• Redação / Revista Publiracing

Stock Car: Cacá Bueno e Daniel Serra vencem provas no Velopark


Cacá Bueno e Daniel Serra foram os grandes vencedores da terceira etapa da temporada 2018 da Stock Car, disputada neste domingo (22) no circuito do Velopark, em Nova Santa Rita (RS). O resultado coloca os dois pilotos como protagonistas do momento na disputa pelo título: Serra, vencedor da segunda prova, é o líder da tabela com 80 pontos e o único piloto a vencer duas corridas em 2018; Cacá, que voltou a vencer depois de quase dois anos, conquistou seu primeiro triunfo desde que se juntou à Cimed Racing, em 2017, e subiu à vice-liderança da disputa, com 65.

Ambos foram impecáveis em sua condução no decorrer das duas corridas. Cacá Bueno largou da pole position e manteve-se na frente e soube segurar os ataques de Ricardo Zonta, o segundo colocado. Julio Campos fechou o pódio em terceiro lugar.

“Feliz da vida por termos reencontrado o caminho. O carro é extremamente bom na pista seca, mas ainda não é o melhor. O Zonta vinha mais rápido. Na chuva, no entanto, é um fenômeno. Vamos melhorando ao longo do ano para buscar este título", disse. "A corrida foi boa, estava muito quente e depois do pit stop minha pressão até baixou um pouco, por isso tive que esperar uns dois minutinhos para sair do carro após o fim da prova”, justificou o vencedor.

Felipe Fraga foi o quarto colocado, seguido de Ricardo Maurício, Lucas Foresti, Gabriel Casagrande, Daniel Serra, Marcos Gomes e Allam Khodair fechando os dez primeiros que largaram em ordem inversa na segunda prova.

Os vencedores do Hero Push no Velopark foram Lucas di Grassi, Bia Figueiredo, Bruno Baptista, Rubens Barrichello, Átila Abreu e Nelsinho Piquet. Mais votado do sexteto, Di Grassi sequer teve a chance de usar o botão extra de ultrapassagem, pois abandonou a disputa na primeira prova após uma batida causada por uma roda solta, e não largou na segunda corrida.

Saindo da terceira posição, não tardou para que Daniel Serra assumisse a ponta da segunda corrida. Mesmo optando por abastecer na janela obrigatória de pit stops, o piloto da Eurofarma não perdeu a liderança para Marcos Gomes, o segundo colocado. Em boa recuperação, Julio Campos fechou na terceira posição pela segunda vez no final de semana, repetindo uma façanha que ele mesmo foi o primeiro a realizar, há dois anos, exatamente no Velopark.

O piloto da Prati-Donaduzzi, no entanto, chegou com Átila Abreu praticamente ao seu lado, mas o piloto da Shell V-Power teve de se contentar com o quarto lugar. Felipe Fraga ficou com a quinta posição, seguido de Thiago Camilo, Ricardo Zonta, Cacá Bueno, Rubens Barrichello e, novamente em décimo, Allam Khodair.

Serra, que na chuvosa classificação de sábado havia conseguido apenas a 12ª posição para a largada ressaltou o papel da equipe na decisão da estratégia e no acerto de seu carro. “O carro começou muito bem o final de semana. Foi o melhor carro que eu tive neste ano até agora. Depois choveu e a gente não se achou na pista molhada. Eu não fiz uma boa primeira corrida, me posicionei um pouco mal, acabei perdendo algumas posições. Mas com o bom trabalho de estratégia da equipe pude chegar entre os dez. Na corrida dois eu sabia que tinha tudo para ganhar porque o carro era muito bom. A jogada foi saber passar o Khodair antes do Marcos Gomes e esse jogo de xadrez deu muito certo”, explicou o piloto, que terminou a prova sentindo câimbras nas pernas.

A classificação do campeonato após as corridas do Velopark tem Daniel Serra na frente com 80 pontos e Cacá Bueno em segundo com 65. Felipe Fraga é o terceiro na tabela com 59, seguido de Julio Campos (55), Ricardo Zonta (47), Gabriel Casagrande (45), Marcos Gomes (41), Rubens Barrichello (36) e Lucas di Grassi (35) fechando os dez primeiros na pontuação geral da temporada.

