top of page

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

Atualizado: 22 de dez. de 2021

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

Fica Técnica Chevrolet Onix Plus Midnight
Ficha técnica Chevrolet Onix Plus Midnight

Um dos acabamentos que a marca Chevrolet tem utilizado no Brasil para dar exclusividade a alguns dos seus modelos é o chamado Midnight, que nada mais é que o escurecimento de muitas das peças da carroceria, entregando um aspecto sem dúvida exclusivo e até mais esportivo.


Aplicado nos últimos anos na picape S10 e no SUV Equinox, mais recentemente foi a vez do Onix Plus, a versão sedã do seu compacto de grande sucesso, receber este acabamento, e é precisamente este modelo/versão que recebemos para um teste de alguns dias, percorrendo o habitual circuito misto onde procuramos simular uma rotina urbana e de condução em estrada, com quilometragem idêntica, e adquirindo assim uma real informação de como responde o carro em termos de eficiência e dirigibilidade nos dois cenários mais comuns de condução. O resultado dessa experiência passamos agora a compartilhar com vocês.


Mas ainda antes de falarmos especificamente do Chevrolet Onix Plus Midnight, aproveitamos para agradecer desde já a vossa leitura, deixando o espaço de comentários à disposição para interagirem conosco através da vossa opinião e agradecendo também o compartilhamento da matéria com conhecidos, amigos e família. Outro convite é para que se inscrevam em nosso canal de vídeo no youtube, além de sugerir que sigam nossas mídias sociais no Facebook, Instagram e Twitter.

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

Podem também encaminhar vossas dúvidas sobre os modelos que testamos para o e-mail redacao@revistapubliracing.com.br, que nossa equipe terá o maior prazer em responder para todos vocês.


Mas vamos lá! - As versões Midnight são caracterizadas, além da cor, por retirar um pouco do conteúdo das versões mais completas e assim poder atrair o público, tanto pelo preço, como pela exclusividade no acabamento. Ao observarmos nosso Onix Plus Midnigh o destaque são, naturalmente, as diversas peças em cor preta: dos para-choques às rodas de liga leve aro 16" com design exclusivo, e onde são instalados pneus de medida 195/55R16. Destacamos ainda a grade frontal estilo colmeia, uma exclusividade da versão, e a tradicional gravata (logomarca) da Chevrolet, evidente tanto na grande frontal como na tampa do porta malas. Ainda muito bem integrado na carroceria em termos de design, o conjunto ótico do modelo, que entrega faróis dianteiros tipo projetor com máscara negra e assinatura de condução diurna em LED. Os faróis ainda têm sistema em que a luz permanece acesa por um período de tempo após abertura ou travamento das portas.



Com a cor de carroceria na única opção disponibilizada para a versão, espelhos retrovisores (elétricos) e maçanetas das portas, além das molduras das janelas, são também elas peças que completam o visual escurecido do Onis Plus Midnight.


O modelo tem uma postura generosa para um compacto, com 4.474 (mm) de comprimento, 2.044 de largura (com espelhos), 1.474 de altura e 2.600 de entre eixos. Ainda como dimensões que sempre são alvo de um olhar atento por parte do consumidor, o tanque de combustível que permite 44 litros de etanol ou gasolina, além dos 469 litros de volume disponibilizado no porta malas. Cabe aqui a comparação com o seu mais direto concorrente, o Hyundai HB20s, que entrega um espaço maior para bagagens (475L), muito embora o modelo sul-coreano fabricado no Brasil tenha dimensões totais ligeiramente inferiores ao carro da GM.

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

Finalizando nossa observação externa referir os 1 107 kg de peso em ordem de marcha, algo muito no padrão médio do segmento.


De uma forma geral, o Onix Plus Midnight é atraente e até esportivo, com postura de carro maior, ele entrega linhas muito bem trabalhadas ao longo da carroceria, e sua elegância é evidente também na integração do terceiro volume e design das lanternas. Com o preto sendo o destaque de praticamente todos os detalhes do veículo, a esportividade fica claramente em evidencia, podendo agradar a quem gosta de ter um produto um pouco mais exclusivo e diferenciado.


Hora de observar com atenção o interior do Onix Plus. A abertura das portas é realizada através da chave presencial e logo nos deparamos com a questão que mais nos desagradou no modelo, aquele som de portas com estrutura pouco consistente, aí podemos juntar tanto a ausência de materiais de melhor qualidade no forro das portas, como na própria estrutura interna das mesmas. Escusado será referir que o isolamento acústico deixa a desejar e que o som e ruídos externos entram sem cerimónia no veículo o que acaba por prejudicar o conforto geral.

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

Mas o Onix Plus é um carro que na sua essência é bem equipado, especialmente em tecnologia, trazendo volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, painel de instrumentos com tela 3,5" digital TFT, que melhorou substancialmente esta área em relação à geração anterior do modelo, além da multimídia idêntica para todas as versões da linha e que é composta por uma tela LCD sensível ao toque de 8", com integração para smartphones através do Android Auto e Apple CarPlay, exibindo as imagens da câmera de ré e conectada ao sistema de áudio de 4 alto falantes e dois tweeters.


Aqui destaque para as ausências, como o sistema OnStar, a entrada USB dupla para carregamento no banco traseiro, projeção da tela do smartphone sem o uso de cabo ou ainda Wi-Fi nativo, itens que são exclusividades das versões Premier. Ausente também na versão Midnight o ar-condicionado automático digital. Cabe aqui um parêntesis para referir que as versões intermediárias do Onix vão passar a receber também alguns destes itens nos modelos a partir de janeiro, passando a trazer a versão Midnight de série algumas destas ausências relatadas no momento do nosso teste, como por exemplo, o a projeção sem fio dos celulares, WI-FI nativo, aplicativo my-Chevrolet ou o OnStar.

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

A característica cor da versão Midnight ganha igualmente relevância no interior, com acabamento em preto de alguns detalhes e utilizando este tom para o tecido dos bancos.


Já que falamos em bancos, referir que todas as cinco posições têm encosto de cabeça e cinto de segurança de três pontos, sendo que o do motorista tem ajuste em altura, além de não faltar o obrigatório sistema de fixação de cadeiras para crianças (Isofix e Top Tether).


Ainda observando a segurança, elogio natural para os 06 airbags (frontais, laterais e duplo de cortina) entregues em todas as versões do modelo.


Como resumo ao habitáculo, confirmamos que ele é prático e com espaço que consideramos em bom nível para o segmento, entregando um correto posicionamento da tela multimídia e dos principais comandos, e só mesmo a qualidade de algumas peças utilizadas no acabamento, com natural desconforto pela entrada de ruídos externos, e especialmente, a estrutura das portas, que acabaram por ser os principais alertas e onde a marca deve evoluir no modelo/versão.


Hora de acionar o botão de ignição e dar partida ao ágil motor de três cilindros turbo Flex de 999 cm³, que entrega 116 cv a 5500 rpm, com torque de 16,3 mKgf e 16,8 mKgf a 2000 rpm, com gasolina e etanol, respetivamente.

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

Este motor dianteiro em posição transversal fica conectado a uma caixa de câmbio automática de 6 velocidades, de ajuste muito eficiente, tanto para dar agilidade ao modelo logo nos giros iniciais, como também numa faixa mais alta de giro, onde se mostrou capaz de entregar algo mais em retomadas ou ultrapassagens. Com isso, além de eficiente em termos de consumo, este bom casamento de motor e câmbio permite ainda uma condução urbana confortável já que os ajustes são para trocas a giro baixo e interpretando muito bem a intensidade do pé direito no acelerador.


O Onix Plus é uma proposta de dirigibilidade bem interessante, com reações rápidas e precisas através da direção de assistência elétrica progressiva e que permite manobras suaves e práticas em espaços reduzidos.

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado
Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

Ele também entrega um conjunto de suspensão bem equilibrado, com a “tradicional” opção pela configuração independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira. Com uma calibragem de amortecedores e todo o conjunto de suspensão muito no padrão do segmento, percebemos o equilíbrio no comportamento entre estabilidade e capacidade em curva, bem como absorção das irregularidades e buracos.


Outra escolha tradicional no segmento é para o sistema de freios, com disco ventilado na frente e tambor atrás, no padrão, o Onix Plus sempre reagiu de forma honesta e segura, incorporando ABS, sistema de distribuição de frenagem e assistência de frenagem de urgência.


Como já referido, o Onix Plus Midnight é um veículo bem recheado em termos tecnológicos, com itens que atuam em favor da segurança e onde não faltam o controle eletrônico de estabilidade e tração e o auxilio de saída em rampa.

Avaliação: Onix Plus Midnight é exclusivo e equilibrado

Conclusão do Editor - Com média de 13,1 km/l de gasolina em nosso circuito misto, o Onix Plus, assim como seu irmão hatch, estão muito bem equipados com este conjunto de motor e câmbio, ágil e eficiente, a mecânica é acompanhada por uma lista bem interessante de itens de série.


Com espaço interno generoso e extensível ao porta malas, ele é, como todo o veículo de três volumes, direcionado para quem quer mais espaço, como carro para a família, por exemplo, e sendo este seu perfil, ele cumpre bem essa função. É claro que esta versão Midnight apela para um condutor que também quer exclusividade, naturalmente pelas características do acabamento, mas mantendo seu DNA de produto originalmente bem equipado, podendo o comprador economizar com a compra desta versão pouco mais de 5 mil reais, entre os 100 mil da versão testada por nós e uma das versões Premier topo de linha.



Com meses de queda nas vendas fruto da ausência de veículos para entrega, e com a recuperação dos dois turnos de produção na planta onde é montado o Onix Plus, o modelo vem assim recuperando nos últimos meses seu estatuto de referência quando o assunto é sedã compacto. Em novembro, ele só perdeu em vendas totais para seu irmão menor, a versão hatch que fechou o mês como líder de mercado no Brasil, e para a Fiat Strada, se apresentando como o terceiro veículo mais vendido com 7.251 unidades emplacadas, totalizando até final de novembro 45.602 veículos emplacados e o posto de líder isolado do segmento.


Um produto que se situa na faixa virtual dos 100 mil reais (os antigos 70 mil) que é o atual marco divisório entre produtos mais econômicos em termos de proposta, e a escalada por versões mais completas acima desse valor. Por isso mesmo, e de acordo com a atual realidade econômica e de politica de preços no Brasil, consideramos a proposta bem interessante e equilibrada, além da exclusividade que a versão entrega.



 

Gostou da matéria? – Saiba que sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho. Utilize a chave PIX - comercial@revistapubliracing.com.br e seja nosso parceiro - Quando e quanto você quiser!


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Testes e Comparativos entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page