• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Com investimento de 3 bilhões de dólares, grupo Lufthansa compra 27 Airbus A320neo e A321neo


Na semana passada, o Conselho Fiscal da Deutsche Lufthansa AG aprovou a compra de 27 aeronaves de curta e média distâncias. As opções de compra de 24 Airbus A320neo e 3 A321neo serão convertidas em pedidos firmes. Com esta decisão, o Grupo Lufthansa está reagindo ao mercado positivo e ao desenvolvimento de lucros e, assim, garantindo a frota necessária para os próximos anos. O investimento total deste pedido chega a 3 bilhões de dólares em preço de lista. Isso aumento o total de pedidos de A320neo e A321neo para 149 para o Grupo, 13 destas já estão em operação com a Lufthansa.

Os A320neo e A321neo (abreviatura para "New Engine Option") estão programados para serem entregues em 2023 e 2024. Dez das 27 novas aeronaves são destinadas para a SWISS, as aeronaves restantes vão entrar em serviço com outras operadoras dentro do grupo de aviação. Uma parte do pedido vai ser equipada com motores Pratt & Whitney (PW1100G), a outra com motores LEAP-1A da CFM International. Isso quer dizer que ambos motores vão continuar disponíveis no Grupo Lufthansa em proporções iguais para a família Neo.

As tecnologias inovadoras para motores desenvolvidas pela Pratt & Whitney e CFM International assim como as aerodinâmicas wingtips (sharklets) com as quais a aeronave é equipada reduzem o consumo de combustível significativamente, mais de 20% por assento por quilômetro. Como em toda família de aeronaves A320 da Lufthansa, o A320neo e o A321neo são equipados estão equipados em série com geradores de vórtices redutores de ruído. A decolagem de um A320neo tem um nível de ruído que é 50% menor do que uma outra aeronave desta categoria.

As companhias aéreas do Grupo Lufthansa servem atualmente (horário de verão europeu) a 343 destinos em 103 países nos quatro continentes, oferecendo 25.128 frequências semanais. A frota total do grupo compreende 728 aeronaves e as companhias aéreas integrantes vão receber 174 novas aeronaves até 2025. Em 2017, o Grupo Lufthansa empregou algo em torno de 130 mil pessoas, deu boas vindas a 130 milhões de passageiros nos voos e faturou algo em torno de 35,6 bilhões de euros.

#Lufthansa #AVIAÇÃO #TRANSPORTE

Laja Revista Publiracing