• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Lewis Hamilton em Mercedes vence GP da Espanha


Lewis Hamilton venceu o GP da Espanha de Fórmula 1 após mais um momento alto da categoria máxima do automobilismo que parece ter encontrado o caminho para a volta da emoção. Para já são dois níveis de evolução, com Ferrari e Mercedes um passo a frente das restantes.

Contatos “diretos”, disputas intensas e incerteza, voltaram a fazer parte das manhãs de domingo, e no caso da prova espanhola, a estratégia, de pneus, influenciou diretamente o resultado da corrida, que tinha um Vettel mais rápido, ele que largou melhor e liderou a corrida por muito tempo, mas que no momento decisivo da não tinha os pneus ideais à sua disposição.

Até agora temos uma temporada que começa a formar uma disputa a dois, com duas vitórias para ambos, e perspectiva de muitas disputas ao longo de 2017. Outro destaque foi o triplo toque na largada, em que Bottas tocou em Raikkonen, que bateu em Verstappen. Para os dois últimos o abandono foi o resultado imediato. Já o piloto da Mercedes continuou na corrida, naquele momento, vindo a abandonar mais tarde, mas com problemas de motor.

Daniel Ricciardo completou o pódio, logo seguido pelos dois carros da Force India,com Sergio Perez e Esteban Ocon por esta ordem.

De destaque também a sexta posição final de Nico Hulkenberg, que vai levando a Renault cada vez mais para os lugares da frente, carros que já tinham estado muito bem ao longo dos treinos livres, em nítida evolução, prova a prova. Surpreendente foi também Pascal Wehrlein, em sétimo com a Sauber aproveitou da melhor forma uma pista em que o motor (de 2016) tem menos impacto na performance. Carlos Sainz, Daniil Kvyat e Romain Grosjean completaram os dez primeiros no GP da Espanha.

Fernando Alonso da McLaren se arrastou pela pista terminando na 12ª posição final, a duas voltas do vencedor e confirmando que a equipe britânica conclui o GP da Espanha sem ter conseguido qualquer ponto em 2017, a Sauber já tem 6.

Palavras finais para o brasileiro Felipe Massa que após a largada, furou, e passou a partir dai a conviver com as últimas posições, nunca conseguindo subir na classificação, chegando na 13ª posição, muito mais em função dos problemas e abandonos que foram acontecendo que por um ritmo rápido que a Williams nunca teve ao longo do fim de semana.

Classificação do GP da Espanha

Pos. Piloto Equipe Tempo/Diferença

1 Lewis Hamilton Mercedes 1hr 35’56.497

2 Sebastian Vettel Ferrari 3.49

3 Daniel Ricciardo Red Bull 1’13.978

4 Sergio Perez Force India 1 Volta

5 Esteban Ocon Force India 1 Volta

6 Nico Hulkenberg Renault 1 Volta

7 Pascal Wehrlein Sauber 1 Volta

8 Carlos Sainz Toro Rosso 1 Volta

9 Daniil Kvyat Toro Rosso 1 Volta

10 Romain Grosjean Haas 1 Volta

11 Marcus Ericsson Sauber 2 Voltas

12 Fernando Alonso McLaren 2 Voltas

13 Felipe Massa Williams 2 Voltas

14 Kevin Magnussen Haas 2 Voltas

15 Jolyon Palmer Renault 2 Voltas

16 Lance Stroll Williams 2 Voltas

R Valtteri Bottas Mercedes Unidade motora

R Stoffel Vandoorne McLaren Colisão

R Max Verstappen Red Bull Colisão

R Kimi Raikkonen Ferrari Colisão

Classificação dos campeonatos

Pilotos

1 Sebastian Vettel 104

2 Lewis Hamilton 98

3 Valtteri Bottas 63

4 Kimi Raikkonen 49

5 Daniel Ricciardo 37

6 Max Verstappen 35

7 Sergio Perez 34

8 Esteban Ocon 19

9 Felipe Massa 18

10 Carlos Sainz 15

11 Nico Hülkenberg 14

12 Pascal Wehrlein 6

13 Romain Grosjean 5

14 Kevin Magnussen 4

15 Daniil Kvyat 4

Equipes

1 Mercedes 161

2 Ferrari 153

3 Red Bull 72

4 Force India 53

5 Toro Rosso 19

6 Williams 18

7 Renault 14

8 Haas 9

9 Sauber 6

10 McLaren 0

#FÓRMULA1 #AUTOMOBILISMO

Laja Revista Publiracing