top of page

40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos


40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos

O Opel Corsa revolucionou o segmento dos pequenos automóveis com a sua estreia em 1982 e hoje, na sua sexta geração, ele é um dos ícones no segmento de hatchs compactos a nível global. No ano passado, o atual Corsa foi o pequeno automóvel mais popular na Alemanha e o automóvel mais vendido no Reino Unido. O Opel Corsa-e, elétrico alimentado a bateria, ganhou importantes prêmios em 2021, e já é responsável por cerca de um quarto das vendas do modelo Corsa.


Mas para compreender totalmente a popularidade do Corsa desde a sua estreia em 1982, é necessário ir mais atrás no tempo e olhar para o Opel Kadett. Na segunda metade do século XX, o pequeno Kadett cresceu e tornou-se mais potente, aproximando-se da classe dos compactos com a lançar de cada versão. Isto criou um espaço abaixo daquele que se tinha tornado o clássico modelo de acesso à gama de produtos da marca de Rüsselsheim.

40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos

Chegou assim o momento de lançar um automóvel novo e genuinamente pequeno, o Corsa. O novo modelo de pequenas dimensões saiu pela primeira vez da linha de produção no outono de 1982, na recém-construída fábrica de automóveis em Saragoça, na Espanha, e iniciou imediatamente o seu caminho para se tornar num enorme sucesso para a Opel. Até à data - 40 anos após o seu lançamento – são mais de 14 milhões as unidades que deixaram as fábricas, a maioria das quais produzidas em Saragoça e Eisenach.

40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos

Este sucesso sempre foi acompanhado de muitas evoluções e inúmeras tecnologias de ponta que foram introduzidas nas várias gerações do Corsa e que anteriormente só estavam disponíveis em veículos de segmentos superiores. Sistemas de segurança e assistência como o ABS e os airbags, bem como a câmara frontal com indicação da distância, o reconhecimento de sinais de trânsito e o assistente de manutenção na faixa de rodagem e ainda, mais recentemente, a iluminação adaptativa Intelli-Lux LED Matrix.


Agora na sua sexta geração, ele tem desde 2019 uma versão completamente livre de emissões, o Opel Corsa-e.



O Opel Corsa - Uma história de sucesso em seis atos


Primeiro Ato: Opel Corsa A - 1982 a 1993

O Corsa A apresentava proporções compactas, com comprimento de apenas 3,62 metros. Tinha para-lamas vincados e salientes, tal como um tradicional carro de ralis, e um coeficiente de arrasto excecionalmente baixo de 0,36, o que era, possivelmente, um recorde no seu segmento. O designer-chefe, Erhard Schnell, tinha criado um pequeno veículo popular e esportivo

O ponto alto foi o Corsa GSi de 100 cv, e foi também introduzida a propulsão diesel. A gama de duas portas, em formatos hatchback e notchback, foi ampliada em 1985 com a adição do popular modelo de cinco portas.


O Corsa A tornou-se um líder de vendas com 3,1 milhões de unidades produzidas.

40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos

Segundo Ato: Opel Corsa B - 1993 a 2000

Apesar do sucesso do primeiro Corsa, foi tomada em Rüsselsheim a decisão de posicionar o seu sucessor como um verdadeiro "queridinho" para o sexo feminino. A lenda do design da Opel, Hideo Kodama, lançou-se ao trabalho e criou um Corsa muito mais redondo e suave, com apelativos faróis circulares que encaixaram perfeitamente no seu visual atraente e mais jovem. O Corsa B era dez centímetros mais longo e muito mais espaçoso por dentro do que o seu antecessor, ao mesmo tempo que também introduzia padrões de segurança mais elevados no seu segmento, incluindo a frenagem ABS, proteção contra impactos laterais e airbags frontais.

Para mercados especiais, em conjunto com a versão hatchback, a Opel voltou a oferecer um notchback, bem como as variantes station wagon e pickup. Os motores a gasolina já contavam com tecnologia como a injeção de combustível e catalisadores, enquanto o GSi contava com cabeça de 16 válvulas e a motorização diesel era agora associada ao turbo.

O segundo Corsa teve sucesso em todo o mundo e as suas vendas ultrapassaram a marca dos quatro milhões.

40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos

Terceiro Ato: Opel Corsa C - 2000 a 2006

Sob o espírito de não mexer em equipe vencedora, Hideo Kodama foi novamente convidado a desenhar a silhueta do Corsa C. O estilo foi conscientemente orientado para o do seu antecessor de sucesso. O Corsa cresceu novos dez centímetros em comprimento e assumiu uma postura mais ampla, com uma distância entre eixos mais longa, o que aumentou consideravelmente o espaço interior. Pela primeira vez, a carroçaria foi totalmente galvanizada.


Os sofisticados motores a gasolina ECOTEC com quatro válvulas por cilindro e os novos motores turbo Diesel de injeção direta asseguraram a potência, baixo consumo de combustível e valores de emissões mais reduzidos, uma vez que todas as variantes já cumpriam as normas de emissão Euro 4.


O Corsa C também se tornou uma estrela ao nível do seu desempenho comercial, pois venderam-se 2,5 milhões de unidades.



Quarto Ato: Opel Corsa D - 2006 a 2014

A partir daqui as versões de três e cinco portas seguiram caminhos separados: o Corsa de três portas assumiu um estilo único, parecido ao de um coupé e destinava-se a clientes que buscavam apelo mais esportivo, tal como o Corsa A original. Já a variante de cinco portas tornava-se num completo e espaçoso automóvel familiar. O Corsa D ainda tinha menos de quatro metros de comprimento, ainda que tenha crescido para exatamente 3,999 metros.

Com a tecnologia ecoFLEX da Opel, o Corsa passou a contar com sistemas Start/Stop e com motores altamente eficientes. A versão 1.3 CDTI ecoFLEX consumia apenas 3,3 l/100 km durante o ciclo combinado e emitia apenas 88 g/km de CO2 (de acordo com o ciclo NEDC).


A quarta geração do Corsa vendeu mais de 2,9 milhões de unidades.

40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos

Quinto Ato: Opel Corsa E - 2014 a 2019

Dinâmico, prático e elegante, o Corsa E continuou a caminhada de sucesso, com cerca de 1,3 milhões de unidades vendidas, numa quinta geração também ela construída nas fábricas Opel de Saragoça e Eisenach. Pela primeira vez, a pequena estrela ultrapassa a marca dos quatro metros, oferecendo elevado conforto e tecnologias de ponta num comprimento de apenas 4,02 metros.


O volante aquecido, o aquecimento dos bancos e o controlo automático da climatização estavam, naturalmente, disponíveis, assim como a câmera frontal com indicador de distância, o reconhecimento de sinais de trânsito e assistência à manutenção na faixa de rodagem. Os condutores do Corsa passaram a estar conectados através dos sistemas de infotainment IntelliLink compatíveis com Apple CarPlay e Android Auto, incluindo uma tela touchscreen de sete polegadas.


O modelo esportivo topo de gama foi, inicialmente, o Corsa OPC com motor de 207 cv e, mais tarde, também o Corsa GSi com 150 cv.

40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos

Sexto Ato: Versão elétrica do Opel Corsa F introduzida em 2019


A mais recente geração do seu utilitário, que celebrou a sua estreia mundial no Salão Automóvel Internacional de Frankfurt de 2019, está também disponível numa versão puramente elétrica.


Um verdadeiro destaque é, também, o sistema de faróis adaptativos, Intelli-Lux LED Matrix que a Opel também oferece pela primeira vez no segmento dos pequenos hatch com o Corsa atual. Além disso, estão disponíveis inúmeros sistemas de assistência de última geração, tais como o alerta de colisão frontal com frenagem automática de emergência e sistema de detecção de pedrestes, bem como o controle de velocidade adaptativo.



Com um comprimento de 4,06 metros, o comportamento do Corsa de cinco lugares, a sua configuração clara e a sua praticidade continuam a ser exemplares. A linha de teto do tipo coupé é 48 milímetros mais baixa do que a do seu antecessor, sem qualquer prejuízo para o espaço disponível internamente. O condutor senta-se 28 milímetros mais baixo. O baixo centro de gravidade beneficia o desempenho de condução e o comportamento em estrada.


O mais recente Corsa é mais direto e mais dinâmico, garantindo uma maior diversão ao volante. Com esta receita de sucesso, o modelo abraça o futuro com sendo o mais vendido em países como a Alemanha e a Grã-Bretanha.

40 anos do Opel Corsa: Uma história de sucesso em seis atos

A Opel ainda é o primeiro fabricante a desenvolver um veículo de rali elétrico alimentado a bateria e que tem competido, desde 2021, na ADAC Opel e-Rally Cup, a primeira copa de ralis monomarca para veículos elétricos do mundo, apontando, assim, ao futuro desta categoria.

 

Visite nossa Plataforma de Compra e Venda de Veículos e tenha atendimento com especialistas que vão ajudar você a realizar o melhor negócio

 

Gostou da matéria? – Saiba que a sua contribuição é muito importante para a realização do nosso trabalho de jornalismo independente e totalmente gratuito.


Utilize a chave PIX - comercial@revistapubliracing.com.br e seja nosso parceiro -

O valor, você escolhe!


Conta Jurídica: (ARTUR JORGE SEMEDO, EDIÇÃO DE JORNAIS E REVISTAS).

Se preferir outra forma de contribuição (cartões), acesse aqui


Para publicidade, apoio ou parcerias na seção #Automóveis entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

Comments


350x250.gif
300.250.png
bottom of page