• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing
729X90.gif

Fotos: Stock Car em Curitiba tem vitórias de Felipe Fraga e Lucas di Grassi


A segunda etapa da temporada 2018 da Stock Car, disputada neste domingo (8) em Curitiba (PR), teve Felipe Fraga e Lucas di Grassi como os vencedores das duas provas. Fraga conquistou sua segunda vitória no traçado da capital paranaense – a primeira foi em 2016, ano de seu título - já Di Grassi, em sua segunda corrida como piloto titular da categoria, trouxe também a primeira vitória para a Hero Motorsport.

O piloto da Cimed Racing usou de estratégia para neutralizar o então líder Daniel Serra após os pit stops obrigatórios. “O carro está voando, estou cada vez mais confortável nele. Minha estratégia foi não colocar muito combustível na parada e arriscar tudo na primeira corrida. A equipe mandou bem nessa decisão porque existem várias possibilidades na segunda prova, quebras, acidentes, etc., então achávamos melhor priorizar a primeira prova e fiquei muito feliz com o resultado”, declarou Fraga.

Já Lucas, que fez de fato sua primeira corrida completa como piloto titular na Stock Car – em Interlagos, na Corrida de Duplas, ele saiu já na largada após levar um toque e abandonou a prova -, portou-se como o quem está há anos na categoria, embora desfrute ainda do status de estreante. E adotou estratégia justamente contrária à de Fraga, economizando equipamento na primeira disputa para tentar a vitória na corrida seguinte.

“Eu já tenho um pouquinho de tempo no automobilismo, então a gente acaba usando um pouco das coisas que aprendemos no meio do caminho”, brincou o atual campeão da Fórmula E. “Foi minha primeira corrida de verdade na Stock Car, porque as outras foram em dupla, que é um formato bem diferente. Usamos de uma estratégia mais conservadora na prova inicial, abasteci por mais tempo, economizei pneu e push – tanto que terminei a segunda corrida sobrando quatro acionamentos”, revelou.

Ele não disfarçou, entretanto, a satisfação com o resultado em Curitiba. “A corrida da Stock é muito divertida, o formato com o push é muito legal e os carros são muito próximos; é uma categoria muito competitiva”, elogiou o piloto da Hero Motorsport. “Trabalhamos muito para chegar neste nível de carro, e isso resume o nosso esforço e diz que estamos aqui para ficar e para sermos competitivos. Esse negócio de dizer que precisa de muito tempo para aprender é besteira. Precisa é de trabalho e dedicação para andar entre os melhores. Começamos com o pé direito e a equipe merece isso”, disse.

Daniel Serra e Max Wilson fecharam o pódio da primeira corrida com a Eurofarma RC, enquanto na segunda o segundo e terceiro degraus foram ocupados pelo pentacampeão Cacá Bueno, da Cimed Racing, e pelo paranaense Gabriel Casagrande, da Vogel Motorsport.

Com os resultados de Curitiba, a classificação do campeonato mantém Daniel Serra em primeiro agora com 49 pontos. Os resultados de Lucas di Grassi em Curitiba o colocaram em segundo lugar – foi o maior pontuador da etapa. Rubens Barrichello é o terceiro com 32 pontos, empatado com Max Wilson. Gabriel Casagrande somou 31 também no final de semana e fica um ponto à frente de Felipe Fraga e Cacá Bueno, que somam 30. Rafael Suzuki (20), Julio Campos (19), e os empatados Ricardo Zonta e Marcos Gomes (cada um com 17) fecham os dez maiores pontuadores da temporada até o momento.

