• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

A higienização de iates e veleiros é preocupação constante no meio náutico


Apesar do capricho na hora da limpeza, um fragmento de comida atrás do fogão ou água doce empoçada em cantinhos escondidos são suficientes para a formação de criadouros de bactérias. Some-se a isso o fato de que barcos vivem em meio líquido e podem permanecer fechados por longos períodos - e pronto: está aberta a temporada do fungo.

Para o empresário e velejador Max Gorissen, editor das publicações SailBrasil.com.br e SailBrasil Magazine, para evitar a proliferação de bactérias é necessário abrir o barco toda semana, arejar os ambientes, lavar madeiras do exterior com água salgada e a fibra de vidro com água doce e produtos de limpeza biodegradáveis e deixar secar muito bem. Segundo ele, água doce no interior da embarcação ou em madeiras molhadas cria musgo - o que, além de causar impressão de sujeira, leva à proliferação de bactérias e mofo. Já na parte interna, deve-se redobrar o cuidado em áreas propícias à retenção de sujeira e água, como estofados, carpetes e tapetes, roupas de cama, mesa e banho, colchões e travesseiros, filtros de ar condicionado, pias, vaso sanitário, caixas térmicas, porão e até rádios VHS. “A umidade é o grande problema”, diz Gorissen.

Tal diversidade de superfícies e meios pode levar a uma guerra quase sempre vencida pelos fungos e bolor. Mas uma recente criação da nova indústria de alta tecnologia química está começando a inverter o jogo. Desenvolvido por uma startup brasileira a partir de pesquisas em universidades do Brasil e França, um antibactericida com atuação em nível molecular assegura 99% de eficácia contra microrganismos que causam mofo, fungo, bolor e mau cheiro. Trata-se do Microbac, da Aya Tech, desenvolvido pela engenheira química Fernanda Checchinato.

À base de água, com princípio ativo de polímeros de silicone funcional quaternizado, o fungicida é multifuncional e esteriliza superfícies por 60 dias ou até 20 lavagens, sem danos à saúde de humanos, animais e meio ambiente. Basta aspergir o Microbac em quaisquer áreas às quais possa aderir para imediatamente "blindá-las" contra bactérias e fungos. Outra aplicação se dá em armários com odores desagradáveis, além de superfícies aderentes em lanchas, barcos infláveis, em duralumínio, em polietileno, veleiros, caiaques e em roupas, tecidos, equipamentos e acessórios náuticos e para pesca.

#NÁUTICA #NAVAL #LAZER

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !