• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Novo Citroën C4 Cactus chega ao mercado brasileiro a partir de R$ 68.990


Produzido e desenvolvido no Brasil, o Citroën C4 Cactus chega ao mercado brasileiro como proposta agressiva para o segmento mais movimentado dos últimos anos.

Por meio de uma silhueta mais dinâmica e fluida, o novo SUV da Citroën reinterpreta os códigos tradicionais do segmento SUV, mas sem abrir mão de uma altura em relação ao solo (225 mm) e de ângulos de ataque (22°) e de saída (32°) de referência;

O modelo é equipado com o pacote de equipamentos de segurança e auxílio à direção mais avançado de sua categoria, com destaque para o Active Safety Brake, o Alerta de Saída de Faixa, o Alerta de Atenção ao Condutor, o Coffee Break Alert e o Controle de Aderência (Grip Control);

Equipado com motor THP (Turbo High Pressure) 16V FLEX, de 173 cv, caixa de câmbio automática sequencial de 6 marchas e um conjunto mecânico desenvolvido com exclusividade para o mercado latino-americano (direção, suspensões, freios, rodas e pneus etc.), o novo SUV da Citroën busca ser a nova referência de comportamento dinâmico em seu segmento.

Dentro de seu posicionamento Inspired By You - inspirado na vida e atitude das pessoas -, a Citroën sai na frente mais uma vez e oferece o Seguro Conectado, um serviço desenvolvido em parceria com a Sura Seguros e oferecido pela primeira vez por uma marca no Brasil. Por meio da instalação de um hardware (telemetria) no carro, o Seguro Conectado oferece informações via aplicativo sobre o modo de dirigir do cliente (frenagem, aceleração, horários...), permitindo descontos anuais de até 20%;

O novo Citroën C4 Cactus também conta com o financiamento para a compra de modelos zero quilômetro, que prevê benefícios como entradas flexíveis, parcelas de financiamento reduzidas e a exclusiva Recompra Garantida;

Durante o período de Pré-reserva, todos os compradores receberão as três primeiras revisões gratuitas, sendo que os clientes da marca contarão, ainda, com uma supervalorização do usado de até R$ 3 mil.

Disponível em três versões de acabamento (Live, Feel e Shine) e com extensa lista de equipamentos de série, o modelo tem preço a partir de R$ 68.990.

Projeto global do Groupe PSA – liderado, desenvolvido e produzido na América Latina -- o SUV Citroën C4 Cactus combina design, tecnologia e conforto.

“Fruto da própria ousadia e inovação da marca, o C4 Cactus chega para romper com os códigos do segmento, oferecendo uma nova visão SUV. Um produto conectado aos desejos e às necessidades de nossos clientes, que buscam mais dinamismo, tecnologia e conforto”, afirma Ana Theresa Borsari, Country Manager da Peugeot, Citroën e DS.

Assim como nos últimos lançamentos da marca, a frente se caracteriza pela assinatura luminosa em três estágios, que valorizam a expressão e a identidade. O Chevron tridimensional cromado assegura um efeito visual refinado e tecnológico, estendendo-se por meio da grade até as extremidades – onde envolvem os DRLs. Na parte baixa, os projetores adotam uma nova máscara negra que traz elegância e modernidade ao conjunto;

O novo para-choque, com um ângulo de ataque maior (22°), reforça o DNA SUV e amplia os caminhos, mesmo em terrenos irregulares. Ele apresenta dois elementos estilísticos característicos: as Gélules - regiões que contornam os faróis de neblina e que podem ser personalizadas - e os Ecopes, apêndices posicionados na região das extremidades do para-choque que dão maior volume ao conjunto.

No perfil, uma silhueta que propõe uma nova visão do segmento, aliando os principais elementos do universo SUV (frente alta e horizontal, dois volumes bem definidos, altura em relação ao solo de 225 mm...) com uma carroceria mais equilibrada e compacta (melhor dirigibilidade e manobrabilidade). Destaque para o exclusivo teto flottant (flutuante) - que dá continuidade ao vidro traseiro projetado - e as barras de teto que também trazem o mesmo conceito, assegurando grande movimento e identidade ao conjunto. “Na coluna C, temos a presença de uma barbatana flottant (flutuante), um artifício moderno e original, que se caracteriza por dois elementos gráficos que conectam os vidros e criam uma região na cor do carro também flutuante. Uma verdadeira tradição da marca Citroën”, explica Daniel Nozaki, diretor do Centro de Estilo do Groupe PSA na América Latina. Esse elemento se soma às exclusivas rodas aro 17” diamantadas Roby One com pneus de uso misto;

Para assegurar uma proteção ideal em qualquer território, o C4 Cactus também conta com proteções nas molduras das caixas de rodas e na parte inferior da carroceria, bem como de Airbump® refinados na parte inferior das portas, que cercam a totalidade da carroceria. Esse posicionamento dos Airbump® reforça o dinamismo e a valorização da silhueta, ao mesmo tempo que também lhe dão um elemento de personalização, permitindo a animação colorida junto à capa do retrovisor e do farol de neblina;

Na traseira, reconhecível por suas formas musculosas, os grupos óticos traseiros – dotados de dois módulos LED alongados e com efeito 3D – traduzem-se em uma assinatura luminosa gráfica e tecnológica. Identificáveis por todos, dão continuidade aos mais recentes modelos da Marca, atraindo de imediato o olhar e destacando a largura do veículo. Esses conjuntos estendem-se para a tampa do porta-malas na cor da carroceria, elegante e contribuindo para uma parte traseira de volumes puros e fluidos, repleta de dinamismo, dando-lhe ainda mais amplitude. O para-choque traseiro na cor da carroceria suporta as curvas laterais fluidas da tampa do porta-malas, reforçando o visual liso e puro do modelo. Com um ângulo de saída de 32°, deixa claro o espírito de evasão do modelo;

Biton: o Novo SUV Citroën C4 Cactus também se destaca pelas amplas possibilidades de personalização e elegância – 14 ao todo – graças à oferta da carroceria biton. Para isso, são oferecidas três opções de cores de teto (Branco Banquise, Preto Perla Nera e Azul Esmeralda), que podem se compor com as seis cores disponíveis da carroceria (Branco Nacré, Cinza Alumínio, Cinza Grafito, Preto Perla Nera e Azul Esmeralda).

Internamente, o Novo SUV Citroën C4 Cactus reforça a promessa “Be Different, Feel Good” da marca, transmitindo valores como ousadia e exclusividade. Sugere conforto e bem-estar logo desde a abertura das portas, como em um casulo, com volumes organizados, cores suaves e materiais macios. Caracteriza-se por apresentar:

Um layout inédito e exclusivo para o mercado latino-americano. Ele apresenta formas modernas e orgânicas, sem deixar de lado uma personalidade forte, característica e sempre presente no estilo dos interiores da Citroën;

Um painel 100% digital, moderno e tecnológico, trazendo os acabamentos da tela da central multimídia em preto brilhante, à semelhança das telas de iPads e tablets;

A utilização de matérias-primas diferenciadas e aconchegantes, facilmente observadas nos revestimentos, como na área horizontal Soft Touch, nos bancos, no volante revestido em couro biton e em toda a combinação de cores no interior.

Todas as versões do C4 Cactus contam com a Central Multimídia de 7’’ com sistema de áudio com Bluetooth desenvolvida pelo Groupe PSA.

Esse equipamento agrupa todos os comandos ao alcance da mão do motorista ou de seu passageiro: sistemas de auxílio à condução, ar-condicionado e telefonia -- graças à tecnologia Bluetooth (acesso à agenda telefônica e gestão dupla de chamada) – ; multimídia com a possibilidade de ouvir música armazenada no Smartphone, onde o cliente poderá reencontrar seus aplicativos por meio do Mirror Screen (função permitindo duplicar ou transferir na tela tátil a exibição de seu Smartphone compatível, funcionando com Apple CarPlay e Android Auto; rádio com seis alto-falantes, equipado com AM, FM e pilotado pelos comandos no volante.

O Mirror Screen conta com Android Auto e permite navegação embarcada por meio do Google Maps ou do Waze e gestão de SMS.

Ele conta também com o mais avançado pacote de equipamentos de segurança e auxílio à direção da categoria. Como destaque, temos:

Active Safety Brake – Sistema de Frenagem Automática e Alerta de Colisão: um sistema automático de frenagem de emergência para reduzir a velocidade de impacto ou evitar uma colisão frontal do veículo, caso o motorista não consiga reagir. Com uma câmera localizada na posição superior do para-brisa, essa função detecta obstáculos como outro carro rodando na mesma direção ou estacionado, atuando no sistema de frenagem do veículo. De 5 km/h a 85 km/h, o sensor ativa a frenagem automaticamente quando for detectado um risco de colisão. A velocidade do veículo não deverá exceder 80 km/h quando for detectado um veículo parado e 60 km/h quando for um pedestre. O sistema evita choques ou minimiza a gravidade do impacto quando a colisão for inevitável.

Alerta de Saída de Faixa: ajuda a prevenir a baixa vigilância ou um simples momento de desatenção do motorista. Ele usa uma câmera para reconhecer faixas horizontais sólidas ou tracejadas e detecta o cruzamento involuntário de marcações longitudinais de trânsito na estrada. Para proporcionar uma condução segura, a câmera analisa a imagem e, se a atenção do motorista diminuir e a velocidade for superior a 60 km/h, dispara um alerta se houver uma mudança de direção inesperada. O motorista é, então, alertado por sinais sonoros e um alerta visual para avisá-lo. Esse sistema é particularmente útil em rodovias e vias expressas.

O Alerta de Atenção ao Condutor: avalia o nível de alerta do motorista, identificando mudanças de trajetória em relação às marcações de faixa. Quando o sistema interpreta o comportamento do veículo, como indicando um certo limite de fadiga ou falta de atenção por parte do motorista, ele aciona o primeiro nível de alerta. O motorista é alertado pela mensagem - Fique atento! (Cuidado!) -, acompanhado de um sinal sonoro. Após três alertas de primeiro nível, o sistema aciona um novo alerta com a mensagem - Condução arriscada: Faça uma pausa! -, acompanhada de um sinal sonoro mais pronunciado. Esse sistema é particularmente adequado para estradas rápidas (velocidade superior a 65 km/h).

O Coffee Break Alert: informa ao motorista quando é hora de uma pausa. O sistema dispara um alerta quando detecta que o motorista não fez uma pausa após duas horas de condução a uma velocidade acima de 70 km/h. Esse alerta assume a forma de uma mensagem de display, acompanhado de um sinal sonoro, incentivando você a fazer uma pausa. Se o motorista não seguir o conselho, o alerta é repetido de hora em hora até que o veículo pare.

Faróis de neblina com Cornering Light: as luzes de curva estáticas fornecem um feixe de luz adicional para iluminar o interior das curvas e melhorar a visibilidade e a segurança nos cantos e junções, cobrindo um ângulo de até 75° à direita ou à esquerda do veículo. Essa função de iluminação funciona a velocidades entre 0 e 40 km/h e pode ser ativada automaticamente, quando o volante estiver em um ângulo de 60°. O sistema está desativado para ângulos inferiores a 30°.

Assistência em Subidas (Hill-Start Assist): a partida com assistência em subidas torna as manobras fáceis quando estacionado em aclives. Ele mantém o veículo estável por cerca de dois segundos, quando o motorista solta o pedal de freio em aclives com um gradiente de mais de 3°. Isso dá ao motorista tempo para transferir o pé para o pedal do acelerador e ligar o carro.

