• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing
729X90.gif

Na abertura do campeonato português de Cross-Country o campeão de 2016 Nuno Matos é forçado a abando


A dupla portalegrense Nuno Matos/Pedro Marcão foi obrigada a abandonar a Baja TT do Pinhal, prova inaugural do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2018, um dos mais competitivos campeonatos da Europa de Cross-Country, ainda durante o período da manhã de sábado, quando cumpria a segunda especial desta competição que se disputa nos concelhos de Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã.

O campeão nacional de 2016 arrancou para a especial de 102.25 km na segunda posição, mas um furo no Opel Mokka Proto, com o qual venceu o CNTT em 2016, acabou por condicionar o andamento da equipa, que apesar do tempo perdido seguia em quinto quando a transmissão cedeu, forçando a equipe ao abandono.

Embora triste pelo desfecho desta prova, Nuno Matos revela-se satisfeito com o ritmo que a dupla conseguiu imprimir e pela posição que ocupava em prova. “”As condições dos pisos estavam muito difíceis e demolidoras para as mecânicas. Depois de um furo logo ao km 10, uma transmissão cedeu ao km 40 forçando-nos a desistir. Estamos satisfeitos pela nossa performance e pelo ritmo que conseguimos imprimir enquanto estivemos em competição, adianta o piloto, que acrescenta: Quero deixar um agradecimento à minha equipe por ter preparado o nosso Mokka em tempo recorde e ao Pedro Marcão que confirmou este fim de semana a sua perfeita adaptação ao ritmo que precisamos impor para disputar os primeiros lugares no nosso, tão competitivo, Campeonato Nacional de Todo Terreno”.

A próxima prova do campeonato português é já nos dias 7 e 8 de abril, altura em que se disputa a Baja TT de Loulé.

#CROSSCOUNTRY #CPTT

Laja Revista Publiracing
Planos.jpg
Reserve seu espaço