• Redação / Revista Publiracing

Cummins apresenta na Fenatran sua linha de motores a gás para ônibus e caminhões


A Cummins consolida sua presença no mercado de motores a gás durante o principal evento do segmento de transporte rodoviário de cargas da América Latina – Fenatran 2019 – ao expor a motorização ISL G a gás e divulgar sua linha completa de produtos desenvolvida e projetada para operar no Brasil com esta fonte de energia. No total, são sete plataformas diferentes de motores a gás para ônibus e caminhões que variam entre 5,9 e 12 litros e potências entre 195 e 400 cavalos.

Para a empresa, trata-se de um investimento sustentável para os negócios e para a sociedade como um todo. A fabricante, que aperfeiçoa continuamente uma série de tecnologias aplicadas em veículos comerciais para oferecer alto desempenho com níveis de emissões cada vez mais baixos, conta com mais de 25 anos de trajetória na fabricação de motores a gás exclusivos e dedicados.

Em 2001, após a criação da joint-venture Cummins Westport, a fabricante intensificou seus esforços no processo de desenvolvimento, cravando a liderança ao estabelecer progressivos padrões de emissões. Hoje, a companhia conta com uma população de mais de 5,5 mil motores circulando na América Latina e um total de 80 mil unidades operando globalmente.

Graças à evolução contínua de motores a gás da Cummins Westport, a gama de produtos da fabricante possui 90% menos emissões de NOx do que o exigido no atual padrão norte-americano da Agência de Proteção Ambiental (EPA). O motor emite 0,02 g / bhp-h, que é 90% abaixo do limite da legislação Americana (EPA).

E ao mesmo tempo em que investe em novas tecnologias e inovações para redução de emissões dos motores a Diesel, a Cummins acredita no potencial dos motores a gás como alternativa de redução do impacto ambiental nos centros urbanos, onde há maior concentração da pessoas e consequentemente mais poluição.

De acordo com Luis Chain Faraj, diretor de Engenharia de Serviços da Cummins Inc. responsável pela América Latina, “no segmento de caminhões existe uma aplicação vocacional no País para o uso do gás natural, como equipamentos para coleta de lixo, por exemplo, e, eventualmente cimenteiros”. Além disso, ainda segundo o executivo, a grande maioria dos motores a gás natural fabricados pela Cummins tem um baixo consumo de combustível, o que resulta em um baixo custo de operação e consequentemente uma maior rentabilidade ao usuário final.

Em exposição durante a Fenatran 2019, o motor a gás natural ISLG de 8,9 litros é desenvolvido para aplicações de ônibus (transporte escolar ou transporte urbano) e caminhões. O motor atende aos padrões atuais de emissão da Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) e da California Air Resource Board (ARB).

O motor Cummins ISLG, de 250 hp de potência e torque de 990 Nm a 2.200 rpm, foi introduzido pela primeira vez no mercado norte-americano em junho de 2007 e foi projetado para operar com gás natural e biogás.

Para publicidade, patrocínio ou parcerias na seção Máquinas e Equipamentos entre em contato através do e-mail: publicidade@revistapubliracing.com.br

#MÁQUINAS #CUMMINS