Controle de aderência (Grip Control): O Grip Control é um dispositivo que melhora a aderência do veículo, otimizando a motricidade em terrenos acidentados ou difíceis, como areia, lama ou neve. É possível deixar o Grip Control funcionar automaticamente com o modo Standard (Padrão) ou você mesmo pode escolher um dos cinco modos: Padrão, Neve, Lama, Areia, ESP OFF.“Equipamos o C4 Cactus com o pacote de equipamentos de segurança e auxílio à direção mais avançado de sua categoria. Tudo para assegurar uma condução serena, prazerosa e segura”, afirma Antoine Gaston-Breton, diretor de Marketing da Citroën do Brasil.

Além das tecnologias de ajuda à condução, o novo veiculo da Citroën no Brasil oferece equipamentos de conforto, conveniência e segurança incomuns para um carro de sua categoria.

Entre os principais, podemos destacar:

Sistema Keyless – É, ao mesmo tempo, um acesso eletrônico e um sistema de autorização que habilita certas funções do veículo. Para isso, o sistema eletrônico precisa identificar a chave perto ou dentro do carro. No momento em que um motorista carregando a chave se encontra a aproximadamente dois metros do carro, a chave é identificada por um sensor de proximidade do veículo e por um gerador de ondas de rádio dentro da própria chave. O veículo é, então, automaticamente destravado quando a maçaneta é puxada. A chave eletrônica pode estar no bolso, na mão ou na bolsa: não é necessário procurá-la ou inseri-la na fechadura da porta. Além disso, o sistema permite o travamento das portas por meio do mesmo mecanismo;

Botão Start/Stop − Permite acionar o motor do veículo com uma pressão do dedo, como em um carro de competição. Para ligar o carro, a chave precisa estar dentro do habitáculo. O volante e a ignição são destravados por meio de um transponder sem fio, sem a necessidade de colocar a chave na ignição. Todas as outras operações são feitas dentro da cabine: quando você pressiona levemente o botão no console central, ativa a ignição. Para dar a partida e desligar o motor, basta pressionar o botão de Start/Stop e, ao sair do carro, é preciso apenas pressionar o pequeno botão de trava na maçaneta da porta do motorista para travar o carro novamente;

Sistema de áudio HIFI de alta qualidade sonora com espacialização ARKAMYS, que garante melhor equalização e distribuição de graves e agudos. Alto-falantes e excepcional qualidade, com potência de 25 W x 4;

Bluetooth e sistema hands-free − Recebe e emite ligações através do sistema de áudio do veículo. Dependendo do modelo do aparelho, o telefone transmite MP3 para o rádio sem necessidade de uso de fio;

Câmera de ré − Localizada no para-choque traseiro, a câmera de ré se ativa ao engatar a marcha à ré e permite visão da traseira do C4 CACTUS na central multimídia. O motorista pode se orientar por meio de linhas auxiliares que aparecem na imagem. As linhas verdes mostram a direção geral do veículo, as vermelhas representam o limite do para-choque;

Controle e limitador de velocidade – permite limitar a velocidade ou fixá-la por meio de uma palheta no lado inferior esquerdo do volante, trazendo mais conforto e segurança ao motorista;

Faróis automáticos e sensores de chuva – os sensores intuitivos no para-brisa do carro podem detectar a diminuição da luz externa e ativar automaticamente os faróis (Headlamps On). Os limpadores dianteiros também são ativados quando a chuva for detectada e ajustam a frequência de limpeza de acordo com a intensidade da chuva e a velocidade do carro.

Espelho eletrocrômico - minimiza automaticamente a incidência da luz emitida pelo farol de um carro que vem atrás, ajustando sua transparência de reflexo de acordo com a intensidade de luz projetada sobre ele.

Detector de pressão dos pneus: este sistema compara as informações fornecidas pelos sensores de velocidade das rodas com os valores de referência, acionando um alerta a partir do momento em que detecta a diminuição da pressão de um ou vários pneus.

O moderno motor THP (Turbo High Pressure) 16V FLEX gera uma potência máxima de 173 cv (com etanol) e um torque máximo de 24,5 kgfm. Associado à caixa de câmbio automática sequencial de 6 marchas (EAT6), uma carroceria com massas reduzidas e a um apurado trabalho aerodinâmico, permite ao modelo romper com os atuais padrões dinâmicos do segmento. E a presença de equipamentos como o Grip Control, ESP e Hill Assist asseguram ampla segurança e estabilidade em todos os tipos de estradas, mesmo em terrenos irregulares.

