dá zero estrela para Renault Duster e Suzuki Swift


Com novos protocolos, Latin NCAP dá zero estrela para Renault Duster e Suzuki Swift

Os novos resultados do Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, Latin NCAP, foram apresentados hoje com duas decepcionantes, zero, estrelas para Renault New Duster e Suzuki Swift.


No comunicado da entidade, o Latin NCAP pede melhorias urgentes ao Renault New Duster, produzido na América Latina e na Romênia, que com dois airbags e Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) como equipamento padrão, obteve zero estrela no novo protocolo do Latin NCAP.

O popular SUV obteve 29,47% em Proteção de Ocupantes Adultos, 22,93% em Proteção de Ocupantes Infantis, 50,79% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis de Estradas e 34,88% em Sistemas de Assistência de Segurança. O New Duster para a América Latina e o Caribe não oferece airbags laterais de corpo nem de proteção lateral de cabeça padrão como o modelo vendido na Europa sob a marca Dacia.


No impacto frontal, o modelo apresentou estrutura instável e perda de combustível. No cenário potencial de um teste regulatório sob a norma UN95, o modelo falharia devido à abertura da porta. A perda de combustível registrada no impacto frontal exige ações da Renault, não só resolvendo o problema na produção, mas também fazendo um recall das unidades vendidas no mercado que poderiam ter essa perda de combustível no tanque após um impacto.


Na mesma linha, a abertura da porta no impacto lateral exige uma ação imediata da Renault, pois apresenta um sério risco de ejeção do passageiro em caso de impacto lateral.

Já o Suzuki Swift, fabricado na Índia e no Japão, com dois airbags de série, obteve zero estrela. O modelo compacto obteve 15,53% em Proteção de Ocupantes Adultos, 0% em Proteção de Ocupantes Infantis, 66,07% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis de Estradas e 6,98% em Sistemas de Assistência de Segurança. O resultado é válido para as versões hatchback e sedan.


O resultado de zero estrela é explicado pela fraca proteção lateral para o adulto, a abertura da porta neste teste, a ausência de um teste para verificar o cumprimento da norma UN32 para impacto traseiro que impede o veículo de pontuar no teste whiplash. Também é explicado pela falta de airbags de proteção lateral de cabeça (airbags de cortina) como padrão, a ausência do ESC padrão e a decisão da Suzuki de não recomendar o Sistema de Retenção Infantil (SRI) para crianças. Este veículo não passaria no teste de impacto lateral da norma UN95 da ONU devido à abertura da porta na colisão lateral. O modelo Swift é vendido na Europa com seis airbags e Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) como padrão, enquanto o modelo vendido na América Latina não oferece airbags laterais para o corpo e cabeça nem ESC padrão. A versão latino-americana do Swift ainda oferece de série um cinto de segurança de dois pontos na posição central traseira como padrão, apesar do conhecido risco de lesões devido ao seu uso.


Alejandro Furas, Secretário-Geral do Latin NCAP, disse:“O fraco desempenho de segurança oferecido pela Renault e a Suzuki para os consumidores latino-americanos é decepcionante e perturbador. O Latin NCAP insta e incentiva a Renault e a Suzuki a melhorar drasticamente a segurança padrão desses modelos o mais rápido possível. Os consumidores na América Latina são obrigados a pagar mais do que o preço básico para obter os mesmos equipamentos de segurança que a Renault/Dacia e a Suzuki oferecem como padrão em outros mercados, como a Europa.

Em alguns casos, essas marcas nem mesmo as oferecem como opção para a América Latina e o Caribe. A segurança básica dos veículos, padrão em mercados de economias maduras, é um direito que os consumidores da América Latina e do Caribe devem exigir sem ter que pagar a mais. Esses elementos de segurança atuam como vacinas para uma das pandemias mais graves, como mortes e ferimentos causados por acidentes de trânsito. Os consumidores têm o direito de receber a mesma vacina fornecida em outro lugar, sem ter que pagar mais por ela."
Com novos protocolos, Latin NCAP dá zero estrela para Renault Duster e Suzuki Swift

Stephan Brodziak, Presidente do Conselho do Latin NCAP, disse:“Infelizmente, vemos um resultado muito ruim para dois veículos que são altamente comercializados em nossa região, mais uma vez vemos traída a confiança que os consumidores depositam em alguns fabricantes. É muito discriminador que, após mais de 10 anos avaliando o desempenho de segurança dos veículos comercializados na América Latina e no Caribe, continuemos a ver carros zero estrela. Em termos de segurança veicular, ainda somos tratados como cidadãos de segunda classe apenas para que alguns fabricantes possam economizar dinheiro na produção de veículos. O dinheiro que esses fabricantes economizam se traduz em mortes e ferimentos graves que afetam famílias e a economia de nossa região. A América Latina não merece mais carros zero estrela, chega de carros de baixa segurança!"
Com novos protocolos, Latin NCAP dá zero estrela para Renault Duster e Suzuki Swift

Renault contesta resultado


Após a divulgação do resultado, a Renault, através de comunicado, contestou.


“O veículo Duster, que teve o seu teste divulgado em agosto de 2021, é exatamente o mesmo em termos de conteúdos de segurança ativa e passiva em relação ao veículo que obteve quatro estrelas na proteção para adultos e três estrelas na proteção para crianças, em teste realizado pela mesma instituição em 2019.


Em 2020 o Latin NCAP mudou os protocolos de testes e, por conta disso, os resultados são diferentes.


É importante reforçar que o Renault Duster cumpre rigorosamente as regulamentações nos países em que é comercializado, superando-as em alguns quesitos. O modelo traz diversos equipamentos de segurança como ESP, alerta de ponto cego, câmera Multiview, assistente de partida em rampa, entre outros, que não são obrigatórios por lei.


A Renault considera que, assim como houve uma grande evolução na segurança veicular nos últimos anos, o tema seguirá evoluindo e a Renault continuará a oferecer produtos com alto nível de segurança.” – Finalizou o comunicado da marca.


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Automóveis entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

1 Comment


mrubens500
Aug 27, 2021

Uma vergonha, em 2021 com todos os recursos de software de engenharia estrutural fazerem veículos tão inseguros !!! Parabéns pela Matéria !!!!

Like
350x250.gif
300.250.png
bottom of page