• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Stock Car: Vitórias de Serra e Átila em show do convidado português em Goiânia


Mais potentes, os pilotos da Stock Car deram um show de ultrapassagens e disputas na 11ª e penúltima etapa da temporada, a Goiânia 500 – em referência ao aumento de potência dos motores V8 para 500 cavalos. A prova empolgou o público que lotou as arquibancadas e camarotes do Autódromo Internacional Ayrton Senna na capital goiana. As vitórias nas duas provas ficaram com Daniel Serra, que aumenta sua margem na liderança do campeonato, e Átila Abreu, o terceiro na tabela de pontuação.

O piloto que se destacou em todos os treinos também deixou sua marca na primeira corrida. O português António Félix da Costa, substituto de Alberto Valério na equipe HERO Motorsports, largou em sexto, mostrou extrema competência e terminou a primeira corrida na terceira posição, garantindo ao time seu primeiro pódio na Stock Car. Na disputa inicial, Ricardo Zonta bem que tentou tomar a ponta de Serra, mas teve de se contentar com o segundo lugar.

Com os dez primeiros colocados em ordem inversa no grid da prova 2, Átila Abreu usou de estratégia parecida com a que garantiu a Daniel a vitória na disputa anterior. O piloto da Shell Racing foi escoltado no pódio por Max Wilson e pelo pentacampeão Cacá Bueno.

Destaque para a presença do português Félix da Costa que após a brilhante 1ª corrida foi obrigado a abandonar após toque de Denis Navarro que jogou o português para fora da corrida. O sucesso do luso foi tão grande que que foi o mais votado, à frente de Rubens Barrichello e Bia Figueiredo, os três que foram agraciados com o Hero Push e ganharam, assim, a chance de ter um acionamento extra do botão de ultrapassagem. Da Costa, no entanto, sequer teve a chance de poder usá-lo.

“Na largada aconteceu que o (Denis) Navarro soltou o freio e veio se apoiando na minha porta, mas ainda deu para continuar. Na segunda volta foi igual: eu freei tarde, ele soltou o freio e veio se apoiar em mim. Eu consegui tracionar, e quando voltei levei outra batida. Então não teve jeito, fui para a grama, danificou muito o carro. Foi uma pena, porque ia ser muito divertido”, explicou o português que já na primeira corrida tinha levado um toque menos “elegante” de Marcos Gomes.

Mesmo assim, o piloto da Hero mostrou-se feliz com o convite e o desempenho apresentado. “Primeira vez como piloto titular, fiquei muito contente. Analisando a corrida toda, eu poderia ter feito muita coisa diferente para ajudar no resultado da corrida 1, e fui pego de surpresa por alguns fatores. É a diferença que a experiência faz, porque estes caras estão aqui há muitos anos. A Stock Car tem alguns detalhes de regulamento que preciso entender melhor ainda. De qualquer forma, fiquei muito contente de poder dar à Hero o primeiro pódio deles. Agradeço pelo convite, à Full Time, ao Maurício (Ferreira) por me receberem mais uma vez tão bem, e vamos ver o que o futuro nos trará”, concluiu.

Na tabela, Serra soma agora 325 pontos, contra 306 de Thiago Camilo. Átila soma 254, diante de 236 de Max e 22 de Fraga. Cacá é o sexto com 215, cinco a mais que Rubens Barrichello, o sétimo. Marcos Gomes, com 198, Ricardo Maurício com 181, e Gabriel Casagrande, com 176, fecham os dez melhores do campeonato antes da finalíssima que acontece no dia 10 de dezembro em Interlagos.

Interlagos recebe a grande final em prova valendo pontuação dobrada, no dia 10 de dezembro.

Resultado Corrida 1*:

1. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) - 28 voltas em 42min21s479

2. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 1.021

3. 444 Felix da Costa (Hero Motorsport) - a 2.154

4. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 2.638

5. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team) - a 5.484

6. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 5.955

7. 65 Max Wilson (RCM Motorsport) - a 6.897

8. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) - a 7.681

9. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 8.750

10. 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 9.256

11. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) - a 9.888

12. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) - a 10.712

13. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) - a 11.009

14. 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) - a 11.048

15. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 16.513

16. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) - a 19.125

17. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) - a 19.298

18. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) - a 23.663

19. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) - a 48.873

20. 555 Renato Braga (Mico's Racing) - a 1 volta

21. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team) - a 2 voltas

NÃO COMPLETARAM (75% da distância de prova)

22. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) - a 8 voltas

23. 188 Beto Monteiro (Mico's Racing) - a 9 voltas

24. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) - a 10 voltas

25. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) - a 12 voltas

26. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - a 15 voltas

27. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) - a 15 voltas

28. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) - a 19 voltas

29. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) - a 20 voltas

30. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) - a 21 voltas

31. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) - a 27 voltas

32. 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) - a 28 voltas

MELHOR VOLTA: Daniel Serra, 1min25s242

*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Resultado Corrida 2*:

1. 51 Átila Abreu (Shell Racing) - 28 voltas em 52:03.000

2. 65 Max Wilson (Eurofarma-RCM) - a 0.677

3. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) - a 0.789

4. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) - a 7.506

5. 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) - a 8.536

6. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) - a 9.645

7. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) - a 10.528

8. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 11.612

9. 29 Daniel Serra (Eurofarma-RC) - a 11.921

10. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) - a 12.331

11. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) - a 15.157

12. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 15.713

13. 30 César Ramos (Blau Motorsport) - a 20.775

14. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) - a 21.820

15. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 25.146

16. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) - a 32.364

17. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 40.581

18. 555 Renato Braga (Mico's Racing) - a 54.907

19. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 1 volta

20. 73 Sérgio Jimenez (Bardahl Hot Car) - a 1 volta

21. 188 Beto Monteiro (Mico's Racing) - a 1 volta

22. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) - a 2 voltas

NÃO COMPLETARAM (75% da distância de prova)

23. 90 Ricardo Maurício (Eurofarma-RC) - a 7 voltas

24. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) - a 7 voltas

25. 4 Júlio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) - a 12 voltas

26. 5 Denis Navarro (Cimed Racing) - a 16 voltas

27. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing) - a 20 voltas

28. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) - a 21 voltas

29. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) - a 25 voltas

30. 444 António Félix da Costa (Hero Motorsport) - a 29 voltas

31. 31 Márcio Campos (Blau Motorsport) - a 29 voltas

32. 25 Tuka Rocha (RCM) - não largou

*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO (Top-10):

1. Daniel Serra, 325 pontos

2. Thiago Camilo, 306

3. Átila Abreu, 254

4. Max Wilson, 236

5. Felipe Fraga, 222

6. Cacá Bueno, 215

7. Rubens Barrichello, 210

8. Marcos Gomes, 198

9. Ricardo Maurício, 181

10. Gabriel Casagrande, 176

Fotos de José Mario Dias e Victor Eleutério

#AUTOMOBILISMO #STOCKCAR

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !