• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Apesar do coronavírus, Porsche tem 10,4 por cento de retorno nas vendas


Nos primeiros três trimestres de 2020, a Porsche gerou um retorno operacional de 2,0 bilhões de euros, apesar da pandemia mundial do coronavírus. Com um faturamento de 19,4 bilhões de euros, a fabricante de carros esportivos registrou um retorno em vendas de 10,4 por cento nos últimos nove meses. Apesar do resultado operacional ter ficado 28 por cento abaixo do valor do ano passado, Lutz Meschke, vice-presidente e membro do Conselho Executivo responsável por Finanças e Tecnologia da Informação da Porsche AG, está muito satisfeito com o alcançado: "Estamos lucrando agora por que a contínua otimização de nossos processos faz parte de nosso DNA." O consequente aumento na eficiência permitiu à Porsche alcançar um retorno de dois dígitos nas vendas, apesar da situação incerta da indústria automotiva.


Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG, acredita que a marcante linha de produtos é outro fator de sucesso: "Nosso portfólio de produtos jovem e atraente agrada aos clientes. Estou otimista em relação aos próximos meses", afirma Blume. "O novo 911 e nosso carro esportivo elétrico, o Taycan, demonstram significativamente nossa força inovadora e seus números de vendas superaram nossas expectativas. 25.400 unidades do clássico carro esportivo 911 foram entregues nos primeiros nove meses do ano, o que corresponde a um crescimento de um por cento de ano para ano. O totalmente elétrico Porsche Taycan foi lançado em setembro de 2019 e entregue a quase 11 mil clientes entre janeiro e setembro deste ano.

Desde o início do ano, a Porsche entregou 191.547 carros a seus clientes em todo o mundo. Apesar desse número ser cinco por cento menor que o de 2019, a Porsche tem conseguido manter a queda de vendas num nível moderado em comparação com o mercado como um todo. A fabricante de carros esportivos vem lucrando em primeiro lugar graças ao mercado chinês, que se recuperou rapidamente após o lockdown. Entre janeiro e setembro, a Porsche entregou mais de 62.823 veículos aos seus clientes na China. Isso corresponde a quase um terço de todas as suas vendas globais. A demanda também está sendo recuperada com força em outros mercados.


Apesar das difíceis condições no mercado geral, a Porsche vem mantendo resolutamente seus investimentos em digitalização e eletrificação. 15 bilhões de euros serão investidos em novas tecnologias ao longo dos próximos cinco anos. "Apesar desse investimento reduzir nossos resultados no momento, no longo prazo irá ajudar a manter a segurança da empresa e dos empregos no futuro", enfatiza Lutz Meschke, membro do Conselho Executivo responsável por Finanças e Tecnologia da Informação. Além do desafiador ambiente do mercado, os efeitos causados pelas taxas de câmbio também tiveram um impacto negativo nos resultados. Apesar disso, Meschke ressalta que atingir um retorno em vendas de 15 por cento continua sendo o objetivo estratégico da Porsche AG. "Devido aos efeitos da pandemia do coronavírus, isso não é realista para 2020 mas, graças à nossa estratégia a longo prazo, estamos confiantes de que alcançaremos um retorno em vendas de dois dígitos ao final deste ano."


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção Automóveis entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br


Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !