• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Avaliação: Hyundai Creta Sport, mais esportividade para ampliar horizontes


Faz pouco menos de dois anos que a Hyundai decidiu entrar na briga por um dos mais competitivos segmentos do mercado brasileiro, o dos SUVs compactos de perfil urbano.

Se o modelo demorou alguns meses para se consolidar, após algum tempo os brasileiros começaram a ver nele um pacote equilibrado, que sem ser vanguardista, é, no entanto, agradável esteticamente, e tem a marca registrada da confiabilidade que os produtos da marca ganharam em nosso mercado.

Mas com o passar do tempo o Creta se consolidou de tal forma que atualmente disputa os primeiros lugares com Honda HR-V, Nissan Kicks e os modelos da Jeep, Renegade, e o líder do segmento, Compass.

Se ele ganhou espaço junto a clientes mais “tradicionais”, faltava uma versão com apelo mais irreverente e esportivo, e que permitisse ampliar horizontes para uma receita que já era de sucesso. Com essa finalidade, de mais jovialidade, a Hyundai decidiu lançar o Creta Sport.

Com base na sua versão topo de linha, mas retirando algum conteúdo, o Creta Sport agrega especialmente itens estéticos, como as peças em preto brilhante, onde destacamos os espelhos retrovisores (ajuste elétrico e luz indicadora de direção), barras de teto longitudinais, a antena tipo barbatana, o spoiler traseiro, de maiores dimensões nesta versão, e ainda pormenores nos para-choques traseiro e dianteiro.

No grupo ótico dianteiro destacamos os faróis de neblina, a assinatura DRL em LED, e o fundo dos faróis com detalhe preto no interior. Não poderíamos deixar de referir também as maçanetas das portas, que são da cor da carroceria, e as bonitas rodas de liga leve diamantadas de 17", modelo Sport, e onde são instalados pneus de medida 215/60 R17.

Já no interior do Creta, fica evidente que, apesar da utilização de algumas peças plásticas ( poderia ser material emborrachado) a integração das mesmas é muito correta, entregando um acabamento interior sólido e pouco ruidoso em andamento. Para maior requinte e exclusividade, o couro é utilizado no revestimento do volante, na pomo da alavanca de câmbio, no console central e ainda nos apoios de braço das portas. Para harmonizar com a ideia da proposta, a Hyundai incorporou mais alguns pormenores que ajudam a identificar a versão, como, detalhes na cor preto fosco metalizado no volante, no painel e no console, o acabamento interno do teto preto, e o emblema Sport nas portas dianteiras.

Apesar de suas dimensões compactas (4.270 m de comprimento, 1.780 m de largura, 1.635 m altura e entre-eixos de 2.590 m), espaço não falta no interior, e o Creta transporta confortavelmente cinco adultos, proporcionando uma boa posição de condução e entregando 431 litros de volume no porta-malas, muito na média do segmento. Algumas comodidades não foram esquecidas pela marca sul-coreana, como, por exemplo, o ar-condicionado automático digital com saída de ar para os bancos traseiros, acendimento automático dos faróis (sensor crepuscular), câmera de ré com linhas dinâmicas e sensor de estacionamento traseiro. Nos bancos traseiros não foi esquecido o importante sistema de fixação ISOFIX com top tether para cadeirinha de bebê e assento infantil.

O Creta Sport vem com central multimídia com tela touchscreen de 7 polegadas, TV digital, conexão Apple CarPlay, Google Android Auto e via Bluetooth com streaming de áudio, acesso à agenda e histórico de chamadas, MP3 player, reprodutor de fotos e vídeos, conexões USB/iPod e AUX, disponibilizando os comandos de áudio e Bluetooth no volante.

Hora então de dar partida ao motor 2.0 (1999 cm³) de 4 cilindros em linha, 16V, duplo comando continuamente variável (Dual-CVVT), Flex, e que entrega 156 cv a 6.200 rpm, quando abastecido com gasolina no tanque de 55 litros, e 166 cv em idênticas 6.200 rpm, quando a escolha for pela utilização do etanol.

Trabalhando em parceria com o câmbio automático de seis marchas, o conjunto não esconde suas características que focam na economia de combustível. As marchas iniciais são trocadas bem rápido, mesmo com uma tocada suave, tudo para que se atinjam rapidamente níveis de rotação do motor mais baixos. Com essa configuração de fábrica fomos obrigados em algumas circunstâncias do teste a optar pela troca de marchas manual, com isso cessamos o que parece ser uma certa indecisão do câmbio automático em alguns momentos.

