top of page

Com faturamento de €1 bilhão, Grupo Azimut Benetti encerra ano fiscal com 20% de crescimento


Com faturamento de €1 bilhão, Grupo Azimut Benetti encerra ano fiscal com 20% de crescimento

A alta demanda por iates de luxo em todo o mundo fez o Grupo Azimut Benetti, líder global em produção de iates de luxo, fechar o ano náutico (01 setembro de 2021 a 31 de agosto de 2022) com faturamento de 1 bilhão de euros, o que representa um crescimento de 20% em relação ao mesmo período anterior. O número de embarcações entregues foi de 255 e a projeção são outras 280 até agosto do próximo ano. A empresa registrou também crescimento de quase 140% no número de pedidos, que foi de 1,2 bilhão de euros no ano náutico 2020/2021 e agora fechou com 2,8 bilhões de euros.


“O mercado náutico mundial segue aquecido e os números do Grupo Azimut Benetti refletem esse aumento na demanda por embarcações de luxo. As entregas estão sendo programadas para o período de 12 a 24 meses, dependendo do modelo”, comenta o CEO da Azimut Yachts Brasil Francesco Caputo.

A Azimut Yachts, marca do Grupo Azimut-Benetti, que tem sua matriz na Itália e mais de 135 representações pelo mundo, instalou um estaleiro no Brasil em 2010 e, atualmente, possui cerca de 500 colaboradores e um parque fabril de aproximadamente 20 mil metros quadrados. Nos próximos três anos, a meta do estaleiro brasileiro é aumentar em 30% a produção para o público nacional e também para exportação.


No Brasil, a marca italiana produz embarcações de 51 e 100 pés, com preços standard de R$ 7,9 a R$ 55 milhões, dependendo das configurações.

Com faturamento de €1 bilhão, Grupo Azimut Benetti encerra ano fiscal com 20% de crescimento

“Percebemos que os consumidores vêm buscando barcos cada vez maiores, com excelência em detalhes e alta tecnologia. Além disso, desde 2020 tivemos 30% de aumento de clientes que escolheram a Azimut como sua primeira embarcação. Somos uma marca de vanguarda italiana, de alto luxo e, geralmente, o cliente deseja a marca, mas inicia com uma embarcação menor até chegar a uma Azimut, assim como acontece na indústria automobilística. Porém, nos últimos 2 anos, esse comportamento vem mudando, e temos vários casos de clientes que já chegam ao estaleiro com a decisão de compra bem definida. Muitos, são barcos de tamanhos grandes, na faixa de 60 pés”, explica Caputo.
 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado a que se destinam.


Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio



Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente e totalmente gratuito.


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção #Náutica entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page