• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Domingo difícil para os brasileiros na Fórmula E em Hong Kong


A Fórmula E começou com uma divisão de forças bem mais equilibrada entre as equipes nesta temporada, em Hong Kong. Apesar de dispor de um carro veloz, não foi o final de semana esperado para o atual campeão da série. Lucas di Grassi dispôs de um bom equipamento na rodada dupla de abertura da categoria dos carros elétricos, contudo, dois problemas mecânicos impediram o piloto da Audi Sport ABT Schaeffler de lutar por vitórias e pódios nas duas corridas, que acabaram vencidas por Sam Bird, da DS Virgin no sábado, e por Felix Rosenqvist, da Mahindra neste domingo (3).

“Não foi o melhor dia. Depois de um contato na relargada a minha suspensão traseira acabou quebrando e terminamos o dia sem pontos. Uma pena, porque o carro estava muito bom”, destacou.

No domingo, por não ter pontuado, Di Grassi partiu para a classificação no primeiro grupo de pilotos, quando a pista não está em suas condições ideais de aderência e, assim, o campeão da última temporada largou do 12º lugar.

Quando já ocupava a zona de pontos – acima da 10ª posição -, o carro de Lucas parou no meio da pista uma volta antes de sua parada programada. O brasileiro teve de perder tempo para reiniciar todo o sistema e fazer com que sua máquina voltasse a funcionar e, assim, ir até os boxes proceder com a troca obrigatória de carro. O tempo perdido, no entanto, afetou severamente a chance do atual campeão em somar pontos na abertura da temporada.

“Domingo foi mais uma corrida frustrante. Tivemos uma falha na bateria no meio da prova e isso comprometeu um bom resultado, porque fizemos a melhor volta da prova e eu tinha o stint mais rápido. Entretanto, esse problema me fez perder um minuto tentando resetar todo o sistema. Então saímos de Hong Kong sem pontos, mas vamos lutar com todas as forças em Marrakesh na próxima etapa”, disse.

Já Nelson Piquet Jr. depois do excelente quarto lugar na corrida de estreia pela Panasonic Jaguar Racing no sábado, não pode repetir o resultado na segunda bateria da rodada dupla de Hong Kong. Com problemas no carro, o brasileiro ficou na 13ª posição, fora dos pontos.

O domingo começou com Piquet Jr. terminando o treino classificatório em 12º lugar. Ele ainda tinha expectativas de pelo menos pontuar novamente no campeonato, mas a corrida não se desenhou da melhor forma para o primeiro campeão mundial da categoria de carros elétricos.

Nelsinho até que começou bem a corrida e andou em oitavo lugar nas primeiras voltas. No entanto, logo na 12ª volta, o brasileiro caiu repentinamente de sétimo para 14º por causa de problemas com o carro, tendo de antecipar o pit stop.

Depois da troca de carros, o piloto da Jaguar Racing ainda subiu para 13º, mas não teve condições de buscar a zona de pontuação. Com os resultados do fim de semana, Nelsinho sai de Hong Kong em oitavo na classificação geral do campeonato.

"O dia de hoje não foi tão bom como o de sábado. Na verdade, o começo até que foi bom, subimos para sétimo, oitavo, mas de repente o nosso carro apagou do nada. Fiquei uns quatro segundos tentando ressetar o carro e ele voltou, e aí continuou normal até o fim. Mas nessa perdi seis posições e ficou difícil fazer qualquer coisa. A prova não teve nenhum safety car, foi uma corrida bem constante, todo mundo está num ritmo bem mais forte esse ano. Então, se não largar bem e não estiver entre os cinco, seis primeiros, é muito difícil vir de trás e recuperar. Mas o outro carro ficou em quarto e isso é muito positivo para a Panasonic Jaguar Racing, que já marcou neste fim de semana quase tantos pontos quanto na temporada passada, o que mostra a evolução do carro. Agora é continuar trabalhando para chegar ainda mais forte em Marrakesh " falou Nelsinho Piquet.

A quarta temporada da FIA Fórmula E prossegue no dia 13 de janeiro de 2018 nas ruas de Marrakesh, no Marrocos.

#FÓRMULAE #AUTOMOBILISMO

Laja Revista Publiracing