• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Lufthansa Cargo – Do prejuízo na operação em 2016 para 242 milhões de euros de lucro em apenas um an


A Lufthansa Cargo teve em 2017 um dos seus melhores anos de sempre, em contraste com os números terríveis do ano anterior. No ano que passou, o lucro operacional da área de carga da companhia alemã foi de 242 milhões de euros. Em 2016, os números apresentados davam conta de prejuízos na ordem dos de 50 milhões de euros.

As vendas, em milhões toneladas/quilômetro (RTK, na sigla em inglês), aumentaram 7,4%, superando bastante o crescimento de 3,3% da oferta de capacidade, com a transportadora a movimentar cerca de 1,6 milhões de toneladas. Desse volume resultou uma receita de 2,54 mil milhões de euros, mais 21,1% do que em 2016.

No entanto, as RTK ainda ficaram um pouco abaixo da média do sector, com as vendas europeias a caírem 0,4%, contra um crescimento médio da indústria de 11,8%.

As despesas operacionais subiram 6,7%, para 2,4 mil milhões de euros. Com um aumento de 25,9%, para 326 milhões de euros, o preço do combustível foi o maior fator para aquele incremento.

Os custos crescentes foram, porém, compensados ​​pelo aumento de quase 600% do EBIT (resultado operacional), enquanto a maior procura fez o fator de carga subir 2,7%, para 69,3%. A yield subiu 14%.

Um dos motivos da melhoria dos números da Lufthansa Cargo em 2017 foi a reestruturação que a companhia tem em curso, com a redução dos recursos humanos em cerca de 800 pessoas e a saída da frota de dois aviões cargueiros MD-11.

A Lufthansa Cargo opera agora com uma frota de 12 MD-11F e cinco cargueiros B777, mas tem planos de alterar a composição no futuro próximo.

“Para o ano em curso, continuaremos focados no nosso programa de eficiência e em investir no nosso futuro”, afirma o CEO da Lufthansa Cargo, Peter Gerber.

#Lufthansa #LUFTHANSACARGO #AVIAÇÃO #TRANSPORTE

Laja Revista Publiracing
Reserve seu espaço