Resultado – Corrida 1:

1. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – 30 voltas em 42:28.634

2. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 1.824

3. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 2.843

4. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi) – a 3.507

5. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 5.708

6. 11 Lucas di Grassi (Hero Motorsport) – a 6.743

7. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – a 10.988

8. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 11.552

9. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team) – a 13.781

10. 8 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) – a 15.766

11. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – 17.125

12. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – a 18.167

13. 111 Rubens Barrichello (Full Time) – a 18.948

14. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) – 23.231

15. 33 Nelson Piquet Jr (Texaco Racing) – a 24.453

16. 90 Ricardo Maurício (Full Time) – a 27.645

17. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – a 28.109

18. 117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) – a 2 voltas

19. 70 Diego Nunes (Texaco Racing) – a 2 voltas

20. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) – a 5 voltas

21. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) – a 6 voltas

22. 55 Sérgio Jimenez (Squadra G Force) – a 6 voltas

23. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi) – a 8 voltas

NÃO COMPLETARAM (75% DA PROVA)

24. 9 Guga Lima (Squadra G Force) – a 9 voltas

25. 45 Fabio Carbone (Scuderia Colón) – a 11 voltas

26. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 11 voltas

27. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 13 voltas

28. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – a 14 voltas

29. 61 Fernando Croce (Scuderia Colón) – a 15 voltas

30. 12 Lucas Foresti (Cimed Racing Team) – a 18 voltas

31. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) – a 18 voltas

32. 25 Tuka Rocha (Vogel Motorsport) – a 22 voltas

33. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – excluído

MELHOR VOLTA: Felipe Fraga – 1:09.097

Resultado Corrida 2 – Stock Car:

1. 11 Lucas di Grassi (Hero Motorsport) – 28 voltas em 41:30.922

2. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – a 0.661

3. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 1.886

4. 111 Rubens Barrichello (Full Time) – a 5.777

5. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi) – a 6.909

6. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – a 7.536

7. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 8.353

8. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) – a 8.856

9. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 9.470

10. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 10.538

11. 25 Tuka Rocha (Vogel Motorsport) – a 11.091

12. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) – a 11.535

13. 45 Fabio Carbone (Scuderia Colón) – a 14.137

14. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – a 14.676

15. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – a 15.936

16. 70 Diego Nunes (Texaco Racing) – a 40.154

17. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 42.154

18. 33 Nelson Piquet Jr (Texaco Racing) – a 44.189

19. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – a 46.607

20. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) – a 2 voltas

NÃO COMPLETARAM (75% DE PROVA)

21. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 12 voltas

22. 9 Guga Lima (Squadra G Force) – a 14 voltas

23. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – a 21 voltas

24. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team) – a 23 voltas

25. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – a 23 voltas

26. 61 Fernando Croce (Scuderia Colón) – a 23 voltas

27. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi) – a 24 voltas

28. 90 Ricardo Maurício (Full Time) – a 25 voltas

29. 12 Lucas Foresti (Cimed Racing Team) - excluído

MELHOR VOLTA: Diego Nunes – 1:18.882

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO APÓS DUAS ETAPAS:

1. Daniel Serra – 49 pontos

2. Lucas di Grassi – 35

3. Rubens Barrichello – 32

4. Max Wilson – 32

5. Gabriel Casagrande – 31

6. Felipe Fraga – 30

7. Cacá Bueno – 30

8. Rafael Suzuki – 20

9. Julio Campos – 19

10. Ricardo Zonta – 17

11. Marcos Gomes – 17

12. Ricardo Maurício – 14

13. Cesar Ramos – 12

14. Antonio Pizzonia – 10

15. Allam Khodair – 8

16. Vitor Genz – 6

17. Denis Navarro – 5

18. Guilherme Salas – 4

19. Bruno Baptista – 4

20. Thiago Camilo – 4

21. Lucas Foresti – 3

22. Átila Abreu – 2

23. Tuka Rocha – 2

24. Nelsinho Piquet – 1

25. Felipe Lapenna - 1

Fotos: Duda Barros e Fernanda Freixosa

#STOCKCAR #AUTOMOBILISMO

Laja Revista Publiracing
Planos.jpg
Reserve seu espaço
Simpósio de Eficiência Energética, Emissões e Combustíveis
Cursos Online AEA