• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Aviação: IATA prevê perdas de até 95 bilhões de dólares em 2021


As companhias aéreas arriscam perder de seu caixa entre 75 e 95 bilhões de dólares em 2021, de acordo com as novas estimativas da IATA.


Com um início de ano muito pior do que o planejado ainda em Novembro, a IATA agravou as previsões das perdas das companhias aéreas que eram naquele momento de 48 mil milhões de dólares.


Atualmente, e mesmo no cenário mais optimista, a associação internacional das companhias aéreas estima que o regresso aos ganhos só acontecerá em 2022, quando em Novembro se esperava que no quarto trimestre de 2021 o saldo já poderia ser positivo.


O agravamento das previsões é justificado pelo recrudescimento dos contágios com as novas variantes do COVID-19. Atualmente, as reservas para os meses de Verão no hemisfério norte (Julho e Agosto) estão 78% abaixo do verificado em Fevereiro de 2019 (não se justifica a comparação com 2020) e já é certo que o primeiro semestre será pior que o antecipado.


Num cenário optimista, as coisas podem ir melhorando com a vacinação nos países desenvolvidos, e a procura para o Verão poderá representar perdas de “apenas” 75 mil milhões de dólares.


Já num cenário mais pessimista, os governos manterão as restrições às viagens por causa da Covid, e a procura ficará em apenas 33% da registada em 2019 com as companhias podendo amargar prejuízos e até 95 bilhões de dólares.


Segundo a perspectiva da IATA, os governos não conseguirem abrir as fronteiras, terão certamente que abrir as carteiras para, de novo, resgatar o sector.


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Aviação entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

AJLS Comunicação - O parceiro que falta para o seu negócio decolar!

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !
Coluna de André Maranhão - Veículos híbridos e eletricos