A próxima parada da Stock Car acontece no dia 6 de maio em Londrina, no norte do Paraná, para a disputa da quarta etapa da temporada 2018.

Resultado – Corrida 1:

1. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – 41 voltas em 40min17s304

2. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) – a 0s668

3. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 8s716

4. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – a 8s974

5. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports) – a 12s308

6. 12 Lucas Foresti (Cimed Racing Team) – a 13s261

7. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – 15s399

8. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 16s676

9. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team) – a 17s973

10. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) – a 17s984

11. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 19s089

12. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – a 20s278

13. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 24s750

14. 70 Diego Nunes (Full Time Bassani) – a 25s775

15. 25 Tuka Rocha (Vogel Motorsport) – a 31s788

16. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – a 32s639

17. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – a 33s128

18. 55 Sérgio Jimenez (Squadra G Force) – a 1min11s276*

19. 33 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani) – a 2 voltas

20. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – a 3 voltas

21. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 5 voltas

22. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – a 6 voltas

23. 9 Guga Lima (Squadra G Force) – a 10 voltas

24. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – a 10 voltas

NÃO COMPLETARAM (75% DA DISTÂNCIA DE CORRIDA)

25. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Confuflex) – a 12 voltas

26. 117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) – a 14 voltas

27. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 24 voltas

28. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 24 voltas

29. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 26 voltas

30. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) – a 30 voltas

31. 11 Lucas di Grassi (Hero Motorsport) – a 31 voltas

MELHOR VOLTA: Julio Campos – 54s334 (média de 150,9 km/h)

*Penalizado em 50 segundos no tempo de prova por atitude anti-desportiva

Resultado – Corrida 2:

1. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – 41 voltas em 41min10s436

2. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team) – a 1s484

3. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 8s460

4. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) – a 8s688

5. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – a 9s149

6. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 9s336

7. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) – a 9s688

8. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – a 12s220

9. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 12s870

10. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) – a 15s699

11. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – a 23s204

12. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 24s139

13. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – a 25s159

14. 70 Diego Nunes (Full Time Bassani) – a 26s426

15. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – a 30s927

16. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – a 32s033

17. 12 Lucas Foresti (Cimed Racing Team) – a 32s469

18. 9 Guga Lima (Squadra G Force) – a 34s060

19. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 11 voltas

NÃO COMPLETARAM (75% DA DISTÂNCIA DE PROVA)

20. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 12 voltas

21. 117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) – a 16 voltas

22. 55 Sérgio Jimenez (Squadra G Force) – a 19 voltas

23. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 20 voltas

24. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – a 22 voltas

25. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 22 voltas

26. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – a 23 voltas

27. 33 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani) – a 29 voltas

28. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) – a 30 voltas

29. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports) – a 36 voltas

30. 25 Tuka Rocha (Vogel Motorsport) – a 10 voltas (excluído)**

31. 11 Lucas di Grassi (Hero Motorsport) – não largou

MELHOR VOLTA: Ricardo Zonta – 54s302 (média de 151,0 km/h)

**Excluído por atitude anti-desportiva

Classificação do Campeonato:

1. Daniel Serra – 80 pontos

2. Cacá Bueno – 65

3. Felipe Fraga – 59

4. Julio Campos – 55

5. Ricardo Zonta – 47

6. Gabriel Casagrande – 45

7. Marcos Gomes – 41

8. Rubens Barrichello – 36

9. Lucas di Grassi – 35

10. Max Wilson – 30

11. Ricardo Maurício – 29

12. Cesar Ramos – 25

13. Rafael Suzuki – 21

14. Lucas Foresti – 17

15. Allam Khodair – 17

16. Thiago Camilo – 17

17. Átila Abreu – 13

18. Antonio Pizzonia – 10

19. Denis Navarro – 9

20. Vitor Genz – 9

21. Bruno Baptista – 4

22. Guilherme Salas – 3

23. Tuka Rocha – 3

24. Diego Nunes – 2

25. Nelson Piquet Jr – 1

26. Felipe Lapenna – 1

27. Guga Limia – 0

28. Valdeno Brito – 0

29. Sérgio Jimenez – 0

30. Galid Osman – 0

31. Bia Figueiredo - 0

Fotos: Duda Barros e Fernanda Freixosa

#AUTOMOBILISMO #STOCKCAR