O motor Turbo THP (Turbo High Pressure) 16V FLEX, é fruto da parceria entre PSA Peugeot Citroën e BMW Group, representa o máximo em evolução tecnológica e desempenho. Ele assegura um desempenho compatível com a proposta do carro, sendo capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 s (com etanol) e uma velocidade máxima de 212 km/h.

Moderno, inovador e extremamente confiável, possui como principais características:

Injeção direta sequencial;

Turbo compressor do tipo Twin-scroll;

Cabeçote de 16 válvulas com duplo comando de válvulas no cabeçote;

Bomba eletrônica de alta pressão;

Cabeçote com 2 eixos de comando de válvulas;

Bomba de óleo com gestão de vazão;

Cárter duplo.

Esse motor oferece potência máxima de 173 cv (com álcool) ou 166 cv (com gasolina) a 6.000 rpm e um torque máximo de 24,5 kgfm. O torque máximo já aparece a 1.400 rpm, permanecendo constante até 4.000 rpm. Essa característica garante grande dinamismo e prazer ao dirigir, com retomadas ágeis e potentes, principalmente pelo fato de 156 Nm já estarem disponíveis logo a 1.000 rpm.

O MOTOR 120 VTI FLEX START

Já o motor 120 Vti Flex Start alia ótimo desempenho com consumo reduzido. Ele gera 122 cv a 5.800 rpm e um torque de 16,4 kgfm a 4.000 rpm nas versões manuais, e 118 cv a 5.750 rpm e um torque máximo de 16,1 kgfm a 4.750 rpm quando equipado nas versões automáticas. Esse motor possui os seguintes diferenciais técnicos:

Flex Start: A tecnologia Flex Start elimina o reservatório de gasolina (“tanquinho’’) situado no compartimento do motor. Não há necessidade de colocar gasolina para realizar a partida a frio: o Flex Start é um sistema de gerenciamento eletrônico, que controla toda operação de aquecimento do combustível. O carro passa a ter uma partida mais precisa e confiável, além de contar com mais conforto e eficiência nas acelerações. O Flex Start permite a partida do motor em baixas temperaturas quando abastecido com combustível contendo entre 85% e 100% de etanol.

VVT: comando de válvulas variável. Faz os tempos de abertura das válvulas e o fluxo de ar/combustível variarem de acordo com a necessidade do motorista. Ela é identificada pelo cruzamento de informações de aceleração, comportamento do motor, elementos externos (pressão atmosférica, temperatura) e outros parâmetros. Com isso, as características do motor são modificadas, garantindo um bom desempenho em diferentes regimes de rotação e, ainda, a redução do consumo de combustível.

Bomba de óleo variável: ajusta automaticamente o fluxo de óleo enviado de acordo com a rotação do motor e a carga. Como resultado, o motor absorve menos energia e, com isso, fica mais econômico. Esse equipamento permite uma economia de combustível de 1%.

Conjunto de pistões e anéis “lowfriction”: os componentes usam material de baixo atrito, o que reduz o gasto de energia do motor para movimentar suas próprias peças e torna mais eficiente seu funcionamento.

Cilindros com acabamento “lowfriction”: o brunimento dos cilindros também adota material de baixa resistência à fricção, reduzindo o atrito entre as peças.

Bielas forjadas e fraturadas: com alta resistência, têm peso reduzido, contribuindo para o melhor desempenho do motor e a redução do consumo.

Coletor de admissão e tampa do motor em plástico: a adoção de plástico nestes componentes reduz o peso sem comprometer a resistência.

Tuchos hidráulicos: mais modernos, melhoram a eficiência do conjunto, além de não precisar de manutenção.

Sistema drive by wire: emprega fios e sensores para conectar o corpo da borboleta ao acelerador. Permite respostas mais rápidas e precisas ao comando do motorista sobre o pedal de aceleração, otimizando o comportamento do motor e o consumo.

