top of page

Audi atinge recorde de lucro operacional no ano fiscal 2022


Audi atinge recorAudi atinge recorde de lucro operacional no ano fiscal 2022de de lucro operacional no ano fiscal 2022

O Grupo Audi encerrou o ano fiscal de 2022 com um resultado recorde. A receita aumentou 16,4% e atingiu o recorde de € 61,8 bilhões, enquanto o lucro operacional subiu quase 40% e alcançou o recorde histórico de € 7,6 bilhões. A margem operacional aumentou dos 10,4% do ano passado para 12,2%, e o fluxo de caixa líquido atingiu € 4,8 bilhões, o segundo maior valor da história da empresa.


Os principais impulsionadores do forte desempenho financeiro deste ano incluíram uma gestão de crise consistente em um ano marcado por desafios globais, uma posicionamento eficiente de precificação e resultados consistentes das marcas Bentley, Lamborghini e Ducati. No ano de 2022 também ocorreu um aumento expressivo na venda de veículos totalmente elétricos. Em 2023, a Audi lançará a maior campanha de produtos da história da empresa, começando com a futura série de modelos Q6 e-tron. Será o primeiro modelo elétrico baseado na Premium Platform Electric (PPE).


“A nossa estratégia global Vorsprung 2030 fornece as respostas certas, mesmo em tempos de múltiplas crises”, afirma Markus Duesmann, CEO da AUDI AG. “Estamos focando a Audi na sustentabilidade e avançando sistematicamente na digitalização e eletrificação de nossos produtos”, conclui.


Entregas próximas ao patamar do ano anterior

O grupo de marcas Audi, Bentley, Lamborghini e Ducati entregou em 2022 um total de 1.638.638 carros e 61.562 motos, contra 1.688.978 e 59.447 unidades, respectivamente, em 2021. Os números de vendas semelhantes ocorreram em virtude do forte desempenho na segunda metade do ano. Em 2022, a marca Audi entregou 1.614.231 aos clientes, ante 1.680.512 carros em 2021.


Bentley, Lamborghini e Ducati alcançam números recordes

Os resultados impressionantes do Grupo Audi se devem principalmente ao desempenho da Bentley, Lamborghini e Ducati, que quebraram recordes no ano fiscal de 2022. A Bentley, por exemplo, voltou a celebrar um novo recorde de entregas pela terceira vez consecutiva: entregando 15.174 veículos (14.659 em 2021) - a marca britânica superou o recorde anterior em 3,5% e também aumentou significativamente a receita para € 3.384 (foram € 2.845 milhões no ano retrasado). A margem operacional subiu para um recorde histórico de 20,9% (13,7% em 2021), enquanto o lucro operacional foi de € 708 milhões (em 2021, foi de € 389 milhões), também significativamente acima do valor do ano anterior.


A Lamborghini entregou 9.233 (em 2021, foram 8.405) carros a clientes no último ano fiscal, com vendas de 21,9% para € 2.375 milhões (em 2021, somou € 1.948 milhões). A Lamborghini gerou € 614 milhões (em 2021, € 393 milhões) em lucro operacional para uma margem operacional de 25,9% (em 2021, foram 20,2%).


Apesar da situação de fornecimento muito desafiadora, a Ducati entregou 61.562 motocicletas (em 2021, foram 59.447 motocicletas) aos clientes, o maior número em um único ano na história da marca. As vendas aumentaram 24,0% para € 1.089 milhões (em 2021, foram € 878 milhões), principalmente devido à posição de preço melhorada. O lucro operacional aumentou para € 109 milhões (em 2021, foram 61 milhões, enquanto a margem operacional atingiu 10,0% (em 2021, foram 7,0%).


Resultado financeiro ligeiramente superior ao ano anterior

O resultado financeiro do Grupo Audi aumentou significativamente em 2022 para € 1.522 milhões (em 2021, foram € 1.430 milhões). Os negócios do Grupo Audi na China, refletidos neste número, contribuíram com € 1.153 milhões (em 2021, foram 1.140 milhões) para os lucros.


Fluxo de caixa líquido: o segundo maior valor da história da empresa

O fluxo de caixa líquido do Grupo Audi chegou a € 4.808 milhões (2021: € 7.757 milhões) em 2022, um forte desempenho que também marca o segundo maior valor da história da empresa. A queda (em comparação com o valor excepcionalmente alto do ano anterior) é atribuída em parte ao aumento dos estoques que garantem nossa capacidade de entrega e em parte à interrupção contínua da logística e das cadeias de suprimentos. Além disso, impostos mais altos e mudanças que afetam as participações, como a contribuição de capital única para a Audi Formula Racing GmbH e a cisão das empresas de vendas dentro do Grupo Volkswagen, também tiveram impacto no fluxo de caixa líquido. Além disso, houve um aumento ano a ano nos investimentos, incluindo os da Audi FAW NEV Company Ltd., que é totalmente consolidada no Grupo Audi. Com a nova fábrica de modelos Audi totalmente elétricos baseados Premium Platform Electric (PPE) sendo construído em Changchun, o Grupo está abrindo caminho para a expansão do portfólio de produtos totalmente elétricos na China.


Uma prévia do ano fiscal de 2023

Devem ser entregues aos clientes das marcas do grupo entre 1,8 e 1,9 milhões de carros, enquanto a receita deve atingir um novo nível recorde entre € 69 bilhões e € 72 bilhões. Espera-se que a margem operacional fique entre 9 e 11 por cento. O Grupo Audi espera que seu fluxo de caixa líquido fique entre € 4,5 bilhões e€ 5,5 bilhões, o que representa a continuidade do forte desempenho dos últimos anos.

 

Com jornalistas nos dois lados do oceano, informamos que nossos textos contêm expressões e palavras utilizadas tanto no Brasil como em Portugal, de acordo com a origem do conteúdo e o mercado principal a que se destinam.


Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio



Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente e totalmente gratuito. Saiba como apoiar aqui


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção #Automóveis entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page