top of page

Aviação: Luxair encomenda quatro jatos E195-E2 da Embraer, com opções para mais cinco aeronaves


Aviação: Luxair encomenda quatro jatos E195-E2 da Embraer, com opções para mais cinco aeronaves

A Embraer e a Luxair, companhia aérea do Grão-Ducado de Luxemburgo, assinaram um pedido firme para quatro E195-E2. Os jatos da Embraer complementarão a frota de aviões narrowbody de maior porte encomendados recentemente pela Luxair.


A companhia aérea de Luxemburgo encomendou quatro E195-E2, incluindo duas opções de compra e três direitos de compra para jatos adicionais. O negócio também contempla direitos de conversão para o E190-E2, caso solicitado pela Luxair. A primeira entrega está programada para o quarto trimestre de 2025.


“Continuamos a trabalhar no desenvolvimento e no futuro de longo prazo da nossa companhia aérea. Esses jatos de última geração são mais uma prova do nosso compromisso com a sustentabilidade e com o conforto dos nossos passageiros. O E195-E2 é o jato regional mais silencioso com o menor consumo de combustível e, por isso, proporcionará a flexibilidade que precisamos em nossa malha aérea. Nossos passageiros se beneficiarão de uma cabine espaçosa e silenciosa e também dos amplos bagageiros superiores. O E195-E2 é o jato ideal para a Luxair e para nossos passageiros”, afirma Gilles Feith, CEO da Luxair.

“Estamos muito satisfeitos em termos a Luxair novamente como cliente da Embraer, pois no passado a companhia já operou o ERJ-145 e o EMB-120. O E2 adapta-se perfeitamente às operações e aos objetivos da Luxair, de forma a complementar a frota atual e futura da Luxair, assegurando um alto nível de otimização da frota e de sua malha aérea no longo prazo. Com tecnologia de ponta, baixo nível de ruído e de emissões, o E2 permite às companhias aéreas conciliar metas de expansão e de sustentabilidade”, afirma Martyn Holmes, CCO da Embraer Aviação Comercial.
 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page