O Cactus é oferecido com a caixa automática sequencial EAT6, produzida pela líder mundial em caixas de câmbio, a empresa japonesa AISIN AW. Dotada de um sistema de controle hidráulico de alta precisão, ela permite passagens de marcha suaves, sem solavancos ou perda de potência. Suas principais características técnicas são:

Apresentar um conversor de torque com inércia reduzida e um longo amortecedor (damper) para filtragem dos ruídos provenientes do motor;

Possui uma estrutura eletrônica compacta: o calculador motor é montado na própria caixa, integrando diretamente a função de seleção de marchas;

Contar com um sistema de arrefecimento mais eficaz e robusto para assegurar um perfeito funcionamento nas severas condições de rodagem e temperaturas da América Latina;

A possibilidade de trocas sequenciais: Além do mecanismo automático, a caixa integra a possibilidade de um modo “manual”, graças a um comando de velocidades sequencial. O modo “manual” ou “sequencial” oferece ao motorista a livre escolha da passagem das velocidades. Para fazer o inverso, basta deslocar lateralmente a alavanca de câmbio para a esquerda. A passagem das velocidades é feita por meio de impulso sobre a alavanca: para a frente (+), a mudança de marchas é ascendente (engata-se uma marcha mais alta); para trás (-), a mudança de marchas é descendente (engatam-se marchas mais baixas). Essa mudança é feita de maneira simples e rápida. O comando sequencial oferece, portanto, as mesmas vantagens da caixa manual, sem as numerosas ações de desembreagem.

A oferta de três modos de condução específicos (Sport, Drive e ECO). Assim, o modo Drive proporciona o melhor compromisso entre desempenho e consumo. Se o motorista desejar um comportamento dinâmico mais intenso e esportivo, basta alterar as leis de passagem para o modo Sport. E, se a diminuição do consumo de combustível for prioridade, o modo ECO torna o veículo mais econômico em circuitos urbanos. “Desta forma, conseguimos propor leis de passagem específicas para as necessidades do dia a dia de nossos clientes”, explica Fabio Alves, gerente de Produto da marca.

COMPACTO E COM GRANDE HABITABILIDADE

Com uma arquitetura otimizada, resultante da estrutura PF1 do Groupe PSA, o Novo C4 Cactus conta com uma distância entre eixos de 2.600 mm, medida que se encontra no coração do segmento médio. Ele associa uma habitabilidade generosa para todos os ocupantes com uma carroceria compacta (comprimento de 4.170 mm, altura de 1.566 mm e largura de 1.714 mm), que se traduz em agilidade e manobrabilidade nas cidades. De fato, visando a otimização do espaço interno, o modelo apresenta:

Um painel de bordo verticalizado que, em conjunto com os bancos da frente mais estreitos, permitem liberar espaço para os joelhos para todos a bordo.

O espaço para cotovelos foi aumentado por meio da adoção de painéis de portas mais cavados, que permitem descansar os braços de modo natural nos apoios concebidos em materiais suaves, de uma forma mais alongada.

Muito espaçoso devido às suas formas cúbicas, o porta-malas facilita a carga dos mais diversos objetos. Associado a um banco traseiro bi-partido 1/3 – 2/3, garante um volume útil de 320 litros, que se pode estender até aos 1.170 litros.

Nas portas, os porta-objetos permitem a acomodação de garrafas de até 1,5 litros, sendo uma horizontalmente na porta da frente e duas na vertical nas portas traseiras;

Alinhado à sua concepção SUV, o modelo tem um vão livre em relação ao solo de 225 mm. Garantia de maior conforto na transposição de obstáculos e irregularidades de solo, como valetas, lombadas, estradas não pavimentadas etc.

Na frente, a suspensão é do tipo Pseudo McPherson, com molas helicoidais, barra estabilizadora e amortecedores pressurizados. Na traseira, o conjunto é formado por uma travessa deformável, com molas helicoidais, amortecedores pressurizados e barra estabilizadora.