Com torque de 19,1 kgfm a 4.700 rpm na gasolina e 20,5 kgfm a 4.700 rpm no etanol, fica claro que é necessário um tempo de resposta generoso quando pretendemos mais agilidade do SUV.

Nosso Creta é um tração dianteira que mesmo com o sistema Stop/Start, que desliga o motor nas paradas de trânsito, deixa algo a desejar no consumo, nada muito preocupante, já que com uma tocada suave dá para fazer médias de 6,9 e 8,2 km/l no etanol, ou 10,0 e 11,4 km/l se abastecido com gasolina, nos circuitos urbano/estrada respetivamente.

Os dados são do INMETRO e não ficam muito distantes dos conseguidos pela nossa equipe, que com gasolina terminou o teste com médias de 9,9 e 11,2 km/l nos mesmo perfil de circuitos.

Mais uma vez gostamos bastante do equilíbrio da suspensão, que consegue ser suave na absorção das imperfeições de nossas rodovias, mas sem perder eficiência quando a velocidades maiores ou realizando curvas de raio apertado ou manobras mais exigentes. O Creta sempre se mantem estável, transmitindo confiança, e confirmando o correto acerto na escolha da configuração do conjunto, que é McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira.

Ainda falando de questões mecânicas hora de referir os freios, que são de disco na frente e tambor atrás, ABS com EBD, em escolha que não se distancia do padrão do segmento, excluindo, claro, as versões mais completas como, por exemplo, o Honda HR-V Touring, que vem com freios de disco nas quatro rodas, no entanto a solução não deixa de ser eficiente para frear os 1.399 kg de peso do nosso Creta Sport, nunca deixando de agir de forma eficiente. Referência também para a direção, elétrica, que é precisa e nunca deixou de entregar o que dela se pede, com segurança e eficácia.

Como importantes auxílios, principalmente na segurança, o nosso SUV vem ainda com controle de estabilidade (ESP) e controle de tração (TCS), fundamentais para manter níveis de segurança elevados. Ele trás ainda sinalização de frenagem de emergência e assistente de partida em rampa (HAC).

A Hyundai podia, no entanto, ter sido mais generosa na escolha do conjunto de airbags, que nesta versão trás apenas os básicos frontais para condutor e passageiro.

Vendido por R$ 98.990 o Creta Sport chega assim para ampliar as opções dentro de uma gama que tem versões com câmbio manual ou automático, e duas opções de motor, 1.6 ou 2.0.

Na hora do fechamento desta matéria, e utilizando informações até final de Agosto, ultimo mês completo nos dados disponibilizados pela Fenabrave, mostram, primeiro que tudo, uma tendência positiva nas vendas do modelo nos dois últimos meses, com 5277 unidades emplacadas em Agosto contra as 4237 do mês de Julho.

Este desempenho é ainda mais importante se referirmos que o modelo só perdeu em Agosto para o Jeep Compass que teve 5800 unidades emplacadas e continua liderando o segmento, deixando o Creta na frente de importantes nomes como Honda HR-V com 5021 unidades e Nissan Kicks com 4792.

Se olharmos para o acumulado do ano, ele é o quinto SUV compacto mais vendido no Brasil (29 666), ficando atrás da referência o Jeep Compass (39 351), Honda HR-V (31 614), Jeep Renegade (29 925), Nissan Kicks (29 785) e deixando distante modelos que foram atualizados recentemente, como o Ford Ecosport, que teve até final de Agosto 22 128 unidades emplacadas.

Em resumo, o Creta Sport é uma opção para quem gosta da receita equilibrada habitualmente sugerida pela Hyundai nos seus produtos, mas com pormenores no design que deixaram ele sem dúvida mais esportivo, ampliando o leque de possíveis clientes.

Avaliação em números

Hyundai Creta Sport

Design 7

Espaço e Conforto 7

Freios 7

Conectividade e Tecnologia 7

Acabamento 7

Motor / Consumo 6

Transmissão 6

Suspensão 7

Direção 7

Segurança e Auxílios 7

Total 68

#TESTEAVALIAÇÃO #HYUNDAI #HYUNDAICRETA #OPINIÃO

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !