top of page

Airbus renova a sua frota transatlântica com navios de menor emissão


Airbus renova a sua frota transatlântica com navios de menor emissão

A Airbus vai renovar toda a frota de navios fretados que transportam subconjuntos de aeronaves entre instalações de produção na Europa e nos Estados Unidos com três navios roll-on/roll-off modernos e com baixas emissões, apoiados por propulsão assistida por vento.

A Airbus contratou o armador Louis Dreyfus Armateurs para construir, deter e operar estes novos navios altamente eficientes que entrarão em serviço a partir de 2026.


Prevê-se que a nova frota reduza as emissões médias anuais de CO2 transatlânticas de 68.000 para 33.000 toneladas até 2030. Este fato contribuirá para o compromisso da Airbus de reduzir as suas emissões industriais globais até 63% até ao final da década - em comparação com 2015 como ano de referência - em conformidade com a trajetória de 1,5°C do Acordo de Paris.


"A renovação da nossa frota marítima constitui um importante passo à frente na redução do nosso impacto ambiental", afirmou Nicolas Chrétien, Diretor de Sustentabilidade e Ambiente da Airbus. "A última geração de navios proposta pela Louis Dreyfus Armateurs é mais eficiente em termos de combustível do que os seus antecessores, utilizando tecnologias de ponta como a propulsão assistida por vento. Isto demonstra a nossa determinação em liderar o caminho da descarbonização do nosso setor, inovando não só na aviação, mas em todas as nossas operações industriais."

"Estamos muito satisfeitos por termos sido selecionados pela Airbus para desenvolver esta frota de última geração e de baixas emissões para dar continuidade a nossa parceria de longa data", afirmou Edouard Louis-Dreyfus, Presidente da Louis Dreyfus Armateurs. "Este novo projeto, que estabelece grandes objetivos, reflete a nossa ambição em respeito à descarbonização do setor de transporte marítimo. Nos orgulhamos em apoiar os nossos clientes na sua transição energética, indo ainda mais além das suas expectativas, oferecendo soluções inovadoras e impulsionando a mudança de forma sustentável.

A Airbus vai renovar gradualmente os navios fretados que transportam os seus subconjuntos de aeronaves através do Atlântico entre Saint-Nazaire, na França, e a sua linha de montagem final de aviões de corredor único em Mobile, no Alabama.


Os novos navios serão movidos por uma combinação de seis rotores Flettner - grandes cilindros rotativos que geram elevação graças ao vento, impulsionando o navio para a frente - e dois motores bicombustíveis que funcionam com gasóleo marítimo e etanol e-methanol. Além disso, um software de rotas vai otimizar a viagem dos navios no Atlântico, maximizando a propulsão eólica e evitando o arrasto causado por condições oceânicas adversas.


A renovação da frota segue de acordo com a ambição da Airbus de aumentar a taxa de produção da família A320 para 75 aeronaves por mês até 2026. Cada novo navio transatlântico terá capacidade para transportar cerca de setenta contentores de 40 pés e seis conjuntos de subconjuntos de aeronaves de corredor único - asas, fuselagem, pilones de motor, planos de cauda horizontais e verticais - em comparação com três a quatro conjuntos com os atuais navios de carga

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page