Nas versões Feel e Shine, são usados pneus 205/55 R17, enquanto que nas versões Live a medida do pneu é a 205/60 R16. Todos os pneus utilizam a tecnologia “verde”, com o objetivo de diminuir o coeficiente de resistência ao rolamento (CRR) e, consequentemente, o consumo de combustível e a emissão de poluentes. Além disso, asseguram distâncias de parada reduzidas, tanto em piso seco quanto molhado.

O conjunto de direção, com assistência elétrica, também recebeu uma calibragem exclusiva e otimizada para as condições locais, levando em consideração o gosto e as necessidades dos consumidores da região. Com um diâmetro de giro de 11,07 metros, apresenta grande progressividade, suavidade e uma excelente condição em Parking.

“Em um Citroën, o motorista não pode ter dificuldades para fazer manobras. Por isso, desenvolvemos um sistema de direção que oferece uma condução leve em baixas velocidades e que apresenta grande controle e precisão em velocidades mais altas. Um verdadeiro compromisso entre conforto e segurança”, explica Lucas Lins, chefe do Produto.

O sistema de frenagem também foi desenvolvido para oferecer grande segurança, com distâncias reduzidas e grande equilíbrio nas paradas. O Novo SUV C4 Cactus, equipado com sistema de freios com ABS + REF, conta com discos dianteiros ventilados de 283 mm e discos traseiros sólidos de 249 mm. Também há pinças de freio com torque residual reduzido (Sleeper) para a diminuição de ruídos e melhoria do consumo de combustível.

Live

A versão Live traz de série: Direção elétrica, Ar-condicionado manual digital e integrado à central multimídia, Assinatura luminosa com DRL em LED, Barras de teto, Rodas 16” com pneus 205/60 R16 e calota, Painel de instrumentos 100% digital, Volante de espuma com regulagem de altura e profundidade com comandos integrados, Citroën Connect Radio com tela touch de 7’’ + Bluetooth + 6 alto-falantes + Tomada USB + 12V, comandos dos vidros e retrovisor elétricos, travamento centralizado das portas e porta-malas com Plip + travamento do carro ao andar + abertura da porta do reservatório de gasolina sem chave, assentos dianteiros reguláveis em altura, Console alto com porta-objetos fechado + porta-copos, Assentos traseiros com três apoios de cabeça e ISOFIX, Cintos de segurança traseiros de três pontos, Airbags frontais duplos + barras de proteção laterais, ABS + REF, entre outros.

Feel

A versão Feel traz de série (a mais que a Live): Faróis de neblina, Câmera de ré, Rodas de alumínio de 17” e pneus 205/55 R17, Eco-coaching, Alarme perimétrico, Quatro vidros One-touch, Piloto automático e Cruise control e, para as versões automáticas, ESP + DSGi + HillAssist. Como opcional: Acendimento automático dos faróis, Limpadores de para-brisa automático, Ar-condicionado digital automático + ADML, Volante de couro, Alarme volumétrico, Airbag lateral, Barras de teto tipo “flutuantes”, Rodas Roby One de 17” alumínio diamantado e Teto de duas cores.

Shine

Já a versão Shine traz de série (a mais que a Feel): Barra de teto “flutuante”, Ar-condicionado digital automático, ADML dianteira, Rodas de 17” de alumínio diamantado com pneus 205/55 R17, Painel de bordo com revestimento soft-touch, Acendimento automático dos faróis + Limpador de para-brisa automático, Volante e Bancos em couro, Airbag lateral, Grip Control (THP) e Alarme perimétrico + volumétrico.

Como opcional: Sistema de frenagem automática, Alerta de colisão, Alerta de atenção ao condutor, Alerta de saída de faixa, Indicador de descanso, Retrovisor eletrocrômico, Airbag de cortina e, ainda, carroceria de duas cores.

O Novo SUV Citroën C4 Cactus conta com garantia contratual de 3 anos e o plano de Revisões com Preços Fixos;

#CITROEN #CITROENCACTUS

Laja Revista Publiracing
Reserve seu espaço